Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Os três momentos de João Oliveira na estreia do GUSTO da Rota das Estrelas

por Raul Lufinha, em 25.06.18

João Oliveira e Heinz Beck

João Oliveira e Heinz Beck

O GUSTO e o VISTA – ambos no Algarve, um na Quinta do Lago, o outro na Praia da Rocha – foram as duas únicas novas estrelas Michelin portuguesas do guia de 2018.

Tendo sido, pois, muito interessante a circunstância de, para a estreia do GUSTO na Rota das Estrelas, Heinz Beck ter igualmente convidado o chef do VISTA, João Oliveira.

Desde logo, por ser a primeira vez que estão presentes num mesmo jantar os chefes das duas novas estrelas deste ano.

E ainda porque curiosamente João Oliveira também já tinha cozinhado na estreia do BON BON na Rota da Estrelas, em 2016, então com Rui Silvestre.

De modo que, neste jantar tão especial, em que João Oliveira se juntou a um alinhamento que incluía o chef anfitrião e Ricardo Costa do THE YEATMAN, à responsabilidade do chef do restaurante do Hotel Bela Vista, que em 2016 já era uma «Estrela à VISTA», ficou então um snack, uma entrada e o prato de peixe.

 

1 – SNACK

Mini tarte

Mini tarte

Ainda antes da chegada à mesa, João Oliveira apresentou uma fresca e saborosa mini tarte bite-size, muito rica de vegetais e plena de sabor a mar.

Para a qual depois Nelson de Matos, Head Mixologist do GUSTO, criou um cocktail à base de vinho branco da casta Arinto, ao qual juntou essência de mel de flor-de-laranjeira, Schweppes Tónica Matcha, uma folha de azeda e, por fim, no momento do serviço, um ar de salicórnia e aneto.

E que vinha acompanhado por uma amanteigada esfera de cacau aromatizada com tangerina, criada por Rui Mota, tendo no topo uma folha de aneto e um micro churro de pimentão-doce.

Nelson de Matos

Nelson de Matos

Ar de Salicórnia e Aneto

Ar de Salicórnia e Aneto

Cocktail de Vinho Branco + Esfera de Tangerina

Cocktail de Vinho Branco + Esfera de Tangerina

Mini Tarte (João Oliveira) + Cocktail de Vinho Branco (Nelson de Matos) + Esfera de Tangerina (Rui Mota)

Mini Tarte (João Oliveira) + Cocktail de Vinho Branco (Nelson de Matos) + Esfera de Tangerina (Rui Mota)

 

2 – ENTRADA

João Oliveira

Heinz Beck

João Oliveira

João Oliveira

Já na mesa, chegou a entrada que João Oliveira trouxe do VISTA.

Uma composição de vieiras, que jogava com as texturas e em que sobressaíam os sabores fortes do chouriço e da bottarga.

Vieiras | Chouriço de Porco Alentejano | Aipo | Bottarga

Vieiras | Chouriço de Porco Alentejano | Aipo | Bottarga

Vieiras | Chouriço de Porco Alentejano | Aipo | Bottarga

Para acompanhar esta entrada de João Oliveira, o Diretor de Vinhos do Conrad Algarve, Miguel Martins, escolheu um rosé de Pinot Noir da Bairrada, o Principal Rosé Tête de Cuvée, de 2012.

Um vinho muito gastronómico, que no “Culinary Extravaganza” do Conrad Algarve de 2017 Miguel Martins já tinha utilizado, também com sucesso, para acompanhar o memorável prato de carabineiro, salsa, lardo e caracóis de Juan Amador.

Principal Rosé Tête de Cuvée 2012

Principal Rosé Tête de Cuvée 2012

 

3 – CARNE

João Oliveira

João Oliveira

João Oliveira

João Oliveira

João Oliveira

Ficou por conta de João Oliveira o prato de carne do jantar da Rota das Estrelas a seis mãos, no GUSTO, com Heinz Beck e Ricardo Costa.

Tendo o chef do VISTA trazido até ao Conrad a sua deliciosa homenagem ao estaladiço Leitão da Bairrada.

Que tinha um ovo escondido!

E que vinha acompanhado de cogumelos, espinafres, trufas de verão e ainda de queijo São Jorge em diversos registos, incluindo um guloso molho servido já na mesa!

Leitão da Bairrada | Ovo | Cogumelos | Espinafre | Queijo de S. Jorge | Trufas de Verão

Leitão da Bairrada | Ovo | Cogumelos | Espinafre | Queijo de S. Jorge | Trufas de Verão

Leitão da Bairrada | Ovo | Cogumelos | Espinafre | Queijo de S. Jorge | Trufas de Verão

Ora, para o leitão de João Oliveira, Miguel Martins resolveu arriscar um branco de guarda do Dão.

Tendo escolhido o Branco Especial da Quinta dos Carvalhais, da Sogrape, engarrafado em 2017.

Um lote sem ano de colheita, porquanto são utilizados vinhos de várias vindimas – neste caso, 2005, 2006 e 2009.

E que tem em média 10 anos de estágio em barricas usadas de carvalho.

Já quanto às castas, as três principais variedades utilizadas pela enóloga Beatriz Cabral de Almeida foram Encruzado (40%), Gouveio (30%) e Semillon (18%).

Servido decantado, estava denso, mostrando-se austero no nariz e apresentando na boca uma acidez viva, fruta madura e ainda os aromas terciários da década que passou em barrica, tendo-se revelado uma excelente escolha – estava elegante e muito equilibrado, com a madeira muito bem integrada, complexo, gordo e com um final longo e fresco.

Com efeito, ligou muito bem não apenas com a carne – estes brancos mais velhos do Dão acompanham muito bem pratos de carne intensos – mas também com os verdes, com o ovo e, naturalmente, com o queijo.

