Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A cozinha Libanesa de Joe Barza… no Conrad Algarve

por Raul Lufinha, em 04.11.16

Joe Barza

Joe Barza

Figura pública do mundo da cozinha e da televisão no Médio Oriente, Joe Barza é um celebrity chef libanês que se assume como embaixador da gastronomia e da cultura do seu país.

Dedicado à consultoria, é responsável pelo conceito de inúmeros restaurantes no mundo árabe. Incluindo o MARJAN, no Waldorf Astoria Ras al Khaimah, a uma hora de carro da cidade do Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. E também o OAK GRILL by Joe Barza do Conrad Cairo, no Egito, cuja assinatura é precisamente “modern lebanese cuisine”.

No Gourmet Culinary Extravaganza, do Conrad Algarve, para um almoço de churrasco no DADO Q, o BBQ do DADO, restaurante chefiado por Osvalde Silva e que fica no jardim, junto à segunda piscina do hotel, Joe Barza trouxe os sabores fortes da sua colorida cozinha libanesa, simultaneamente mediterrânica e árabe.

Destacando-se o atum, braseado e servido com especiarias shawarma, a trilogia de húmus e ainda o saboroso tabbouleh que Joe Barza segura na primeira fotografia deste post, um prato vegetariano com muitos legumes e ao qual o chef libanês acrescenta também a leveza da quinoa.

Nas sobremesas, a maior novidade eram umas bolachas tradicionais libanesas chamadas Maamoul, delicadas e saborosas, que se escondiam no fundo de um copo com gelado de baunilha, algodão doce e pistácio em pó.

Já a seleção vínica ficou por conta dos escanções António Lopes, Head Sommelier do Conrad Algarve, e Nuno Jorge, dos chocolates de vinho Cacao di Vine, que escolheram um espumante (Campolargo Bruto, feito na Bairrada com Bical, Arinto e Cerceal), três brancos (o Sauvignon Blanc Três Bagos 2015, num registo Novo Mundo, da Lavradores de Feitoria; o fresco Avesso 2013, da Covela; e o mineral e complexo Redoma Reserva 2015, da Niepoort), três tintos do Douro (o Quinta da Costa das Aguaneiras 2013, da Lavradores de Feitoria, cheio de fruta vermelha; o jovem e elegante Redoma 2014, da Niepoort; e o poderoso Quinta dos Murças Reserva 2010, do Esporão) e ainda dois licorosos, um Porto (o versátil Tawny Reserve da Quinta das Tecedeiras) e um Madeira (o Barbeito Boal Reserva Velha 10 anos, meio-doce mas com excelente acidez).

Joe Barza, Joachim Hartl (General Manager do Conrad Algarve), Osvalde Silva (chef do DADO)

Joe Barza, Joachim Hartl (General Manager do Conrad Algarve), Osvalde Silva (chef do DADO)

BBQ no DADO Q

BBQ no DADO Q

Sobremesas

Pudim de laranja, com a imagem de marca de Joe Barza / Maamoul

António Lopes e Nuno Jorge

António Lopes e Nuno Jorge

Os vinhos do almoço

Os vinhos do almoço

Nos jardins do Conrad, António Lopes e o Barbeito Boal Reserva Velha10 Anos

Nos jardins do Conrad, António Lopes e o Barbeito Boal Reserva Velha 10 Anos

 

Ver também:

Heinz Beck extravagante no Conrad Algarve

 

Joe Barza Culinary Consultancy

 

DADO

Hotel Conrad Algarve, Estrada da Quinta do Lago, Portugal

Chef Osvalde Silva

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:44

Enoturismo… na Herdade do Esporão

por Raul Lufinha, em 06.06.15

A Torre do Esporão

A Torre do Esporão

Na Herdade do Esporão, junto a Reguengos de Monsaraz, em pleno Alentejo…

… produzem-se alguns do melhores vinhos e azeites de Portugal.

Mas a herdade tem muito mais descobrir!

O Esporão é também um notável espaço de enoturismo…

… que se pode visitar…

… e onde inclusivamente, em dias especiais, também se pode passar a noite.

... com tempo

Para se estar… com tempo

Vida

Território…

A entrada para o restaurante

… com vida

Luz

Restaurante…

Contra-luz

… com vista para a vinha e para a albufeira

Mesa reservada

Mesa reservada na esplanada

Monte Velho branco

Vinhos frescos

Finger food

Finger food

Comida deliciosa

Fine dining meets Alentejo: cabeça de xara

Pedro Pena Bastos

Pedro Pena Bastos, o chef

Diferentes azeites

Prova de azeites

Teste

Teste de vinhos

Douro

O Esporão também é Douro: Quinta dos Murças

Late Harvest

Colheita tardia

Jardim

Muitos verdes…

Ao sol

… e biodiversidade

José Roquette

O fundador do Esporão é um rosto presente: José Roquette

Vinha da Bicicleta

Vinhas…

Vinhas

… a perder de vista

Adega dos Lagares

A abertura da porta…

Adega dos Lagares

… da Adega dos Lagares

Lagar de mármore

O enólogo Luís Patrão e um dos lagares de mármore

O vinho guarda-se

Pipas… e depósito de cimento

1267

Desde 1267

António Roquette

António Roquette…

horta biológica

… e a horta…

horta biológica

… biológica

cenouras

Cenouras

Loja

Loja…

Wine Bar

… e Wine Bar

Arte... e história

Esporão, arte… e história

Luís Patrão

Luís Patrão, o enólogo

Enoturismo

Herdade do Esporão, cada vez mais um projeto de Enoturismo

 

