Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Monção e Melgaço, a origem do Alvarinho

por Raul Lufinha, em 28.05.19

António Barbosa e Manoel Batista, os Presidentes das Câmaras de Monção e de MelgaçoAntónio Barbosa e Manoel Batista, os Presidentes das Câmaras de Monção e de Melgaço


A casta Alvarinho – para muitos, a rainha das castas brancas portuguesas – está na moda.


Está na moda junto dos consumidores.


E está também na moda junto dos próprios produtores, que a estão a plantar um pouco por todo o país.

 

Alvarinho Wine Fest, 8 a 10 de junho de 2019Alvarinho Wine Fest, 8 a 10 de junho de 2019

 

Ora, para celebrar os terroirs que estão na origem do Alvarinho e a autenticidade dos seus vinhos, mais de 30 produtores de Monção e Melgaço trazem de novo a Lisboa o “Alvarinho Wine Fest”.


Um evento de três dias que irá decorrer no Pavilhão Carlos Lopes, de 8 a 10 de junho.


E em que, para além da prova de Alvarinhos muito especiais, será igualmente possível degustar queijos, enchidos e outras iguarias destes dois territórios do Alto Minho.

 

Rodolfo Tristão, sommelier do BELCANTORodolfo Tristão, sommelier do BELCANTO

 

A conferência de imprensa de lançamento do evento realizou-se no Hotel Ritz, em Lisboa, ao longo de um almoço só de Alvarinhos que, comprovando a enorme aptidão gastronómica destes vinhos e a sua grande capacidade de evolução, serviu igualmente para dar a conhecer uma pequena amostra dos muitos vinhos que irão estar disponíveis para prova no evento – no total, serão, pelo menos, 108 Alvarinhos!


A comandar as operações, bem como a conduzir e comentar a prova, esteve Rodolfo Tristão, o sommelier do BELCANTO, de José Avillez.


Tendo as boas-vindas sido dadas com dois espumantes, um de cada um dos concelhos da sub-região de Monção e Melgaço.

 

Cortinha Velha Espumante Bruto Natural Reserva 2016

Cortinha Velha Espumante Bruto Natural Reserva 2016  (Monção)

 

Dom Ponciano Espumante Bruto Natural Grande Reserva 2013Dom Ponciano Espumante Bruto Natural Grande Reserva 2013 (Melgaço)

 

Ritz Four Seasons LisboaRitz Four Seasons Lisboa

 

Ritz Four Seasons LisboaO menu do almoço…

 

Ritz Four Seasons Lisboa… assinado pelo chef Pascal Meynard…

 

Ritz Four Seasons Lisboa… e o wine pairing – só Alvarinhos


Para começar, com o risoto, dois Alvarinhos agradavelmente fora da caixa.

 

Além da habitual frescura e acidez, eram também untuosos, com uma ótima textura.

 

Quinta das Alvaianas 2018Quinta das Alvaianas 2018

 

Vale dos Ares Vinha da Coutada 2016Vale dos Ares Vinha da Coutada 2016

 

Risoto de camarão selvagem aromatizado com basílico e limãoRisoto de camarão selvagem aromatizado com basílico e limão

 

A seguir, para o bacalhau, Rodolfo Tristão apresentou quatro vinhos bem diferentes.


O Expressões de Anselmo Mendes, mais novo e mais fresco, sendo o que melhor puxa pelos temperos do bacalhau de Pascal Meynard.


E depois três maravilhosos Alvarinhos antigos, comprovando que esta não é uma casta apenas de vinhos frescos para beber com calor.


O Deu La Deu de 1998, então, estava de tal forma delicioso que nem comida precisava!

 

Expressões Anselmo Mendes 2016Expressões Anselmo Mendes 2016

 

Deu La Deu 1998Deu La Deu 1998

 

Quinta de Alderiz 2008Quinta de Alderiz 2008

 

Quinta do Regueiro 2000Quinta do Regueiro 2000

 

Bacalhau confit, bimi, puré de grão e crumble de milhoBacalhau confit, bimi, puré de grão e crumble de milho

 

Finalmente, para o pudim Abade de Priscos, dois excelentes espumantes e um surpreendente colheita tardia com notas de caramelo.