Miguel Martins e Quinta dos Carvalhais Branco Especial Engarrafado 2017

Miguel Martins e Quinta dos Carvalhais Branco Especial Engarrafado 2017

Miguel Martins e Quinta dos Carvalhais Branco Especial Engarrafado 2017

 

(fim)

 

Ver também:

 

VISTA

Bela Vista Hotel & Spa, Av. Tomás Cabreira, Praia da Rocha, Portimão, Portugal

Chef João Oliveira

 

GUSTO by Heinz Beck

Conrad Algarve, Estrada da Quinta do Lago, Portugal

Chef Heinz Beck, Chef Residente Daniele Pirillo, Wine Director Miguel Martins, Head Mixologist Nelson de Matos

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:54

Os três momentos de Ricardo Costa na estreia do GUSTO na Rota das Estrelas

por Raul Lufinha, em 19.06.18

Heinz Beck e Ricardo Costa

Ricardo Costa e Heinz Beck

Ricardo Costa e Heinz Beck

Ricardo Costa, chef do THE YEATMAN, restaurante com duas estrelas Michelin e uma deslumbrante vista sobre a cidade do Porto, juntou-se ao anfitrião Heinz Beck (LA PERGOLA, 3***, Roma) e a João Oliveira (VISTA, 1*, Portimão) para o jantar de estreia do GUSTO na Rota das Estrelas, tendo apresentado um snack, uma entrada e ainda o prato de peixe.

 

1 – SNACK

Tomate

Tomate

Ainda antes da chegada à mesa, Ricardo Costa trouxe o sabor fresco do tomate num extraordinário snack para comer com colher e para o qual Nelson de Matos, Head Mixologist do GUSTO, criou um cocktail com Porto branco – o Taylor's Chip Dry –, essência de aipo, limão, açúcar, Schweppes Tónica Pimenta Rosa e uma folha de “dinamite”, acompanhado por um pequeno copo com gaspacho clarificado, que era para juntar ao Porto e que tinha no topo uma “pedra” de tinta de choco fumada para comer à mão, da responsabilidade de Rui Mota.

Porto Branco & Aipo + Gaspacho Clarificado

Porto Branco & Aipo + Gaspacho Clarificado

 

2 – ENTRADA

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Ricardo Costa trouxe do THE YEATMAN uma entrada de sabores fortes e intensos, como é característico da sua entusiasmante cozinha – chocos com enguia fumada e frita, aos quais depois ainda junta soro de leite e levedura frita.

Excelente!

Chocos | Soro de Leite | Levedura Frita | Enguia Frita

Chocos | Soro de Leite | Levedura Frita | Enguia Frita

Para acompanhar esta entrada de Ricardo Costa, o Diretor de Vinhos do Conrad Algarve, Miguel Martins, escolheu um branco com madeira do Alentejo que funcionou muito bem, o Baron de B Reserva de 2016 da Herdade da Calada, 100% Antão Vaz – e que trouxe à memória a prova, com o enólogo Eduardo Cardeal, do da colheita de 2012.

Baron de B Reserva branco2016

Baron de B Reserva branco2016, da Herdade da Calada

 

3 – PEIXE

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Ficou por conta de Ricardo Costa o prato de peixe do jantar da Rota das Estrelas a seis mãos no GUSTO, com Heinz Beck e João Oliveira.

Tendo o chef do THE YEATMAN mantido o seu registo de sabores fortes e poderosos.

De modo que, dando seguimento aos tortellini com lulas, plâncton e frutos do mar do momento imediatamente anterior, que tinha sido da responsabilidade de Heinz Beck, Ricardo Costa apresentou a seguir um saboroso e intenso sargo, ao qual depois juntou ainda mais mar – algas, ostras, percebes, lavagante… e também o caldo da caldeirada, cujo sabor, aliás, trouxe à memória a “Caldeirada Nacional” do chef aveirense.

Excelente!

Sargo | Algas Marinhas | Ostras | Caldeirada

Sargo | Algas Marinhas | Ostras | Caldeirada

Com todo este mar, Miguel Martins escolheu para companhia do prato de Ricardo Costa mais um branco com madeira, desta vez 100% Encruzado de vinhas velhas do Dão – o excelente Druida Reserva de 2016, muito mineral e austero mas também bastante complexo, o qual ligou muito bem com o mar do sargo, das algas, do marisco e da caldeirada.

Miguel Martins e o Druida Reserva branco 2016

Druida Reserva branco 2016

Miguel Martins e o Druida Reserva branco 2016

 

(continua)

 

Ver também:

 

THE YEATMAN

The Yeatman Hotel, Rua do Choupelo, 250, Vila Nova de Gaia, Portugal

Chef Ricardo Costa

 

GUSTO by Heinz Beck

Conrad Algarve, Estrada da Quinta do Lago, Portugal

Chef Heinz Beck, Chef Residente Daniele Pirillo, Wine Director Miguel Martins, Head Mixologist Nelson de Matos

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:27

Os quatro momentos de Heinz Beck na estreia do GUSTO na Rota das Estrelas

por Raul Lufinha, em 14.06.18

Heinz Beck, o anfitrião

Heinz Beck, o anfitrião

Heinz Beck, o chef alemão do 3*** LA PERGOLA de Roma, assinou quatro momentos no histórico jantar de estreia do seu GUSTO na Rota das Estrelas – um snack, uma entrada, uma pasta e uma sobremesa.

 

1 – SNACK

Cavala

Cavala

Tudo começou ainda antes da chegada à mesa, com Heinz Beck a apresentar os sabores marinhos da cavala e das algas em versão bite-size, ligados por uma fresca maionese de yuzu.

Snack para o qual Nelson de Matos – Head Mixologist do GUSTO que na semana seguinte triunfou no World Class Iberia 2018 – criou um cocktail com vermute branco, ginger ale premium da Schweppes, lima-kaffir e uma folha de huacatay, acompanhado por um marshmallow frio de framboesa, com gel de yuzu e salicórnia no topo, assinado por Rui Mota.