Ver também:

Pedro Pena Bastos, o novo chef da Herdade do Esporão

Almoço no restaurante... da Herdade do Esporão

Quando a única diferença entre dois vinhos é… o modo de produção

Frases que ficam #25: “Território com vida”

 

RESTAURANTE HERDADE DO ESPORÃO | Enoturismo Herdade do Esporão, Reguengos de Monsaraz, Portugal | Chef Pedro Pena Bastos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:56

Almoço no restaurante... da Herdade do Esporão

por Raul Lufinha, em 08.05.15

Restaurante da Herdade do Esporão

Restaurante com vista para a Albufeira da Caridade

Na Herdade do Esporão vive-se de acordo com o “Tempo da Terra”.

Na vinha e o olival…

… na adega e no lagar…

… e também à mesa.

Não apenas em termos de respeito pelos ciclos da Natureza…

… mas também porque há mesmo tempo.

Há tempo para parar…

… e para desfrutar do verde das vinhas...

... e do azul da albufeira.

Há tempo para começar o almoço…

… com um branco fresco na esplanada!

Monte Velho branco 2014

Monte Velho branco 2014

E para se irem trincando uns deliciosos snacks crocantes de cevada…

… com creme de miso…

… pérolas de maçã…

… e um foie gras finamente ralado, que traz à memória a famosa neve de foie gras de David Chang no MOMOFUKU KO.

Miso

Miso

Já à mesa…

… como estamos num espaço de enoturismo…

… o pão é de… vinho!

Pão... de vinho

À mesa, pão... de vinho

Sendo igualmente possível fazer uma prova…

… de vários azeites da Herdade do Esporão.

Esporão... também é azeite!

Degustação de azeites

Depois, para o segundo momento do menu ‘Tempo da Terra’…

… Pedro Pena Bastos preparou uma maravilhosa cabeça de xara…

… que trazia um sofisticado e certeiro apontamento, tão delicioso quanto improvável – alho preto.

Cabeça de xara

Cabeça de Xara

Acompanhado de um exclusivo do enoturismo da Herdade do Esporão, o Teste 2.1 – 100% Vermentino, produzido de acordo com as práticas agrícolas da produção biológica…

Teste 2.1

Esporão Teste 2.1

Depois, Pedro Pena Bastos cruza o Alentejo com sabores asiáticos.

Apresentando um peixe de água doce, o Lúcio-Perca…

… o extraordinário presunto de Barrancos com 40 meses de cura…

… e ainda o toque de actualidade do ramen.

Lúcio-Perca

Lúcio-Perca

Acompanhado do Teste 3.1 do Esporão.

O mesmo vinho que o anterior…

... mas em modo de produção integrada...

... para que os possamos comparar e confrontar – como é contado aqui.

Teste 3.1

Esporão Teste 3.1

A seguir, num magnífico prato de carne...

... mais do que os sabores do Alentejo...

... Pedro Pena Bastos mostra os sabores da Herdade do Esporão!

Complexo e poderoso…

… era um prato em que se destacava o cachaço de porco preto alentejano criado no montado da Herdade do Esporão, a desfazer-se na boca…

… um, maravilhosamente crocante, mil folhas de batata…

… e ainda o intenso jus, preparado com alho preto.

Já para não falar de uma emulsão feita com…

… borras de vinho licoroso da Herdade do Esporão!

Porco preto alentejano HE

Porco Preto HE

E que foi acompanhado por um elegante tinto do Douro, feito a partir de vinhas velhas...

… o Quinta dos Murças Reserva da colheita de 2010.

Esporão não é só Alentejo…!

Quinta dos Murças Reserva 2010

Quinta dos Murças Reserva tinto 2010

O grande nível do almoço continuou nas sobremesas.

Primeiro, com o sabor agridoce da tangerina num intenso granizado…

… acompanhado de um semifrio de camomila e mel…

… gel de leitelho…

…e ainda uns crocantes feitos de levedura e malte de cevada.

Camomila... e Tangerina!

Camomila

E a seguir, com uma saborosa beterraba amarela (!) desidratada…

… bolo de manteiga noisette…

… mousse de chocolate branco torrado…

… sorbet de alperce e hortelã…

… e ainda um delicioso gel de alperce seco.

