Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Uma mesa junto à cozinha, o novo LOCAL de André Lança Cordeiro

por Raul Lufinha, em 02.10.17

André Lança Cordeiro e a Sub-Chef Leonor Sobrinho

André Lança Cordeiro e a Sub-Chef Leonor Sobrinho

André Lança Cordeiro e a Sub-Chef Leonor Sobrinho

André Lança Cordeiro e a Sub-Chef Leonor Sobrinho

Só uma mesa!

O novo restaurante de André Lança Cordeiro, com apenas uma mesa comunal de 10 lugares mesmo ao lado da cozinha, é uma experiência extremamente estimulante!

Chama-se LOCAL e fica na Rua de O Século, ao Príncipe Real, em Lisboa.

Sendo a equipa composta apenas por dois cozinheiros – o próprio André Lança Cordeiro e a Sub-Chef Leonor Sobrinho – mais uma terceira pessoa a apoiar a sala.

Continuando o antigo Chef do ÂNFORA, no Palácio do Governador, a celebrar a cozinha francesa e os seus sabores de sempre, embora aqui num registo mais informal e descontraído.

Não existindo, ainda, menus de degustação – por enquanto, só podemos escolher à carta.

 

Couvert

Couvert | Pão e azeite. Numa mesa sem toalha. Mas em que os guardanapos são de pano.

 

Foie gras

Foie gras | Tínhamos na memória o ótimo foie gras de André Lança Cordeiro no Palácio do Governador. Pelo que, quando vimos que o Chef também o servia no seu novo restaurante, ficou logo feita a escolha para começar o primeiro jantar no LOCAL: foie gras em Vinho do Porto! Com o toque da pimenta e da flor de sal! Sendo acompanhado por duas fatias de brioche trufado feito no LOCAL, que chegaram à mesa ainda quentes e estavam tão boas que, não resistimos, tivemos que pedir mais! E surgindo ainda, no centro do prato, não marmelo, como da outra vez, mas antes um igualmente delicioso figo quente, assado com salva e mel! Muito bom!

 

André Lança Cordeiro

Lombo de cordeiro

Lombo de cordeiro

Lombo de cordeiro | Para além dos três pratos principais da carta, André Lança Cordeiro disse-nos que tinha também um lombo de cordeiro que recomendava vivamente… para quem gostasse! E assim foi! O magnífico lombo de cordeiro vinha no ponto, recheado com trufa entre a pele e a carne! E acompanhado de girolles – cogumelos selvagens também conhecidos como ‘cantarelos’ ou ‘crista de galo’ – salteados, bem como de um maravilhoso puré de batata com noz moscada, extremamente cremoso… e que André Lança Cordeiro faz, à boa maneira francesa, com muita manteiga! Mesmo assim, o Chef do LOCAL diz que não põe tanta como Paul Bocuse! Já na mesa, André Lança Cordeiro serve ainda um intenso e delicioso molho… de tutano fumado! Um grande momento!

 

Paris-Brest

Paris-Brest

Paris-Brest

Paris-Brest

Paris-Brest

Paris-Brest

Paris-Brest | Confirmando que as sobremesas de André Lança Cordeiro, dada a sua ligação à pastelaria, são sempre muito boas, o clássico Paris-Brest, com bastantes amêndoas e avelãs torradas, estava delicioso – e nem necessitava do contrassabor da espuma de laranja!

 

Mil-folhas

Mil-folhas | Igualmente imperdível – em especial para os apreciadores de baunilha mas não só – é o maravilhoso mil-folhas de baunilha de Bourbon, acompanhado por um guloso caramelo salgado, que André Lança Cordeiro diz nunca ir tirar da carta!

 

André lança Cordeiro e os petits fours

Cannelé bordelais

Petit four | Finalmente, com o café e trazendo à memória o derradeiro momento do nosso último jantar no Palácio do Governador, André Lança Cordeiro deixou na mesa mais uma pequena maravilha francesa: o cannelé bordelais!

 

André Lança Cordeiro

André Lança Cordeiro | Sente-se que André Lança Cordeiro está feliz com a sempre arriscada decisão de abrir o seu próprio espaço. Cujo modelo, ao ter esta enorme interação com os clientes, é extremamente gratificante para o Chef! E também para quem janta no LOCAL!

 

Muitos parabéns pela ousadia, André! 

E as maiores felicidades!

 

Ver também:

 

Fotografias: Raul Lufinha e Marta Felino

 

LOCAL

Rua de O Século, 204, Lisboa, Príncipe Real, Lisboa, Portugal

Chef André Lança Cordeiro

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:50



Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • Raul Lufinha

    Infelizmente não...

  • Anónimo

    Tem a receita?

  • Filomena Cary

    Um aspecto formidável, vou aconselhar aos meus ami...

  • Raul Lufinha

    Sim, foi pena já não ter dado tempo para visitar o...

  • Patrícia Santos

    Foi uma manhã apressada que espera pela próxima vi...

  • Raul Lufinha

    Não. Não sei se se está referir ao branco ou ao ti...

  • Anónimo

    O 74 estava oxidado? Parece ter uma cor diferente ...

  • Marta Felino

    Foi um grande jantar, Chef Diogo Noronha!E foi mui...

  • mami

    boas ofertas para experimentar este verão :)

  • Raul Lufinha

    Sim, num vinho tão novo, a rolha não era seguramen...



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D