Vermute & Ginger Ale

Vermute & Ginger Ale

 

2 – ENTRADA

Heinz Beck

Heinz Beck

Heinz Beck

Heinz Beck

Heinz Beck

IMG_2915.JPG

Heinz Beck

Já na mesa, o jantar da estreia do GUSTO na Rota das Estrelas abriu com uma criação que Heinz Beck trouxe do novo menu do LA PERGOLA.

São legumes da Primavera – muitos – aos quais o chef alemão junta camarão e guanciale, finalizando depois o prato na mesa com uma infusão de ervilhas.

Um grande momento, que representa tudo aquilo que a cozinha de Heinz Beck é.

Imenso sabor.

Elegância e equilíbrio.

Jogo de texturas.

Jogo de temperaturas.

E cor, imensa cor.

Excelente!

Legumes da Primavera com camarão e guanciale

Legumes da Primavera com camarão e guanciale

Legumes da Primavera com camarão e guanciale

Legumes da Primavera com camarão e guanciale

Para acompanhar os Legumes da Primavera de Heinz Beck, o Diretor de Vinhos do Conrad Algarve, Miguel Martins, surpreendeu com a escolha de um… tinto!

Com efeito, apesar dos muitos verdes e do camarão, o sommelier arriscou ir à procura dos sabores mais terrosos do prato e também do sabor intenso da carne de porco.

Tendo também ajudado à escolha do pairing que Heinz Beck tivesse incluído na primaveril composição uma mousse de beterraba que fez com… vinho tinto!

Porém, foi um risco controlado, pois Miguel Martins escolheu um tinto leve e com imensa frescura, a segunda edição do complexo e polido Poeirinho que Dirk Niepoort faz na Bairrada a partir da casta Baga – o primeiro nasceu da vindima de 2012, este era de 2013.

Um vinho que permite (e suporta) harmonizações diferentes e fora do habitual – aliás, ainda está na memória o extraordinário jantar de tributo a Dieter Koschina do Tributo a Cláudia de 2015, com 20 alumni do mestre a cozinharem no Vila Joya e em que este mesmo Poeirinho de 2013 foi a escolha do sommelier Arnaud Vallet para acompanhar os aromas trufados da couve-rábano de Michael Wolf e também o tamboril com trufa negra de Siggi Tschurtschenthaler.

Aqui, servido por Miguel Martins a uma excelente temperatura, levemente refrigerado, voltou a funcionar muitíssimo bem, desta vez com a complexa criação de Heinz Beck.

Foi uma grande escolha!

Poeirinho tinto 2013

Poeirinho tinto 2013

 

3 – PASTA

Heinz Beck

Heinz Beck

Heinz Beck

IMG_3034.JPG

Heinz Beck

Heinz Beck

Num menu de degustação de Heinz Beck, há sempre duas situações que são garantidas – uma, é a de que vai existir um momento de pasta; a outra, é a de que essa pasta será um dos pontos altos da refeição.

E assim foi!

Com efeito, o chef alemão, que já tinha começado o jantar com um snack de cavala e algas e que depois resolveu juntar camarão aos legumes da Primavera, aqui foi ainda mais longe nos sabores marinhos e apresentou uns tortellini extremamente ricos e complexos, que só sabiam a mar!

Tinha, aliás, tanto mar que até nos esquecíamos de que o ponto de partida do prato eram precisamente os... tortellini!

Excelente!

Tortellini com lulas, plâncton e frutos do mar

Tortellini com lulas, plâncton e frutos do mar

Tortellini com lulas, plâncton e frutos do mar

Tortellini com lulas, plâncton e frutos do mar

Ora, com tanto sabor a mar, Miguel Martins escolheu, para companhia da pasta de Heinz Beck, um extraordinário branco dos Açores, o vulcânico Muros de Magma de Anselmo Mendes, da colheita 2015, 100% Verdelho dos Biscoitos, na ilha Terceira, pleno de acidez e salinidade, e que também seduz pela sua estrutura.

Grande pairing!

Miguel Martins e o Muros de Magma branco 2015

Muros de Magma branco 2015

Miguel Martins e o Muros de Magma branco 2015

 

4 – SOBREMESA

Dall’armellina all’albicocca

Dall’armellina all’albicocca

Por fim, também a sobremesa do jantar de estreia do GUSTO na Rota das Estrelas ficou por conta de Heinz Beck.

Tendo o chef do único 3*** de Roma apresentado um elegante semifrio de alperce, ao qual juntou ainda amêndoas, num delicioso pó e caramelizadas, bem como um gelado de avelã.

Já Miguel Martins sugeriu uma harmonização por semelhança, ao propor um colheita tardia de Petit Manseng, pleno de notas de alperce.

O qual acompanhou igualmente as mignardises do GUSTO.

E também a – já habitual na Rota das Estrelas – ida à sala da equipa de cozinha que encerra o jantar, desta vez com a novidade de ser liderada por Heinz Beck.

Petit Manseng Late Harvest 2016

Petit Manseng Late Harvest 2016

Mignardises

Mignardises

Heinz Beck liderando a equipa de cozinha que no final veio à sala

Heinz Beck, com Ricardo Costa (THE YEATMAN) e João Oliveira (VISTA), liderando a equipa de cozinha que veio à sala no final do jantar de estreia do GUSTO na Rota das Estrelas

 

(continua)

 

Ver também:

 

GUSTO by Heinz Beck

Conrad Algarve, Estrada da Quinta do Lago, Portugal

Chef Heinz Beck, Chef Residente Daniele Pirillo, Wine Director Miguel Martins, Head Mixologist Nelson de Matos

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:04

Rota das Estrelas, 1.ª vez no GUSTO by Heinz Beck

por Raul Lufinha, em 05.06.18

João Oliveira, Heinz Beck, Ricardo Costa

João Oliveira, Heinz Beck, Ricardo Costa

O dia quatro de junho foi um dia histórico para o Conrad Algarve.