 

Soalheiro Espumante Bruto Barrica 2014Soalheiro Espumante Bruto Barrica 2014

 

Côto de Mamoelas Bruto Grande Reserva 2012 (dégorgement maio 2018)Côto de Mamoelas Bruto Grande Reserva 2012 (dégorgement maio 2018)

 

QM Vindima Tardia 2016QM Vindima Tardia 2016

 

Pudim do Abade de Priscos com laranja marinada, poejo, sorbet de laranja e cardamomoPudim do Abade de Priscos com laranja marinada, poejo, sorbet de laranja e cardamomo

 

Foi o final de um almoço que celebrou os Alvarinhos… do território do Alvarinho!

 

Mignardises

Mignardises

 

Os Alvarinhos de Monção e Melgaço apresentados à mesa

Os Alvarinhos de Monção e Melgaço apresentados à mesa

 

Alvarinho Wine Fest 2019
Pavilhão Carlos Lopes, Lisboa, Portugal
8, 9 e 10 de junho

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:23

Já abriu o Peixe em Lisboa

por Raul Lufinha, em 31.03.17

Duarte Calvão (Diretor do Peixe em Lisboa) e Fernando Medina (Presidente da Câmara Municipal de Lisboa)

Duarte Calvão (Diretor do Peixe em Lisboa) e Fernando Medina (Presidente da Câmara Municipal de Lisboa)

Começou esta quinta-feira a 10.ª edição do Peixe em Lisboa, o mais emblemático festival gastronómico português, que decorre no renovado Pavilhão Carlos Lopes, ao Parque Eduardo VII.

Até dia 9 de abril, haverá dez restaurantes residentes com menus dedicados ao peixe e ao marisco – ALMA, RABO D’PÊXE, VARANDA - RITZ FOUR SEASONS HOTEL LISBOA, A TABERNA DA RUA DAS FLORES, KIKO MARTINS, BOI-CAVALO, IBO, CHAPITÔ À MESA, AROLA e RIBAMAR.

Bem como o habitual mercado de produtos gourmet, apresentações de cozinha por chefes de renome nacional e internacional, concursos gastronómicos e muito mais.

O programa completo pode ser consultado aqui.

 

ALMA – Henrique Sá Pessoa

ALMA – Henrique Sá Pessoa

RABO D’PÊXE – Paulo Morais e o Boca Negra

RABO D’PÊXE – Paulo Morais e o Boca Negra

VARANDA - RITZ FOUR SEASONS HOTEL LISBOA – Pascal Meynard

VARANDA - RITZ FOUR SEASONS HOTEL LISBOA – Pascal Meynard

A TABERNA DA RUA DAS FLORES – André Magalhães

A TABERNA DA RUA DAS FLORES – André Magalhães

KIKO MARTINS – António Barros ao centro, com Sara Bilro, Cláudia Chaves, David Vieira e Sara Abreu

KIKO MARTINS – António Barros ao centro, com Sara Bilro, Cláudia Chaves, David Vieira e Sara Abreu

BOI-CAVALO – Hugo Brito

BOI-CAVALO – Hugo Brito

IBO – João Pedro Pedrosa

IBO – João Pedro Pedrosa

CHAPITÔ À MESA – Bertílio Gomes

CHAPITÔ À MESA – Bertílio Gomes

AROLA – Milton Anes e André Mendes

AROLA – Milton Anes e André Mendes

RIBAMAR – Hélder Chagas

RIBAMAR – Hélder Chagas

Vinhos da região de Lisboa

Este ano, os vinhos são da região de Lisboa...

Nespresso

... e o café Nespresso está no centro da sala

Cozinha DOCAPESCA

Cozinha DOCAPESCA – Luís Figueiredo, da Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa, com quatro alunos, incluindo Inês Vasconcelos, Madalena Tomás e Susana Marques

Loja dos Cozinheiros – João Lobão e Marco Paiva

Loja dos Cozinheiros – João Lobão e Marco Paiva

Queijaria – Paulo Cardoso

Queijaria – Paulo Cardoso

Projeto “Muita Fruta”, Cozinha Popular da Mouraria – Adriana Freire e Irina Gomes

Projeto “Muita Fruta”, Cozinha Popular da Mouraria – Adriana Freire e Irina Gomes

Santini

Santini

Nannarella

Nannarella

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:06

Peixe em Lisboa: Pascal Meynard

por Raul Lufinha, em 14.04.16

Pascal Meynard

Pascal Meynard

A alta cozinha francesa…

… está de volta ao Peixe em Lisboa!

Desta vez…

… através de Pascal Meynard.

Com efeito, o Ritz Four Seasons...

… é um dos novos restaurantes da edição de 2016.

