Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Na cerimónia dos Preferidos 2013 do blog Mesa Marcada, de Duarte Calvão e Miguel Pires

por Raul Lufinha, em 22.01.14

Duarte Calvão e Miguel Pires

Duarte Calvão dirigindo-se à assistência...

... e alternando o anúncio dos vencedores com Miguel Pires

José Avillez chamado ao palco...

... para receber o prémio de Restaurante Preferido, atribuído ao BELCANTO...

... e para ser felicitado por Maria de Lourdes Modesto

O Mesa Marcada com José Avillez, Chefe e Restaurante Preferidos 2013...

... e com Paulina Mata 

Miguel Pires, Vítor Claro (Prémio Destaque), José Avillez (Prémios Chefe e Restaurante Preferidos), Carlos Lucas (Idealdrinks), Esmeralda Fetahu (VESTIGIUS), Duarte Calvão

Maria de Lourdes Modesto

Aqui fica uma recordação da cerimónia de anúncio dos dez restaurantes e chefes preferidos do blog Mesa Marcada, de Duarte Calvão e Miguel Pires, em 2013, que decorreu no wine bar VESTIGIUS, em Lisboa.

 

Ver também:

José Avillez, o preferido de 2013

 

Fotografias: Marta Felino / Flash Food

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:12

Livros #26: Virgílio Gomes e as grandes maravilhas da cozinha portuguesa

por Raul Lufinha, em 13.11.13

Virgílio Gomes...

O novo livro do gastrónomo e investigador Virgílio Gomes é uma viagem pelas grandes maravilhas da cozinha portuguesa.

E embora tenha os “Petiscos” no título, esse é apenas o ponto de partida para um roteiro gastronómico bem mais amplo.

... autografando o seu novo livro

Na verdade, continua pelas Entradas e pelo Pão; avança para as Sopas e Caldos; segue até às Açordas, Migas e Ovos; vai depois para os Peixes, Mariscos e Caldeiradas; segue para o Bacalhau, Polvo e Moluscos; continua pelo Arroz e Feijoadas; passa para as Carnes; e termina com a Doçaria.

Virgílio Gomes e Maria de Lourdes Modesto

Mas Virgílio Gomes não se ficou por aqui, pois imprimiu ainda um cunho culinário ao seu novo livro, com a inclusão de vinte e uma receitas.

A apresentação esteve a cargo de Maria de Lourdes Modesto e Simonetta Luz Afonso

Editado pela Marcador, a apresentação do “Tratado do Petisco e das Grandes Maravilhas da Cozinha Nacional” decorreu na Sala do Arquivo da Câmara Municipal de Lisboa.

 

Fotografias: Marta Felino / Flash Food

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:19

Influentes na Gastronomia… e em Portugal

por Raul Lufinha, em 03.03.13

No Verão passado, o Expresso chegou à surpreendente conclusão de que a Gastronomia não tinha influência em Portugal – nas 100 personalidades consideradas as mais influentes do país em 2012, o jornal não identificou sequer uma pessoa ligada ao universo gastronómico.

Agora, numa edição especial dedicada à Gastronomia, a Fugas – revista que acompanha o jornal Público ao sábado – abordou o tema sob uma perspectiva diferente, tendo escolhido as 20 personalidades mais influentes na Gastronomia em Portugal.

Para Alexandra Prado Coelho, Fortunato da Câmara, José Augusto Moreira e Miguel Pires, estas 20 personalidades são, por ordem alfabética: Aimé Barroyer (chef), Dieter Koschina (chef), Duarte Calvão (divulgador), Fernando Melo (jornalista), Hans Neuner (chef), Henrique Sá Pessoa (chef), José Avillez (chef), José Bento dos Santos (divulgador), José Cordeiro (chef), José Quitério (crítico), Ljubomir Stanisic (chef), Maria de Lourdes Modesto (divulgadora), Paulina Mata (professora), Paulo Amado (editor), Pedro Nunes (chef), Ricardo Costa (chef), Rui Paula (chef), Virgílio Gomes (divulgador), Vítor Matos (chef) e Vítor Sobral (chef).

Há escolhas óbvias e consensuais; há escolhas mais discutíveis; e há nomes que gostaríamos de ver e não constam – mas com as listas é sempre assim, a escolha diz sempre mais sobre quem escolhe do que sobre quem é escolhido.

Contudo, o que é relevante é que seguramente meia dúzia destes nomes entram de caras não apenas para a lista das pessoas mais influentes na Gastronomia em Portugal mas também… para a lista das personalidades mais influentes em Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Porque é que no Japão não há tempura de carne?

por Raul Lufinha, em 16.03.12
 

Maria de Lourdes Modesto, no livro que reúne as suas crónicas para o Diário de Notícias (Palavra Puxa Receita, Verbo, 2005), conta-nos porque é que ainda hoje os japoneses fazem a tempura com peixes, mariscos e legumes mas não com carne:

"Tempura é a maneira japonesa de dizer Têmpora. Sou toda admiração perante aqueles peixes, mariscos e legumes envoltos naquela espécie de neve frita! E pensar que fomos nós, portugueses, que fazemos aqueles peixinhos da horta a lembrar pastilha elástica, que os iniciámos na arte de fritar!

 

A tempura é uma das marcas mais persistentes da nossa presença no Japão. Até ao século XVI, o século que foi chamado de cristão pela chegada dos missionários jesuítas ao Japão, desconhecia-se ali o método de cozer os alimentos numa gordura.

 

Os portugueses utilizavam a fritura com polme por altura das Têmporas, época de penitência, oração e acção de graças pelos frutos da terra, no início de cada estação do ano [e em que praticavam o jejum e a abstinência de carne].

 

Hoje os japoneses comem tempura o ano todo, mas associam-na ainda à Páscoa [e à abstinência de carne]. Ainda hoje a carne não faz parte da tempura. Apenas peixe, mariscos e vegetais."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Agenda

26 a 28/6 MUST - Fermenting Ideas
28/6 Hello Summer Wine Party Lisboa
28 a 30/6 Mesas Bohemia ASSEMBLEIA, de Arouca, em Lisboa
29/6 Hello Summer Wine Party Porto
3 e 4/7 CAISDAVILLA Curso de iniciação à prova de vinhos com João Paulo Martins
6/7 Quinta do Sanguinhal Open Day
12/7 COMPORTA CAFÉ Alexandre Silva FOGO
14/9 Chefs on Fire
14 e 15/9 Wine & Music Valley
26/9 EGOÍSTA Abade de Priscos, Jantar Rei D. Luís
14/11 EGOÍSTA Infante D. Henrique, Plano Conquista Ceuta
1/12 Once Upon a Kitchen
14/12 FÄVIKEN último serviço


Últimos comentários

  • Raul Lufinha

    Chegar mais cedo costuma resultar, o ideal é chega...

  • Anónimo

    É preciso é que quem toma conta da sala esteja bem...

  • MJP

    Conheço a Noélia há muitos, muitos anos (quando, a...

  • thenotsogirlygirl

    uau! olha vou para tavira de ferias no final de ju...

  • Raul Lufinha

    Saúde! :-)

  • Anónimo

    Olá Bebi hoje em Idanha a Velha, um vinho vosso, p...

  • Raul Lufinha

    É sempre bom haver anónimos que assinam! ;-)

  • Anónimo

    Gostei de assinar o contrarrótulo...

  • Raul Lufinha

    Sim, são pratos muito gulosos!

  • Tudo Mesmo

    Tem um ar delicioso. Faz fome!


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D