Com efeito, no seguimento da atribuição de uma estrela Michelin ao GUSTO na edição de 2018 do guia encarnado, o restaurante mais gastronómico do resort da Quinta do Lago recebeu pela primeira vez o festival gastronómico Rota das Estrelas.

Heinz Beck, o chef do único tri-estrelado de Roma e que – entre Itália, Portugal e o Japão – lidera no total sete estrelas Michelin, foi o anfitrião da noite.

Tendo tido a seu lado Ricardo Costa, do THE YEATMAN, em Gaia, com duas estrelas.

E também João Oliveira, do VISTA, em Portimão, com uma.

Ou seja, para além de ter sido a estreia do GUSTO na Rota das Estrelas, o jantar foi ainda mais especial por ter sido igualmente a primeira vez que estiveram juntos num mesmo evento os dois novos estrelas Michelin portugueses de 2018, GUSTO e VISTA.

Em destaque estiveram ainda os cocktails de Nelson Matos, Head Bartender do GUSTO.

E também os vinhos selecionados por Miguel Martins, Wine Director do Conrad Algarve.

(continua)

A sala e a cozinha aberta do GUSTO

A sala e a cozinha aberta do GUSTO

 

Ver também:

 

GUSTO by Heinz Beck

Hotel Conrad Algarve, Estrada da Quinta do Lago, Portugal

Chef Heinz Beck, Chef Residente Daniele Pirillo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:27

LA PERGOLA de Heinz Beck, o único três estrelas de Roma

por Raul Lufinha, em 26.04.18

Heinz Beck na cozinha do LA PERGOLA

Heinz Beck na cozinha do LA PERGOLA

O lendário chef Heinz Beck lidera o LA PERGOLA desde o incrível ano de 1994, tendo feito do restaurante um autêntico templo gastronómico de referência mundial.

Fica no último piso do Rome Cavalieri – resort da cadeia Waldorf Astoria com uma deslumbrante vista sobre a cidade de Roma e o Vaticano.

E foi o primeiro restaurante da capital italiana a receber três estrelas Michelin.

Continuando aliás – ininterruptamente desde 2005 – a ser o único!

De facto, o requintado LA PERGOLA é uma experiência multissensorial absolutamente inesquecível, que os quatro meses entretanto decorridos só vieram reforçar.

Com efeito, Heinz Beck consegue conjugar, com uma notável mestria, os sabores puros e intensos da sua cozinha, sempre muito bem definidos – será o rigor alemão? – com uma desconcertante leveza e elegância, para a qual também contribuem os seus delicados jogos de cores, texturas, temperaturas, aromas e sons, criando verdadeiras obras de arte.

De tal forma que, a partir de Itália, Heinz Beck tem tido a possibilidade de abrir restaurantes com a sua assinatura de qualidade e elegância um pouco por todo o mundo, do Médio Oriente e do Japão aos Estados Unidos, passando pela própria Europa – e inclusivamente em Portugal, com o recém estrelado GUSTO do Conrad Algarve.

Embora seja naturalmente à mesa do LA PERGOLA que a cozinha de Heinz Beck atinge todo o seu esplendor!

 

Snacks

Snacks | Para começar, três snacks que marcam o estilo de Heinz Beck: sabores fortes; imensa elegância e delicadeza! Primeiro, sobre uma saborosa esponja de salsa, beterraba branca e coco. Depois, sobre massa brick, beringela e lula. E, por fim, um sabor brutal a queijo num poderoso gnocco de Parmesão, com molho de carne de vitela no topo.

 

Pão

Pão | Entretanto chega o carrinho com o pão. Que é fatiado no momento – sendo memorável o crocante som do pão fresco a ser cortado na sala, mesmo ao nosso lado! E que vem acompanhado de uma manteiga de vaca, de azeite biológico (cuja garrafa foi aberta no momento e decantada) e, ainda, de uma rara e colorida seleção de sais marinhos.

 

Amuse-bouche

Amuse-bouche | Antes da entrada no menu propriamente dito, uma composição muito leve de Heinz Beck, que sabe (e cheira) a mar e a citrinos, demonstrando também a grande preocupação do chef alemão com as texturas. Tem cavala, um saboroso e crocante sortido de cereais antigos (nomeadamente espelta e farro), uma cítrica e sedosa maionese de laranja e, ainda, algas estaladiças! Excelente!

 

IMG_8313.JPG

Composition of duck foie gras with chestnuts and figs | Foie gras, mas não no registo mais comum! Aqui surge em creme, em pó e em pérolas geladas, num extraordinário prato do LA PERGOLA que Heinz Beck já tinha trazido dois meses antes ao “Michelin Dining Experience” do segundo dia do “Culinary Extravaganza” do Conrad Algarve (comprovando, aliás, o grande nível do festival). Imenso sabor, sabores fortes e intensos! E, ao mesmo tempo, elegância, leveza, cor, texturas! Excelente!

 

Smoked scallop tartare and red beet shell

Smoked scallop tartare and red beet shell | Cor e leveza, num minimalista e emblemático prato de Heinz Beck! Apenas o saboroso e extremamente untuoso tártaro de vieira fumada, mais a recriação das suas conchas em dois crocantes de beterraba! Fabuloso!

 

Autumn garden

Autumn garden

Autumn garden

Autumn garden | Mais um prato do LA PERGOLA que Heinz Beck levou ao último festival gastronómico do GUSTO! Toda a complexidade dos sabores do fim do outono, bem como as suas cores e texturas! Sendo depois finalizado na mesa com um apurado – e aromático – consommé de cogumelos porcini! Memorável!

 

Tagliolini with black salsifies, chives and with truffle from Alba

Tagliolini with black salsifies, chives and with truffle from Alba

Tagliolini with black salsifies, chives and with truffle from Alba

Tagliolini with black salsifies, chives and with truffle from Alba | Os menus de Heinz Beck têm sempre um momento de pasta! Este, tão simples, tão elegante e tão saboroso, era apenas a massa, um molho de salsify negra, cebolinho fresco e o inebriante perfume da trufa branca de Alba, generosamente ralada à mesa! Excelente!