Carlos Cardoso e Pascal Meynard

Carlos Cardoso e Pascal Meynard…

Polvo confitado a baixa temperatura e depois fumado, taboulé de legumes com ají e uma vinagreta de yuzu, pickles de beterraba e chips de broa de milho

… com o polvo confitado a baixa temperatura e depois fumado, taboulé de legumes com ají e uma vinagreta de yuzu, pickles de beterraba e chips de broa de milho

Camarões Obsiblue com ‘pimenta’ Timut, emulsão de cardamomo e calamondin

Camarões Obsiblue com ‘pimenta’ Timut, emulsão de cardamomo e calamondin

Camarões Obsiblue com ‘pimenta’ Timut, emulsão de cardamomo e calamondin

Mil-folhas de framboesa

Mil-folhas de framboesa

Ritzamisu

Ritzamisu

 

Fotografias: Raul Lufinha / Marta Felino

Peixe em Lisboa | Pátio da Galé, Terreiro do Paço, Lisboa, Portugal | 7 - 17 Abr. 2016

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Peixe em Lisboa 2016

por Raul Lufinha, em 03.04.16

Peixe em Lisboa 2016

Dirigido por Duarte Calvão, começa esta quinta-feira a edição de 2016 do mais importante festival gastronómico português.

Todas as informações em www.peixemlisboa.com.

 

Ver também:

Provar café... como se prova vinho

Pascal Meynard

Hélder Chagas

José Avillez

Pedro Almeida

André Magalhães

João Pedro Pedrosa

Kiko Martins

Bertílio Gomes

Justa Nobre

Vítor Sobral

Rui Silvestre... e 2 pratos do BON BON

Recriar o LOCO... numa sessão de showcooking

Tiago Feio, da ausência de fogão às algas como os novos legumes

Tomoaki Kanazawa: «O peixe fresco não tem sabor!»

Henrique Sá Pessoa cria menu 'Costa a Costa'

O Areias Gordas Colheita Tardia de 2012 

O salame de chocolate Taste Quinta

Emulsionar... com sprays

Peixe em Lisboa terminou com pão... e com um desafio aos chefes

Este post não é uma 'Saída', é um até 2017

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:55

Porto das 5

por Raul Lufinha, em 28.03.16

Porto das 5, o novo desafio da Real Companhia Velha

Porto das 5, o novo desafio da Real Companhia Velha

Se é uma certeza que o Vinho do Porto funciona na perfeição com queijo e chocolate…

… porquê bebê-lo somente às refeições?

Daí que a Real Companhia Velha tenha também desafiado bares, quiosques e esplanadas a apresentarem uma carta de Vinhos do Porto…

… harmonizados com snacks e finger food!

 

Por exemplo…

… com chocolate de leite:

Royal Oporto Tawny 10 Anos

Royal Oporto Tawny 10 Anos

Laranja confit coberta de chocolate de leite

Laranja confit coberta de chocolate de leite

 

Ou com chocolate…

… negro:

Royal Oporto Late Bottled Vintage 2011

Royal Oporto Late Bottled Vintage 2011

Snobinette de chocolate negro, ganache de frutos vermelhos

Snobinette de chocolate negro, ganache de frutos vermelhos

 

Ou então com queijos.

Seja com o bem português...

... Serra da Estrela:

Real Companhia Velha Vintage 1970

Real Companhia Velha Vintage 1970

Pera-rocha recheada com queijo Serra da Estrela

Pera-rocha recheada com queijo Serra da Estrela

 

Ou com o famoso…

… Stilton:

Real Companhia Velha Vintage 1967

Real Companhia Velha Vintage 1967

Stilton com cracker de especiarias e Granny Smith desidratada

Stilton com cracker de especiarias e Granny Smith desidratada

 

Ou até…

… com charutos:

Royal Oporto Tawny 40 Anos e Real Companhia Velha Vintage 1957

Royal Oporto Tawny 40 Anos e Real Companhia Velha Vintage 1957

Pedro O. Silva Reis

Pedro O. Silva Reis

Charutos Montecristo #4

Charutos Montecristo #4

 

Tudo exemplos de sugestões de harmonização…

… propostas pelo Ritz Four Seasons, em Lisboa.

 

Os 6 das 5

Os 6 das 5

 

As quais resultaram tão bem…

… que nem se deu pelo tempo a passar!

