Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Dão Novo, o primeiro Titular da vindima de 2019… e uma outra via para a casta Jaen

por Raul Lufinha, em 17.11.19

A Caminhos Cruzados no lançamento do Titular Dão Novo 2019, na Adega Quinta da Teixuga, em Nelas: Carlos Magalhães, Carla Rodrigues, Paulo Santos, Lígia Santos, Manuel Vieira

A Caminhos Cruzados no lançamento do Titular Dão Novo 2019, na Adega Quinta da Teixuga, em Nelas: Carlos Magalhães, Carla Rodrigues, Paulo Santos, Lígia Santos, Manuel Vieira

A Caminhos Cruzados acaba de lançar o seu primeiro vinho da vindima de 2019.

O Dão Novo.

Com efeito, pelo segundo ano consecutivo e ainda mais harmonioso do que em 2018, é um vinho monovarietal em que Manuel Vieira procura uma via alternativa para a precoce casta Jaen, estando completamente pronto e bebível logo dois meses após a vindima – e que o enólogo tinha começado por fazer nos anos 90 na Quinta dos Carvalhais, quando os importadores da Sogrape lhe pediam vinho novo com a máxima urgência.

Sendo um tinto jovem e fresco, feito pelo processo de maceração carbónica, tal como o Beaujolais Nouveau da Borgonha – com efeito, antes de serem levados à prensa, os cachos são previamente colocados intactos e inteiros durante sete dias numa cuba com ambiente carbónico e a uma temperatura elevada (35 ºC) de modo a que comece por ocorrer uma primeira fermentação… dentro dos próprios bagos!

Tendo o vinho depois, consequentemente, as notas características dessa maceração carbónica – muita fruta madura, nomeadamente muito morango e muita framboesa, bem como um registo de chiclete ou pastilha elástica.

E também a macieza e suavidade tão típica dos redondos tintos de Jaen do Dão.

Alegre, suave e descomplicado, bem como gastronomicamente versátil, é um vinho para ser bebido ainda jovem – agora ou, no máximo, até ao próximo verão.

E a uma temperatura de apenas doze graus!

Titular Dão Novo tinto 2019

100% Jaen, o primeiro vinho da vindima de 2019

Titular Dão Novo tinto 2019

Titular Dão Novo tinto 2019

 

Ver também:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:49

Caminhos Cruzados ao almoço na Quinta do Barrocal

por Raul Lufinha, em 02.11.19

Lígia Santos, CEO Caminhos Cruzados, e Paulo Santos

Lígia Santos, CEO Caminhos Cruzados, e Paulo Santos

Já é tradição a Caminhos Cruzados organizar um descontraído e informal almoço na Quinta do Barrocal aquando da Feira do Vinho do Dão, em Nelas!

Tendo as grandes novidades deste ano sido o “Passado” – um complexo e evoluído Encruzado de 2015 que estagiou 31 meses em barricas de carvalho francês!

E também o “Clandestino” – um tinto de 2017 feito com duas castas estrageiras, então mantidas em segredo, sem madeira, bastante fresco e muito guloso!

Quinta do Barrocal

Quinta do Barrocal

  Titular Rosé Blush Edition 2017, 100% Touriga Nacional

Titular Rosé Blush Edition 2017 (100% Touriga Nacional)

Pataniscas

Pataniscas

Titular Reserva Encruzado branco 2017 (Magnum)

Titular Reserva Encruzado branco 2017 (Magnum)

Titular Reserva Encruzado branco 2017 (Magnum)

Pão e queijo

Pão e queijo

Pão de ló

Pão de ló

Caminhos Cruzados

Caminhos Cruzados

Caminhos Cruzados

Caminhos Cruzados

Frappé

Caminhos Cruzados

Mesa com vista para a vinha

Caminhos Cruzados

Caminhos Cruzados

Caminhos Cruzados

Boas-vindas

Titular Reserva Encruzado branco 2017 (Magnum)

Titular Reserva Encruzado branco 2017 (Magnum)