 

Scampo in spicy ‘nduja crust with aubergine pureé and infusion of smoked tuna

Scampo in spicy ‘nduja crust with aubergine pureé and infusion of smoked tuna

Scampo in spicy ‘nduja crust with aubergine pureé and infusion of smoked tuna

Scampo in spicy ‘nduja crust with aubergine pureé and infusion of smoked tuna | Assim que chega o prato, o primeiro impacto é o da cor! Branco e laranja! E depois sobressaem as texturas, igualmente bastante diferentes do habitual! Na verdade, com Heinz Beck o dar texturas adicionais a um prato não é apenas, como muitas vezes se vê, juntar um elemento crocante. Aliás, aqui não há qualquer crocante! Apenas um creme de beringela e pinhões debaixo do pó (branco) de plâncton. E depois o lagostim – muito saboroso, quase cru – completamente escondido sob uma delicada crosta trabalhada com Nduja, o picante salame da Calabria. Sendo depois o prato finalizado na mesa com um consommé de atum fumado que, apesar de líquido, tinha uma estrutura densa e gelatinosa! Excelente!

 

Red mullet with celery and caper sauce

Red mullet with celery and caper sauce

Red mullet with celery and caper sauce

Red mullet with celery and caper sauce | Um exercício minimalista de Heinz Beck: salmonete e aipo. Embora, como sempre acontece com o chef do LA PERGOLA, haja muito trabalho escondido: para além do lombo, o peixe está também no molho; para além do talo e das folhas, o aipo surge ainda em puré e em geleia; o tal molho que leva peixe é de alcaparras; há ainda um pó de anchovas; bem como outros pormenores que não se conseguem apreender… Mas o que fica do prato são os sabores do salmonete e do aipo! Salmonete e aipo! Porém, imediatamente após o prato ser servido – e antes de começarmos a comer – uma nova surpresa de Heinz Beck! Uma fragância de aipo para aplicar não no prato mas nas nossas mãos (!), para sentirmos desde logo o aroma… daquilo que iremos comer de seguida! Mais um grande momento de Heinz Beck!

 

Venison with crisp liquorice on polenta and persimmon

Venison with crisp liquorice on polenta and persimmon | Os sabores típicos do início do inverno, mas que, com Heinz Beck, são sempre de uma leveza extraordinária! O veado era suculento! A saborosa polenta até nibs tinha! E a groselha e o dióspiro, ambos trabalhados de diversas formas, levavam o envolvente prato para uma outra dimensão! Extraordinário!

 

A fine selection of cheese from the trolley

A fine selection of cheese from the trolley

A fine selection of cheese from the trolley | Deixámos a seleção dos queijos nas mãos do chefe de sala, a quem apenas pedimos que escolhesse sabores fortes. O resultado foi um prato de queijos deliciosamente poderoso, que veio acompanhado de uma generosa seleção de pães e frutos secos. Em cima: Robiola, feito de vaca, cabra e ovelha; mel de sula; um Gorgonzola especial, feito com Gewürztraminer, famosa casta branca; e ainda Pecorino envelhecido da Sardenha, um queijo de ovelha. Em baixo: um queijo de ovelha da Sicília enriquecido com açafrão e pimenta preta; Taleggio, um queijo de vaca; e finalmente um queijo da região de Trentino feito com leite de vaca e whisky (!).

 

Heinz Beck

Kitchen tour

Kitchen tour | Entretanto, chegou o amável convite do chef para conhecer a cozinha do LA PERGOLA, numa visita que foi guiada pelo próprio Heinz Beck.

 

Riccardo D’Agostino

Riccardo D’Agostino | O sub-chef de Heinz Beck, na varanda traseira do LA PERGOLA, com o famoso forno ‘Big Green Egg’, no qual parte do jantar foi confecionado.

 

Heinz Beck

Heinz Beck | A alma do LA PERGOLA.

 

Variation of coconut, banana and lime

Variation of coconut, banana and lime | Depois dos queijos e da visita à cozinha, sabores frescos!

 

Petits fours

Petits fours | E a seguir quatro gulosas miniaturas bite-size: gelatina de frutos silvestres, tarte de caramelo, tarte de chocolate e macaron de limão.

 

Iced sphere of pomegranate on gianduia cream and cannelloni filled with salty pine-seed chantilly

Iced sphere of pomegranate on gianduia cream and cannelloni filled with salty pine-seed chantilly

Iced sphere of pomegranate on gianduia cream and cannelloni filled with salty pine-seed chantilly

Iced sphere of pomegranate on gianduia cream and cannelloni filled with salty pine-seed chantilly | Então, quando parecia que o jantar já tinha terminado, chegou a famosa Esfera! A mais emblemática – e aguardada – sobremesa de Heinz Beck! Deliciosa e complexa! Mas também muito leve e refrescante! E de grande impacto visual! Sendo depois finalizada na mesa com um leite de amêndoa! Espetacular!

 

Mignardises

Mignardises

Mignardises | Finalmente, gavetas e mais gavetas... de guloseimas!

 

Rome Cavalieri

Rome Cavalieri | Antes da partida, uma ida ao terraço do LA PERGOLA, para se apreciar devidamente a deslumbrante vista do restaurante. Lá em baixo, as piscinas do hotel. E, ao longe, Roma e o Vaticano.

 

Roma

Roma | A cidade eterna, vista do terraço do LA PERGOLA.

 

Muitos parabéns ao chef Heinz Beck!

E muito obrigado a todos no LA PERGOLA, sempre inexcedíveis e extremamente atenciosos – para além do chef Heinz Beck, claro, levamos igualmente no nosso coração, em especial, o chefe de sala Simone Pinoli, o sommelier Marco Reitano, o sub-chef Riccardo D'Agostino e o chef pasteleiro Giuseppe Amato.