Ah, e aquele polvilhado verde que se vê na fotografia…

… é pó de ervas e crisântemos!

Beterraba... amarela!

Beterraba Amarela

Acompanhado do Colheita Tardia de 2013 da Herdade do Esporão…

… 100% Semillon.

Late Harvest 2013

Late Harvest HE 2013

Por fim…

… o chocolate!

Chocolate

Chocolate

E a aguardente velha Magistra.

Magistra

Magistra

No regresso à esplanada do restaurante da Herdade do Esporão…

... a certeza de que estamos perante um projecto gastronómico de grande maturidade…

... e de enorme qualidade!

António Roquette

António Roquette, o responsável pelo Enoturismo da Herdade do Esporão

Estando o chef Pedro Pena Bastos a conjugar os sabores de sempre do Alentejo…

… com elementos novos ou improváveis – seja a neve de foie gras, o alho preto, o ramen, as borras, a levedura ou a beterraba amarela desidratada.

Uma cozinha extremamente interessante, porque se sentem estas duas forças, que levam os pratos mais longe.

Na verdade, o respeito pelo que a natureza dá a cada momento, o respeito pelo tempo da terra...

... não é um ponto de chegada, é apenas o ponto de partida!

Excelente!

Pedro Pena Bastos

… e o chef Pedro Pena Bastos

 

Ver também:

Pedro Pena Bastos, o novo chef da Herdade do Esporão

 

RESTAURANTE HERDADE DO ESPORÃO | Enoturismo Herdade do Esporão, Reguengos de Monsaraz, Portugal | Chef Pedro Pena Bastos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:03


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Agenda

NOVEMBRO
20 -GUIA MICHELIN ESPANHA & PORTUGAL 2020
21-23 -BELCANTO Menu ‘Tempi di Recupero Week’, iniciativa internacional de combate ao desperdício alimentar
22-23 -DÃO CAPITAL Os vinhos e os sabores do Dão à prova em Lisboa
22-24 -FESTA DO ESPUMANTE DE MELGAÇO Grande montra de espumantes à base da casta Alvarinho, diversidade de produtos regionais, sessões de show cooking com chefes Michelin e provas comentadas
23 -TORRE DE PALMA WINE HOTEL Filipe Ramalho celebra 5 anos de BASILII com 5 chefes: João Pinto (BASILII), Gonçalo Queiroz (ORIGENS, Évora), Michele Marques & Rúben Trindade (MERCEARIA GADANHA, Estremoz) e Leopoldo Garcia Calhau (TABERNA DO CALHAU, Lisboa)
23-24 -SABOREA LANZAROTE Festival internacional da cozinha do Atlântico Médio
Até 24 -QUINZENA GASTRONÓMICA DA AGUARDENTE DOC LOURINHÃ Pratos confecionados com Aguardente DOC Lourinhã, visitas à adega e muito mais
27 -CHEFE COZINHEIRO DO ANO Final nacional da 30.ª edição do maior concurso de cozinha para profissionais, em Portugal
28 -VOLUME ‘DJ Vínico’ António Maçanita e ‘Enólogo Musical’ Rui Vargas cruzando música e vinho na La Distillerie, em Lisboa
29 | 1/12 -MESAS BOHEMIA O restaurante da Pensão Borges, de Baião, viaja até Lisboa

DEZEMBRO
1 -ONCE UPON A KITCHEN Massimo Bottura OSTERIA FRANCESCANA + Mauro Colagreco MIRAZUR + Alex Atala D.O.M. + Antonio Bachour
3 -THE GRAND GELINAZ! SHUFFLE BELCANTO, ALMA, LOCO e PRADO participam no evento em que chefes de todo o mundo trocam receitas
4-5 -JOVEM TALENTO DA GASTRONOMIA 2019
14 -FÄVIKEN Último serviço
Até 14 -HERDADE DO ESPORÃO Programa da Campanha da Azeitona 2019: visita guiada ao lagar em funcionamento com prova de azeite acabado de extrair da bica, petiscos no enoturismo e prova técnica de azeite novo

2020

MAIO
19-20 -SYMPOSIUM SANGUE NA GUELRA 2020 Virgilio Martínez, do CENTRAL, em Lima, no Peru, é o primeiro nome confirmado

JUNHO
2 -THE WORLD'S 50 BEST RESTAURANTS 2020

SETEMBRO
12-13 -CHEFS ON FIRE 2020 – FOOD, FIRE & MUSIC Um festival em que os chefs cozinham exclusivamente com fogo durante mais de 24h. Ao fire pit e outras estruturas inéditas junta-se um cartaz de concertos, num projeto de slow cooking que celebra as origens da cozinha, bem como a simplicidade de esperar e de deixar que o tempo e o fogo cuidem dos alimentos


Últimos comentários


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D