Caminhos Cruzados

Caminhos Cruzados

Chora de bacalhau

Titular Dão Novo tinto 2018

Titular Dão Novo tinto 2018

Enólogo Manuel Vieira

Enólogo Manuel Vieira

Caminhos Cruzados Passado branco Reserva 2015

Caminhos Cruzados Passado branco Reserva 2015

Caminhos Cruzados Passado branco Reserva 2015

Enólogo Carlos Magalhães

Enólogo Carlos Magalhães

Clandestino tinto 2017

Clandestino tinto 2017

Clandestino tinto 2017

Titular Touriga Nacional tinto 2015

Titular Touriga Nacional tinto 2015

Titular Touriga Nacional tinto 2015

Tarte de amêndoa

Tarte de amêndoa

Caminhos Cruzados Descarada Vinho Branco Doce 2017

Caminhos Cruzados Descarada Vinho Branco Doce 2017

Caminhos Cruzados Descarada Vinho Branco Doce 2017

Caminhos Cruzados Descarada Vinho Branco Doce 2017

Paulo Santos e a equipa que confecionou o almoço

Paulo Santos e a equipa que confecionou o almoço

Medronho da Teixuga

Medronho da Teixuga

Medronho da Teixuga

Medronho da Teixuga

Medronho da Teixuga

Quinta do Barrocal

Quinta do Barrocal

 

Ver também:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:55

Vincent Farges & Caminhos Cruzados: com a sobremesa… rosé em magnum

por Raul Lufinha, em 29.05.16

Vincent Farges

Mónica Oliveira e Vincent Farges

Vincent Farges

Vincent Farges

Para acompanhar a refrescante e pouco doce sobremesa de Vincent Farges…

… claro que era possível continuar com o Teixuga branco.

Biscoito de pistácio, framboesas, morangos macerados com poejos, sorvete de iogurte

Biscoito de pistácio, framboesas, morangos macerados com poejos, sorvete de iogurte

Contudo, o enólogo Carlos Magalhães…

… propôs uma outra brincadeira!

Experimentarmos antes o rosé Blush Edition!

Titular Rosé Blush Edition 2015

Titular Rosé Blush Edition 2015

Também da gama Titular e feito exclusivamente de Touriga Nacional, tal como o vinho rosado que abriu a refeição e foi servido com os canapés…

… mas muito diferente!

Desde logo, na garrafa – surpreendentemente, é uma magnum!

Depois, na cor – mais próxima do salmão!

E, acima de tudo, por o Blush Edition ser um rosé que, sem prescindir da leveza e alegria dos vinhos rosados, vai em busca da riqueza aromática e da complexidade da Touriga Nacional.

Tendo as uvas sido sujeitas a uma prensagem muito ligeira, controlada pelos enólogos com mão-de-ferro.

Que subsequentemente fizeram ainda uma rigorosa seleção do mosto de escorrimento.

De tal forma que foram apenas engarrafadas…

… 1600 magnums!

(continua)

Ver também:

Os ‘Caminhos Cruzados’ de Vincent Farges

 

Espaço KUC | Travessa da Fábrica dos Pentes, 8, Lisboa, Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:32

Vincent Farges & Caminhos Cruzados: carabineiro… com tinto de verão

por Raul Lufinha, em 25.05.16

Vincent Farges

Vincent Farges

Vincent Farges

Carabineiro, ervilhas e rau ram

Carabineiro, ervilhas e rau ram

Vincent Farges em grande forma: apenas 3 sabores

Depois da primeira entrada

… uma segunda!

Mas enquanto para o lírio Vincent Farges seguiu a clássica harmonização peixe/vinho branco…

… já para o varietal tinto de Jaen o chef francês criou um prato de…

… carabineiro!

E apenas com três sabores – muito intensos, mas apenas três!

O carabineiro…

… as ervilhas…

… e rau ram, o coentro vietnamita!

Inclusivamente, a própria crosta do carabineiro era feita com um saboroso pão saloio assado no forno...

... ao qual Vincent Farges tinha previamente junto as patas do carabineiro trituradas!

Consommée de carabineiro, ervilhas e rau ram

Consommée de carabineiro, ervilhas e rau ram

Ora...

... o tinto ao qual Vincent Farges em boa hora arriscou ligar o marisco…

... foi o suave, elegante e aromático Titular Jaen do Dão.

Um vinho da colheita de 2014...

... que não estagiou em madeira.