Foi uma experiência memorável!

 

Fotografias: Marta Felino e Raul Lufinha

 

LA PERGOLA

Rome Cavalieri, Via Alberto Cadlolo, 101, Roma, Itália

Chef Heinz Beck

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:47

Heinz Beck no “Closing Dinner Party” do “Culinary Extravaganza” 2017

por Raul Lufinha, em 07.12.17

Heinz Beck

Heinz Beck, na cozinha aberta do GUSTO

No GUSTO by Heinz Beck, o “Closing Dinner Party” do “Culinary Extravaganza” 2017, em que também cozinharam Sidney Schutte** e Chris Galvin & Joo Won*, contou com quatro momentos do chef do LA PERGOLA***, restaurante no Rome Cavalieri Waldorf Astoria da capital italiana.

Heinz Beck

Heinz Beck

Para começar, a frescura e a elegância tão típicas de Heinz Beck num delicado tártaro de lírio do LA PERGOLA, com uma brunoise de maçã e pepino e com um caldo de yuzu, maçã e pepino.

Tendo no topo uma estaladiça chip sobre a qual o chef alemão, para além de caviar, acrescenta ainda os sabores da beterraba, dos espargos e da framboesa.

Para acompanhar o amuse-bouche, Miguel Martins escolheu o espumante Colinas Cuvée Brut Nature de 2012, 100% Chardonnay.

Heinz Beck

Heinz Beck

Heinz Beck

Heinz Beck

Heinz Beck

Heinz Beck

Heinz Beck

Amuse-bouche

Amuse-bouche

Espumante Colinas Cuvée Brut Nature 2012

Espumante Colinas Cuvée Brut Nature 2012

Depois da entrada fria de Chris Galvin, Heinz Beck apresentou uma extraordinária e extremamente complexa entrada quente que serve no restaurante de Roma, com quase duas dezenas de elementos.

De tal forma que todos os cozinheiros foram mobilizados para o empratamento – Heiz Beck tinha inclusivamente uma grelha que ordenava cada um dos produtos e a pessoa por ele responsável.

E depois, alinhados em fila indiana num longo e bonito cerimonial a que toda a sala assistiu – pois a cozinha do GUSTO é aberta e o empratamento faz-se virado para os clientes – cada um dos cozinheiros foi colocando o seu ingrediente.

Havia abóbora – em puré, em gel e também numa brunoise.

E muitos outros produtos!

Cevada – cozida e salteada.

Cogumelos liofilizados.

Cogumelos Shimeji.

Coração de alface.

Nabo branco agridoce.

Mirtilo.

Cenoura.

Chips de mandioca.

Chips de salsifis.

Maltodextrina.

Castanha.

Alecrim.

Couve-de-Bruxelas.

Couve-lombarda seca.

Pelos menos, todos estes ingredientes estavam em cada prato.

E depois, já na mesa, foi ainda servida uma infusão quente de cogumelos que ligava todo o conjunto!

Um prato épico e monumental!

Que, na mesa, se renovava a cada nossa nova investida – não havia duas colheres iguais!

Mas todas elas sabiam a outono, a inverno!

Era esse o fio condutor do prato!

Extraordinário!

Tendo sido harmonizado com um elegante Alvarinho – o Quinta da Pedra, de 2011.

Heinz Beck

Heinz Beck

Heinz Beck

Heinz Beck

Heinz Beck

Heinz Beck

Joo Won

Winter Composition

Winter Composition

Winter Composition

Winter Composition

“Winter Composition”

Quinta da Pedra branco 2011

Quinta da Pedra branco 2011

Os menus de degustação de Heinz Beck são à italiana – têm sempre pasta!

Pelo que, depois do lavagante de Sidney Schutte, o chef deu a provar um prato futuro do GUSTO.

Tortellini, mas numa deliciosa e extremamente cromática composição em que percebemos o lado de pintor de Heinz Beck, sempre muito atento à componente visual e à cor.

E para os quais Miguel Martins escolheu o Quinta da Curia Clefs d'Or de 2010, um tinto da Bairrada em que predominam as castas Touriga Nacional e Merlot.

Heinz Beck

Heinz Beck

“Beetroot and red cabbage tortellini with parmesan cream and katsuobushi infusion”

“Beetroot and red cabbage tortellini with parmesan cream and katsuobushi infusion”

“Beetroot and red cabbage tortellini with parmesan cream and katsuobushi infusion”

“Beetroot and red cabbage tortellini with parmesan cream and katsuobushi infusion”

Quinta da Curia Clefs d'Or tinto 2010

Quinta da Curia Clefs d'Or tinto 2010

Por fim, após o borrego de Joo Won e o pombo de Sidney Schutte, coube então ao anfitrião Heinz Beck a sobremesa de encerramento do jantar – e do festival!

E como o momento era solene, o chef alemão trouxe uma criação sua de Roma que celebra os sabores da estação.

Tendo um creme de castanha e rum.

Semifrio de caramelo salgado.

Biscuit de café, na base.

Gelado de café com leite, no topo.

E, ao lado, um molho de diospiro.

Sendo depois a sobremesa finalizada com trufa branca, laminada por Heinz Beck!

E acompanhada por um Tawny 20 Anos.

Heinz Beck

Heinz Beck

Heinz Beck

“Interpretation of a coffee Mont Blanc, with persimmons and white truffle”

“Interpretation of a coffee Mont Blanc, with persimmons and white truffle”

Taylor’s 20 Year Old Tawny Port

Taylor’s 20 Year Old Tawny Port

Já na sala, para além de agradecer à Directora-Geral Katharina Schlaipfer e a todas as pessoas do hotel, incluindo a equipa de sala do GUSTO liderada por Daniel Salvador, Heinz Beck deixou ainda um agradecimento especial a três elementos essenciais para a realização do “Culinary Extravaganza” 2017 no Conrad Algarve: Daniele Pirillo, Chef Executivo do GUSTO; Osvalde Silva, Chef Executivo do hotel; e Miguel Martins, Wine Director do resort algarvio.