 

Pedro O. Silva Reis

Pedro O. Silva Reis

 

Quando o Porto das 5 acabou…

… já o sol se tinha posto!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:31

Elyx House… 6 dias em Lisboa

por Raul Lufinha, em 10.03.16

Elyx House Lisbon

Elyx House Lisbon

Cada vez mais, o verdadeiro luxo não está nos objetos, mas nas experiências.

Assim como não está no muito caro, mas antes no que não tem preço... porque não está à venda. Seja um pôr-do-sol ou uma praia deserta…

Daí também a tendência das marcas super premium para se reverem em eventos exclusivos e efémeros, que possibilitam experiências únicas absolutamente irrepetíveis.

Ainda esta semana, a pretexto da ModaLisboa, a vodka Absolut Elyx criou a Elyx House Lisbon, um bar de acesso restrito num palácio do centro de Lisboa que vai ficar aberto durante somente seis dias…!

Com uma programação musical que inclui atuações ao vivo…

… serve cocktails originais, a partir da exclusiva vodka de luxo sueca...

... e finger food do Ritz Four Seasons Lisboa – estavam excelentes as beringelas com miso e sésamo, bem como os lagostins com gengibre e pimenta Timut…!

Absolut Elyx Vodka

Absolut Elyx Vodka

 

Ver também:

Absolut Elyx, a vodka que se bebe pura

My Elyx Martini

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:46

A dourada de Pascal Meynard… na TARTAR-IA

por Raul Lufinha, em 11.09.15

Pascal Meynard na apresentação do novo tártaro

Pascal Meynard e o novo tártaro do mês da TARTAR-IA

A alta cozinha de Pascal Meynard no Ritz Four Seasons Hotel Lisboa…

… agora também está disponível na TARTAR-IA do Mercado da Ribeira!

Criação original do chef francês…

… o novo tártaro do mês é uma saborosa dourada do Atlântico…

… à qual Pascal Meynard, para cortar o sabor forte do peixe…

… junta intensas notas cítricas!

Dourada | Yuzu | Kumquat

Dourada | Yuzu | Kumquat

'Dourada | Yuzu | Kumquat'

Trabalhada com yuzu e kumquat…

… a dourada é depois acompanhada de coloridos pickles de pepino, beterraba e cebola roxa…

… de abóbora confitada com sumo de laranja do Algarve e açafrão…

… e ainda de uma leve e muito cítrica espuma de yuzu.

Bem como de duas pequenas bolachinhas crocantes…

… de folhas de aipo…

… e de rebentos de ervilha.

Sendo finalizada com pimenta de Espellete…

… e raspas de lima.

Pascal Meynard, o chef do mês na TARTAR-IA

Pascal Meynard na apresentação do seu tártaro de dourada

Um grande tártaro...

... e uma excelente amostra da alta cozinha de base mediterrânica...

... que Pascal Meynard pratica no restaurante VARANDA do Ritz Four Seasons, em Lisboa. 

Pascal Meynard explicando o novo tártaro à equipa da TARTAR-IA

Pascal Meynard mostrando como se faz o seu tártaro de dourada

Pascal Meynard e a espuma de yuzu

Pascal Meynard e a folha de aipo

Pascal Meynard & Maria Calheiros, com a equipa da TARTAR-IA

Pascal Meynard & Maria Calheiros Machado, com a equipa da TARTAR-IA

Fresco, intenso, cítrico…

… o novo e complexo tártaro do mês da TARTAR-IA, com a assinatura de Pascal Meynard…

… é um tártaro imperdível!

 

Fotografias: Marta Felino

TARTAR-IA | Time Out Mercado da Ribeira, Av. 24 de Julho, Lisboa, Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:25

19 de Março de 2015, celebração mundial da gastronomia francesa

por Raul Lufinha, em 13.11.14

Jean-François Blarel.JPG

Jean-François Blarel, Embaixador de França em Portugal

Enquanto uns se entretêm a falar da chamada Dieta (?) Mediterrânica, a França não vai em conversas e celebra… a França!

O dia 19 de Março de 2015 será um dia de celebração da excelência da gastronomia francesa – por todo o mundo, mais de 1000 chefs irão criar e servir nos seus restaurantes uma refeição francesa que siga o seguinte modelo:

- Aperitivo de tradição francesa: champagne e gougères (recheadas ou não) ou Cognac gelado e foie gras;

- Entrada fria;

- Entrada quente;

- Prato de peixe ou de marisco;

- Prato de carne ou de aves;

- Queijo francês, apenas um ou uma selecção;

- Sobremesa de chocolate;

- Vinhos franceses;

- Digestivo francês.

