Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Tour de jipe, pelo Monte da Ravasqueira

por Raul Lufinha, em 15.02.17

Pedro Pereira Gonçalves

Enólogo Pedro Pereira Gonçalves

Ao contrário do que é comum na vasta planície alentejana, a paisagem do Monte da Ravasqueira apresenta uma enorme diversidade.

Daí que uma volta de jipe pelo Monte seja a melhor forma de nos apercebermos de toda essa complexidade.

E mais ainda quando, no âmbito do projeto de Enoturismo da Ravasqueira, a visita é guiada pelo próprio enólogo Pedro Pereira Gonçalves.

Permitindo-nos conhecer as vinhas e tudo o resto que existe no Monte da Ravasqueira, desde a produção de cortiça, azeite e mel à criação de gado bovino e à engorda de porco preto alentejano.

Bem como o relevo bastante acidentado, que é uma extraordinária ferramenta para os enólogos, e também as reservas de água – dois elementos, aliás, que contribuem decisivamente para o microclima do Monte da Ravasqueira.

Monte da Ravasqueira

Monte da Ravasqueira

A partida do Monte da Ravasqueira

Castelo de Arraiolos

Assalto ao Castelo de Arraiolos

No Castelo de Arraiolos, vendo ao fundo o Monte da Ravasqueira

Pedro Pereira Gonçalves mostrando que do Castelo de Arraiolos se vê, lá muito ao fundo, o Monte da Ravasqueira

O regresso ao Monte da Ravasqueira

O regresso ao Monte da Ravasqueira

Monte da Ravasqueira

A primeira paragem

Monte da Ravasqueira

Nova paragem, agora na Vinha Cerca 5, que tem duas castas italianas: Nero d'Avola e Sangiovese

Monte da Ravasqueira

Pedro Pereira Gonçalves conduzindo a visita pelo Monte

Monte da Ravasqueira

Monte da Ravasqueira

Todo o Terreno

Monte da Ravasqueira

As vinhas acompanhando o ondulado relevo do Monte da Ravasqueira

Monte da Ravasqueira

Altos e baixos

Monte da Ravasqueira

Uma das várias reservas de água que tanto influenciam o microclima do Monte da Ravasqueira

Monte da Ravasqueira

Ao fundo, no topo, o Castelo de Arraiolos

Monte da Ravasqueira

Paisagem muito diversificada

Monte da Ravasqueira

Nova paragem, na emblemática Vinha das Romãs…

Monte da Ravasqueira

… para uma aula de viticultura de Pedro Pereira Gonçalves

Monte da Ravasqueira

Paragem na adega

Pedro Pereira Gonçalves da adega do Monte da Ravasqueira

Pedro Pereira Gonçalves da adega do Monte da Ravasqueira

Pedro Pereira Gonçalves da adega do Monte da Ravasqueira

Prova do novíssimo Alvarinho, já da colheita de 2016, ainda turvo, com notas de ananás e um excelente volume de boca…

Pedro Pereira Gonçalves da adega do Monte da Ravasqueira

Pedro Pereira Gonçalves da adega do Monte da Ravasqueira

Pedro Pereira Gonçalves da adega do Monte da Ravasqueira

… e também do Touriga Nacional biológico, igualmente já de 2016, um vinho muito aromático, com notas de fruta madura de caroço e uma enorme frescura

Monte da Ravasqueira

Finalmente, de volta à ‘Casa Partida’…

Monte da Ravasqueira

… para um almoço alentejano…

Monte da Ravasqueira

… com os vinhos do Monte da Ravasqueira

 

Ver também:

 

Monte da Ravasqueira, Arraiolos, Portugal

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:33



Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Agenda

MARÇO
3 -PRÉMIOS ‘BOA CAMA BOA MESA’ Cerimónia de entrega dos prémios do guia Boa Cama Boa Mesa, do jornal Expresso
Até 14 -‘ACONCHEGO CARIOCA’ NO BAIRRO DO AVILLEZ Pop-up do restaurante de Kátia Barbosa, nas varandas do Bairro do Avillez
Até 15 -TEMPORADA DA LAMPREIA NO VARANDA DE LISBOA No restaurante panorâmico do Hotel Mundial, um menu especial dedicado à lampreia

MAIO
19-20 -SYMPOSIUM SANGUE NA GUELRA 2020 Virgilio Martínez, do CENTRAL, em Lima, no Peru, é o primeiro nome confirmado

JUNHO
2 -THE WORLD'S 50 BEST RESTAURANTS 2020

SETEMBRO
12-13 -CHEFS ON FIRE 2020 – FOOD, FIRE & MUSIC Um festival em que os chefs cozinham exclusivamente com fogo durante mais de 24h. Ao fire pit e outras estruturas inéditas junta-se um cartaz de concertos, num projeto de slow cooking que celebra as origens da cozinha, bem como a simplicidade de esperar e de deixar que o tempo e o fogo cuidem dos alimentos


Últimos comentários

  • Anónimo

    Obrigado pelo esclarecimento.

  • Raul Lufinha

    Também coloquei essa questão – o que me foi dito é...

  • Anónimo

    Numa altura em que tanto se fala de igualdade, é a...

  • Raul Lufinha

    Muito obrigado!!!

  • Anónimo

    BRAVO !!!!👏👏👏👏EXCELENTE TEXTO !!

  • Raul Lufinha

  • Anónimo

    Parabéns Chef JOAQUIM de Sousa , Excelente !!!❤️🇵🇹...

  • Raul Lufinha

    1. A categoria das três estrelas é a mais importan...

  • Anónimo

    De verdade que não entendo porque perdem tanto tem...

  • Raul Lufinha

    1. O que é grave é que o que a Michelin anunciou q...



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D