Daniele Pirillo

Daniele Pirillo

Osvalde Silva

Osvalde Silva

Miguel Martins

Miguel Martins

Foi o fim do “Culinary Extravaganza”!

Um evento que este ano colocou mais uma vez o GUSTO e o Conrad Algarve no mapa dos grandes festivais gastronómicos portugueses!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:09

GUSTO e VISTA, as novas estrelas Michelin 2018

por Raul Lufinha, em 23.11.17

GUSTO e VISTA, as duas novas estrelas Michelin 2018

Heinz Beck e o chef executivo Daniele Pirillo (GUSTO), João Oliveira (VISTA)

Acabaram de ser divulgadas as estrelas Michelin para 2018.

E a novidade é a atribuição pela primeira vez de uma estrela Michelin ao GUSTO by Heinz Beck, na Quinta do Lago, e ao VISTA, na Praia da Rocha, ambos no Algarve.

Já as distinções atribuídas no ano anterior foram todas renovadas – nenhum restaurante português perde qualquer estrela. 

Deste modo, passam a ser 23 os restaurantes distinguidos em Portugal com estrelas Michelin em 2018:

2 estrelas:

  • BELCANTO – Lisboa (José Avillez)
  • IL GALLO D’ORO – Funchal (Benoît Sinthon)
  • OCEAN – Alporchinhos (Hans Neuner)
  • THE YEATMAN – Vila Nova de Gaia (Ricardo Costa)
  • VILA JOYA – Praia da Galé (Dieter Koschina)

1 estrela:

  • ALMA – Lisboa (Henrique Sá Pessoa)
  • ANTIQVVM – Porto (Vítor Matos)
  • BON BON – Carvoeiro (Rui Silvestre)
  • CASA DE CHÁ DA BOA NOVA – Leça da Palmeira (Rui Paula)
  • ELEVEN – Lisboa (Joachim Koerper)
  • FEITORIA – Lisboa (João Rodrigues)
  • FORTALEZA DO GUINCHO – Cascais (Miguel Rocha Vieira)
  • GUSTO by Heinz Beck – Quinta do Lago (Heinz Beck) NOVO
  • HENRIQUE LEIS – Almancil (Henrique Leis)
  • LAB by Sergi Arola – Sintra (Sergi Arola)
  • L’AND – Montemor-o-Novo (Miguel Laffan)
  • LARGO DO PAÇO – Amarante (Tiago Bonito)
  • LOCO – Lisboa (Alexandre Silva)
  • PEDRO LEMOS – Porto (Pedro Lemos)
  • SÃO GABRIEL – Quinta do Lago (Leonel Pereira)
  • VISTA – Praia da Rocha (João Oliveira) NOVO
  • WILLIAM – Funchal (Joachim Koerper)
  • WILLIE’S – Vilamoura (Willie Wurger)

 

Ver também:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:38

Juan Amador na “Michelin Dining Experience” do “Culinary Extravaganza”

por Raul Lufinha, em 22.11.17

Juan Amador, chef do AMADOR’S WIRTSHAUS**

Juan Amador, chef do AMADOR’S WIRTSHAUS**

Juan Amador, nascido na Alemanha filho de pais espanhóis, é claramente um chefe três estrelas.

Já as tinha alcançado com o AMADOR a partir de 2008, primeiro em Langen e depois em Mannheim, antes de decidir fechar definitivamente o restaurante em 2015, dedicar-se a um conceito mais relaxado e mudar-se para Viena.

Tendo então aberto em 2016 o AMADOR’S WIRTSHAUS & GREIßLEREI, uma elegante adega com dois conceitos distintos: uma taberna fine dining (WIRTSHAUS) e um bistrot (GREIßLEREI).

Sucede que, em 2017, o guia Michelin – de uma assentada – resolveu dar duas estrelas ao AMADOR.

Então, Juan Amador, espicaçado pelo guia, decidiu encerrar o bistrot e focar-se novamente num registo mais sofisticado, de modo a tentar alcançar novamente a terceira estrela.

O resultado, porém, só será conhecido em Março de 2018 – como a Áustria não tem um guia próprio, será necessário esperar pela edição dedicada às “Main Cities of Europe”.

Entretanto, Juan Amador vai também participando nos diversos festivais gastronómicos que animam o Outono.

Tendo trazido dois pratos do atual menu do AMADOR à “Michelin Dining Experience” que decorreu no GUSTO no segundo dia do “Culinary Extravaganza” do Conrad Algarve, em que cozinhou com Heinz Beck*** e Jacob Jan Boerma***.

Primeiro, carabineiro e caracóis, depois pombo!

Ambos notáveis!

 

Heinz Beck e Juan Amador

Juan Amador

Heinz Beck

work in progress

Juan Amador e Heinz Beck

Juan Amador e Heinz Beck

Juan Amador

“Carabineiro, parsley, lardo, viennese snails”

“Carabineiro, parsley, lardo, viennese snails” | Sobre um molho de salsa, o carabineiro pleno de sabor e os caracóis num registo deliciosamente ácido. Colocando depois Juan Amador por cima uma gelatina de salsa, que queima levemente com o maçarico apenas para tirar o frio. Sendo tudo finalizado com uma espuma de caracóis! Lindo, extremamente elegante e muito equilibrado de sabores! Harmonizado depois com o Principal Rosé Tête de Cuvée, de 2012, 100% Pinot Noir da Bairrada.

 

Heinz Beck e Juan Amador

Heinz Beck e Juan Amador

Heinz Beck e Juan Amador

“Miéral pigeon, purple curry, coco, mango”

“Miéral pigeon, purple curry, coco, mango” | No último prato de carne do jantar, sabores intensos e complexos, com Juan Amador a arriscar juntar ao pombo suaves notas de caril e fruta doce, mas sempre com muita elegância e equilíbrio! Tendo por companhia um tinto da Bairrada, o Principal Grande Reserva de 2011, feito com Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon e Merlot.

