Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Um dia na Casa Relvas – o almoço na Herdade de São Miguel

por Raul Lufinha, em 22.04.19

Herdade de São Miguel

Após a visita guiada à adega, que incluiu a prova de alguns dos futuros lançamentos da Casa Relvas, a paragem seguinte foi na Herdade de São Miguel, no Redondo…

Herdade de São Miguel

… para um almoço no monte, em casa de Alexandre Relvas Jnr.

Herdade de São Miguel

De aperitivo, a surpresa do MADXA 2018, um branco exuberante e redondo, maioritariamente Arinto e Fernão Pires de três diferentes regiões portuguesas, bem ao gosto “novo mundo” e destinado exclusivamente à exportação.

Herdade de São Miguel

Pão alentejano, queijos e chouriço.

Herdade de São Miguel

Em magnum, o Herdade de São Miguel Colheita Seleccionada Branco 2016, proveniente de uvas das castas Antão Vaz, Verdelho e Viognier, tendo metade do lote fermentado e estagiado quatro meses em barricas de carvalho francês. Um vinho que esteve muito bem. Apenas leves aromas tropicais, notas cítricas que lhe davam uma ótima frescura, corpo acentuado.

Herdade de São Miguel

Melhor ainda o “Arinto Esquecido” de 2017, que acabou por ficar dezasseis meses em barricas de carvalho francês e que agora se apresenta extremamente complexo (sobressaindo as notas de frutos secos e mel), com um grande volume de boca e muita frescura.

Herdade de São Miguel

Cozido.

Herdade de São Miguel

O primeiro tinto do almoço foi o Herdade de São Miguel Colheita Seleccionada de 2017, equilibrado e redondo lote de Alicante Bouschet, Cabernet Sauvignon, Syrah e Touriga Nacional, que estagiou parcialmente em barricas de carvalho francês durante quatro meses, com aromas de frutos vermelhos e notas de especiarias.

Herdade de São Miguel

A seguir, em garrafa magnum, um excelente varietal de Trincadeira de 2014, casta pouco vista a solo que aqui brilha num tinto muito elegante e equilibrado, com taninos suaves e polidos, notas vegetais de eucalipto e menta e, ainda, uma excelente acidez.

Herdade de São Miguel

Entretanto, Alexandre Relvas serviu aquele que foi claramente... o vinho do almoço!

Herdade de São Miguel

O Pé de Mãe! Da colheita de 2016, foi feito com 95% de Trincadeira e complementado com Aragonez e Castelão para atestar o tonel de 5.000 litros em que estagiou durante dezoito meses. Um tinto que tem toda aquela frescura da Trincadeira – não por acaso o vinho anterior – mas que depois é muito mais complexo, muito mais rico, com uma muito maior elegância.

Herdade de São Miguel

Antes da fruta e da sobremesa, Alexandre Relvas filho deu ainda a provar mais um tinto, o Herdade de São Miguel The Friends Collection 2015 in Memoriam by Alexandre Relvas, austero e por enquanto fechado lote de Alicante Bouschet, Touriga Nacional e Trincadeira, com um estágio de vinte e quatro meses em barricas de carvalho francês.

Herdade de São Miguel

Sericaia.

Herdade de São Miguel

Por fim, o Herdade de São Miguel Passi, feito com uvas das castas Alicante Bouschet, Aragonez, Touriga Franca, Touriga Nacional e ainda Viognier, uma casta branca, todas colhidas tardiamente, entre o fim de outubro e o princípio de novembro de 2014. Aromas vegetais e balsâmicos, notas de ginja e uma boa acidez.

Herdade de São Miguel

Antes da partida…

Herdade de São Miguel

… houve ainda tempo para uma visita às vinhas da Herdade de São Miguel…

Herdade de São Miguel

… tendo sido possível ver as videiras já a abrolhar!

 

Ver também:

 


CASA RELVAS
Redondo, Alentejo, Portugal

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:18


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Agenda

23/9 FOOD MEETS SCIENCE
24/9 ALENTEJO MARMÒRIS Pedro Mendes + Louis Anjos BON BON + Joaquim de Sousa JNĉQUOI & LADURÉE
24/9 IKIGAI by AVENIDA SUSHICAFÉ Daniel Rente + Isa Pires MIZU TEPPANYAKI + Kozue Morimoto À TERRA
24/9 THE BEST CHEF AWARDS 2019
26/9 EGOÍSTA Abade de Priscos, Jantar Rei D. Luís
28/9 SUSHI WINE PARTY
29 e 30/9 CONGRESSO DOS COZINHEIROS
3/10 RITZ'S SECRET ROOM Henrique Sá Pessoa ALMA + José Avillez BELCANTO
14/11 EGOÍSTA Infante D. Henrique, Plano Conquista Ceuta
20/11 GUIA MICHELIN ESPANHA & PORTUGAL 2020
1/12 ONCE UPON A KITCHEN
14/12 FÄVIKEN último serviço


Últimos comentários

  • Raul Lufinha

    Sim, queijo e vinho é sempre uma maravilha!

  • Babi Baila

    Eu não entendo nada sobre queijos, mas sempre gost...

  • Luis

    Cerveja sem espumaVai lá vaiSo mesmo para bom ente...

  • Raul Lufinha

    Sim, muito estimulante!

  • Anónimo

    Muito bom !!!Bom produto e sabores fortes do Algar...

  • Raul Lufinha

    Sim, não é por acaso que é "a chef dos chefes"! ;-...

  • Taciana Felino Rodrigues

    A Maior Chef do Algarve !!!!! A Rainha 👑 !!!! Que...

  • Anónimo

    Pensava que tinha ido como convidado. Por uma ques...

  • Raul Lufinha

    Encontra aqui:https://www.thefork.pt/restaurante/b...

  • Anónimo

    Preço da refeição?



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




subscrever feeds