O projecto, denominado 'Goût de France / Good France', foi lançado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros e do Desenvolvimento Internacional francês…

… tem o patrocínio de Alain Ducasse, que preside ao comité internacional que escolherá os restaurantes candidatos que participarão na iniciativa…

… e está a ser activamente promovido por todo o mundo pelas embaixadas francesas.

Nesta fase, o principal desafio é convencer os chefs locais a candidatarem-se – as inscrições encerram no dia 15 de Dezembro.

Emb. França.JPG

Jean-François Blarel, Embaixador de França em Portugal

Pascal Meynard, Chef do Hotel Ritz Four Seasons Lisboa

Carlos Madeira, Presidente da Associação de Cozinheiros Profissionais de Portugal

Miguel Laffan.JPG

Miguel Laffan, Chef do L’AND

Palais de Santos.JPG

Embaixada de França em Portugal, no Palais de Santos, em Lisboa

 

Sobre chefs franceses em Portugal, ver:

Vincent Farges – FORTALEZA DO GUINCHO

Frederic Breitenbucher – RIVER LOUNGE, Myriad by SANA Hotels

Patrick Lefeuvre – FLOR-DE-LIS, Epic Sana Lisboa

Xavier Charrier – LA PARISIENNE

Béatrice Dupasquier – PRALINE

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:28


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Agenda

NOVEMBRO
20 -GUIA MICHELIN ESPANHA & PORTUGAL 2020
21-23 -BELCANTO Menu ‘Tempi di Recupero Week’, iniciativa internacional de combate ao desperdício alimentar
22-23 -DÃO CAPITAL Os vinhos e os sabores do Dão à prova em Lisboa
22-24 -FESTA DO ESPUMANTE DE MELGAÇO Grande montra de espumantes à base da casta Alvarinho, diversidade de produtos regionais, sessões de show cooking com chefes Michelin e provas comentadas
23 -TORRE DE PALMA WINE HOTEL Filipe Ramalho celebra 5 anos de BASILII com 5 chefes: João Pinto (BASILII), Gonçalo Queiroz (ORIGENS, Évora), Michele Marques & Rúben Trindade (MERCEARIA GADANHA, Estremoz) e Leopoldo Garcia Calhau (TABERNA DO CALHAU, Lisboa)
23-24 -SABOREA LANZAROTE Festival internacional da cozinha do Atlântico Médio
Até 24 -QUINZENA GASTRONÓMICA DA AGUARDENTE DOC LOURINHÃ Pratos confecionados com Aguardente DOC Lourinhã, visitas à adega e muito mais
27 -CHEFE COZINHEIRO DO ANO Final nacional da 30.ª edição do maior concurso de cozinha para profissionais, em Portugal
28 -VOLUME ‘DJ Vínico’ António Maçanita e ‘Enólogo Musical’ Rui Vargas cruzando música e vinho na La Distillerie, em Lisboa
29 | 1/12 -MESAS BOHEMIA O restaurante da Pensão Borges, de Baião, viaja até Lisboa

DEZEMBRO
1 -ONCE UPON A KITCHEN Massimo Bottura OSTERIA FRANCESCANA + Mauro Colagreco MIRAZUR + Alex Atala D.O.M. + Antonio Bachour
3 -THE GRAND GELINAZ! SHUFFLE BELCANTO, ALMA, LOCO e PRADO participam no evento em que chefes de todo o mundo trocam receitas
4-5 -JOVEM TALENTO DA GASTRONOMIA 2019
14 -FÄVIKEN Último serviço
Até 14 -HERDADE DO ESPORÃO Programa da Campanha da Azeitona 2019: visita guiada ao lagar em funcionamento com prova de azeite acabado de extrair da bica, petiscos no enoturismo e prova técnica de azeite novo

2020

MAIO
19-20 -SYMPOSIUM SANGUE NA GUELRA 2020 Virgilio Martínez, do CENTRAL, em Lima, no Peru, é o primeiro nome confirmado

JUNHO
2 -THE WORLD'S 50 BEST RESTAURANTS 2020

SETEMBRO
12-13 -CHEFS ON FIRE 2020 – FOOD, FIRE & MUSIC Um festival em que os chefs cozinham exclusivamente com fogo durante mais de 24h. Ao fire pit e outras estruturas inéditas junta-se um cartaz de concertos, num projeto de slow cooking que celebra as origens da cozinha, bem como a simplicidade de esperar e de deixar que o tempo e o fogo cuidem dos alimentos


Últimos comentários



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D