Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Avillez segura Pratos Michelin de Lisboa

por Raul Lufinha, em 01.06.20

Fotografia: Grupo José Avillez

José Avillez reabre o BAIRRO com novos moradores

O início faseado da reabertura dos restaurantes do Grupo José Avillez traz novidades.

Para além da TABERNA e do PÁTEO estarem de volta, há dois novos moradores no BAIRRO DO AVILLEZ:

– a PIZZARIA LISBOA, no primeiro andar, onde inicialmente funcionou a CANTINA PERUANA de Diego Muñoz e também o pop-up do ACONCHEGO CARIOCA de Kátia Barbosa;

– e o MINI BAR, que deixa o Teatro São Luiz e irá reabrir em breve no espaço anteriormente ocupado pelo BECO - CABARET GOURMET.

O que significa, desde já, que José Avillez segura os seus três restaurantes na capital distinguidos com Prato Michelin 2020: TABERNA, PÁTEO e MINI BAR.

Prescindindo, assim, do BECO - CABARET GOURMET, um restaurante que manifestamente não caiu nas boas graças do Guia Michelin.

E mantendo, pelo menos por agora, os restantes restaurantes do grupo fechados – incluindo o MINI BAR no Porto (também Prato Michelin) e o emblemático BELCANTO, com 2** Michelin e n.º 42 do mundo.

Uma estratégia distinta da seguida por Rui Paula, que optou por reabrir os seus três restaurantes em simultâneo: CASA DE CHÁ DA BOA NOVA (2** Michelin), DOP (Prato Michelin) e DOC (Prato Michelin).

E uma estratégia igualmente diferente da reabertura gradual adotada pelo grupo do outro duas estrelas de Lisboa, a qual culminou no regresso do ALMA, de Henrique Sá Pessoa. Já quanto aos Pratos Michelin da Plateform, Rui Sanches também reabriu o TAPISCO, mas manteve encerrado o PESCA, de Diogo Noronha.

Fotografia: Grupo José Avillez

Ver também:

 

BAIRRO DO AVILLEZ
Rua Nova da Trindade, 18, Lisboa, Portugal
Chef José Avillez

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:48

No PÁTEO… do BAIRRO DO AVILLEZ

por Raul Lufinha, em 09.10.16

José Avillez

José Avillez

Ultrapassada a zona da TABERNA DO AVILLEZ, à entrada do BAIRRO, chegamos ao amplo e luminoso PÁTEO, um segundo espaço de restauração do BAIRRO DO AVILLEZ que funciona de forma mais convencional, estando aberto para almoços e jantares e aceitando reservas.

Instalação de Joana Astolfi

Instalação de Joana Astolfi

Para começar, o chamado ‘Serviço de Pão’ inclui pão de azeitonas, broa de milho e pão alentejano, bem como azeitonas galegas marinadas e, ainda, duas manteigas, uma clássica, dos Açores, e outra fumada.

‘Serviço de Pão’

‘Serviço de Pão’

Depois, da carta, provou-se o atum marinado com molho picante e cebolinho.

Muito bom!

Atum marinado com molho picante e cebolinho

Atum marinado com molho picante e cebolinho

E, a seguir, a junção da sapateira com as algas.

Recheio de sapateira, pickles de algas e coração de alface

Recheio de sapateira, pickles de algas e coração de alface

Bem como as gambas, com alho e malagueta, num registo suavemente picante.

Gambas com alho e malagueta

Gambas com alho e malagueta

Continuando com o marisco, provou-se o saboroso carabineiro, grelhado nas brasas e servido com molho do BAIRRO.

Carabineiro grande grelhado, com molho do BAIRRO (duas unidades)

Carabineiro grande grelhado, com molho do BAIRRO (duas unidades)

A acompanhar a corvina, um escabeche de legumes e gengibre.

Bem como umas deliciosas migas de linguiça, que podem também ser pedidas sozinhas do outro lado do BAIRRO, na TABERNA.

Corvina com migas

Corvina com migas

Para terminar, uma grande sobremesa!

Num registo mais próximo do que José Avillez faz no BELCANTO, a surpresa de um falso maracujá!

‘Maracujá’ com sorvete de coco

‘Maracujá’ com sorvete de coco

Ora, para acompanhar esta que é a mais emblemática sobremesa do PÁTEO DO AVILLEZ, o escanção Nuno Oliveira preparou já na mesa um ótimo cocktail, com apenas dois ingredientes: espumante 3B Blanc de Blancs de Filipa Pato e licor de flor de sabugueiro St. Germain.

Refrescante e floral, funcionou muito bem!

Cocktail preparado por Nuno Oliveira

Cocktail preparado por Nuno Oliveira

Cocktail preparado por Nuno Oliveira

Cocktail preparado por Nuno Oliveira

Da decoração do PÁTEO, para além da luminosidade do espaço, destaca-se a instalação de Joana Astolfi intitulada ‘As paredes têm ouvidos’.

Instalação de Joana Astolfi

Instalação de Joana Astolfi

Instalação de Joana Astolfi

Muito obrigado também à Sara Avelino.

 

Ver também:

Na TABERNA… do BAIRRO DO AVILLEZ

Fotografias: Raul Lufinha e Marta Felino

BAIRRO DO AVILLEZ – PÁTEO | Rua Nova da Trindade, 18, Lisboa, Portugal | Chef José Avillez

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:57


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D