Titular Jaen 2014

Titular Jaen 2014

Sendo um daqueles tintos de verão...

... que ganham em ser bebidos um pouco mais frescos do que o habitual!

Aí entre os 13 e os 14 graus de temperatura!

(continua)

Ver também:

Os ‘Caminhos Cruzados’ de Vincent Farges

 

Espaço KUC | Travessa da Fábrica dos Pentes, 8, Lisboa, Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:46

Vincent Farges & Caminhos Cruzados: lírio e agrião… com o Titular Encruzado/Malvasia Fina

por Raul Lufinha, em 24.05.16

Lírio & Agrião

Lírio & Agrião

Para primeira entrada…

… Vincent Farges propôs o lírio, marinado…

… acompanhado dos sabores complexos da pimenta de Espelette…

… e da butarga!

E com um saboroso e envolvente coulis…

… de agrião!

Tendo o conjunto funcionado muito bem com o sedutor Titular Encruzado/Malvasia Fina…

… um lote da colheita de 2015 que os enólogos Carlos Magalhães e Manuel Vieira fazem sem madeira…

… juntando o corpo da casta Encruzado (30%) à acidez, mineralidade e elegância da Malvasia Fina (70%).

Titular Encruzado/Malvasia Fina branco 2015

Titular Encruzado/Malvasia Fina branco 2015

(continua)

Ver também:

Os ‘Caminhos Cruzados’ de Vincent Farges

 

Espaço KUC | Travessa da Fábrica dos Pentes, 8, Lisboa, Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:34

Vincent Farges & Caminhos Cruzados: canapés com o rosé Titular

por Raul Lufinha, em 23.05.16

Cidra-pera com paprika

Cidra-pera com paprika

O desfile de citrinos utilizados por Vincent Farges…

… começou logo nos canapés!

E com o limão-pera, também conhecido por cidra-pera.

Já o tínhamos encontrado na FORTALEZA DO GUINCHO, numa complexa entrada de favinhas.

Aqui, para compensar a sua acidez...

... Vincent Farges resolveu contrapor-lhe…

… o picante da paprika!

Batatinha recheada com chispe e orelha, lascas de parmesão e coentros

Batatinha com chispe e orelha, lascas de parmesão e coentros

Outro canapé a merecer destaque foi a batatinha nova…

… com chispe e orelha de porco...

... pequenas lascas de parmesão...

... e coentros!

Titular Rosé 2015

Titular Rosé 2015

Tendo os canapés de Vincent Farges sido acompanhados…

… pelo refrescante rosé Titular de 2015, feito no Dão exclusivamente com Touriga Nacional.

(continua)

Ver também:

Os ‘Caminhos Cruzados’ de Vincent Farges

 

Espaço KUC | Travessa da Fábrica dos Pentes, 8, Lisboa, Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:00

Os ‘Caminhos Cruzados’ de Vincent Farges

por Raul Lufinha, em 22.05.16

Vincent Farges

Vincent Farges

De férias por Lisboa, antes de regressar às Caraíbas…

… Vincent Farges passou pelo Espaço KUC para um jantar vínico que trouxe à memória…

… a maravilhosa cozinha que o chef francês desenvolvia na FORTALEZA DO GUINCHO!

Incluindo a sua enorme paixão…

… pelos citrinos!

Tendo Vincent Farges construído o menu em função dos concretos vinhos escolhidos previamente para o jantar…

… e que culminaram com a apresentação do imponente Teixuga branco de 2013, o novo topo de gama da Caminhos Cruzados, produtora de vinho de Nelas, no Dão!

Teixuga branco 2013

Teixuga branco 2013

 

Vincent Farges & Caminhos Cruzados, maio 2016:

Canapés com o rosé Titular

Legumes da Quinta do Poial... e a memória de Maria José Macedo

Lírio e agrião... com o Titular Encruzado/Malvasia Fina

Carabineiro... com tinto de verão

Teixuga, um novo clássico no Dão

Garoupa assada no forno... e um dos segredos do Teixuga

Com a sobremesa... rosé em magnum

A equipa da cozinha e da sala

 

Espaço KUC | Travessa da Fábrica dos Pentes, 8, Lisboa, Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:18


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D



subscrever feeds