 

Juan Amador, Heinz Beck e o braço direito de Amador

Heinz Beck e a equipa do AMADOR | Ao centro, o anfitrião do Culinary Extravaganza, Heinz Beck, ladeado por Juan Amador e pelo seu sub-chef David Fleckinger.

 

Ver também:

 

AMADOR’S WIRTSHAUS

Grinzinger Strasse 86, Viena, Áustria

Chef Juan Amador

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:59

Jacob Jan Boerma na “Michelin Dining Experience” do “Culinary Extravaganza”

por Raul Lufinha, em 21.11.17

Jacob Jan Boerma (DE LEEST***)

Jacob Jan Boerma, chef do DE LEEST***

Jacob Jan Boerma já tinha estado o ano passado no Conrad Algarve para a primeira edição do “Culinary Extravaganza” – ficou na memória a complexidade de sabores das suas criações, primeiro numa ostra com abóbora e depois num pombo com imensa avelã.

Desta vez, para além de participar no “Grand Opening Event”, o chef holandês cozinhou igualmente no segundo dia do festival, tendo dividido a cozinha do GUSTO com Heinz Beck*** e Juan Amador** para um jantar especial a que foi dado um nome que diz tudo: “Michelin Dining Experience”.

E em que Jacob Jan Boerma apresentou dois complexos e elegantes pratos da atual carta do DE LEEST, restaurante com três estrelas Michelin, em Vaassen, na Holanda: primeiro lagostim, depois um divinal “bife à milanesa”.

 

Jacob Jan Boerma

Jacob Jan Boerma

Jacob Jan Boerma

Jacob Jan Boerma

Jacob Jan Boerma

“Langoustine with black salsify, clementine, spices, Tandoori, salad of impregnated autumn vegetables”

“Langoustine with black salsify, clementine, spices, Tandoori, salad of impregnated autumn vegetables” | Sabores a mar e a terra, com notas cítricas e especiadas. Complexidade, equilíbrio e elegância! Sendo harmonizado com um Alvarinho de Monção e Melgaço, o Milagres, de 2014.

 

Jacob Jan Boerma

Jacob Jan Boerma

Jacob Jan Boerma

“Calf's sweetbread with lemon and yuzu, texture of carrots, jus of lemongrass with combava”

“Calf's sweetbread with lemon and yuzu, texture of carrots, jus of lemongrass with combava” | Prato muito fresco, pleno de sabores cítricos! Mas novamente num registo de grande equilíbrio e elegância! Tendo sido acompanhado pela vivacidade de um tinto da Bairrada, o Quinta da Curia Clefs d'Or, de 2010.

 

Juan Amador e Jacob Jan Boerma

Jacob Jan Boerma, Juan Amador e Heinz Beck

Jacob Jan Boerma, Heinz Beck e Juan Amador

Jacob Jan Boerma, Heinz Beck e Juan Amador | Os três chefs da “Michelin Dining Experience” da noite central do “Culinary Extravaganza” de 2017, no Conrad Algarve.

 

Ver também:

 

DE LEEST

Kerkweg 1, Vaassen, Holanda

Chef Jacob Jan Boerma

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:45

Heinz Beck na “Michelin Dining Experience” do “Culinary Extravaganza”

por Raul Lufinha, em 19.11.17

Daniele Pirillo (Executive Chef do GUSTO by Heinz Beck), Jacob Jan Boerma (chef do DE LEEST), Juan Amador (chef do AMADOR’S WIRTSHAUS) e Heinz Beck (chef do LA PERGOLA)

Daniele Pirillo (Executive Chef do GUSTO by Heinz Beck), Jacob Jan Boerma (chef do DE LEEST***), Juan Amador (chef do AMADOR’S WIRTSHAUS**) e Heinz Beck (chef do LA PERGOLA***)

Após o evento de abertura do “Culinary Extravaganza” no Conrad Algarve, com a “Mixology Cocktail Experience” liderada pelo Head Bartender do GUSTO BAR Nelson de Matos e depois com um jantar no lobby do hotel em que participaram Heinz Beck (LA PERGOLA***), Jacob Jan Boerma (DE LEEST***), Ricardo Costa (THE YEATMAN**) e Maurizio Serva (LA TROTA**), o grande destaque do segundo dia do festival gastronómico foi a “Michelin Dining Experience” já no restaurante GUSTO by Heinz Beck.

Para além do chef anfitrião, o jantar contou novamente com Jacob Jan Boerma e ainda com Juan Amador do AMADOR’S WIRTSHAUS**, em Viena.

Tendo a seleção dos vinhos continuado a cargo dos escanções portugueses Miguel Martins, Head Sommelier do Conrad Algarve, e António Coelho, sommelier e maître do LASARTE, o único 3*** de Barcelona, com a assinatura do chef basco Martín Berasategui.

Relativamente ao modo como foi feita a distribuição dos pratos pelos chefs e criada a sequência dos vários momentos do jantar, Heinz Beck contou na conferência de imprensa que, como anfitrião, deixou os chefs convidados escolherem os pratos que preferissem fazer – ele próprio faria os restantes.

De forma que, na noite central do “Culinary Extravaganza”, foi possível apreciar na Quinta do Lago a elegância e a criatividade da cozinha três estrelas de Heinz Beck em cinco momentos, que o chef alemão trouxe do LA PERGOLA de Roma para o Conrad Algarve: o amuse-bouche, o foie gras e a pasta, bem como depois os dois momentos mais doces do jantar.

 

Heinz Beck

Heinz Beck

Amuse-bouche

Heinz Beck

Amuse-bouche | Para começar num registo bastante leve, salmão marinado, maionese de yuzu e um saboroso gel de marisco e algas, sendo depois finalizado com alga desidratada no topo. Acompanhado do espumante Colinas Blanc de Blancs Cuvée Brut Reserve 2012.

 

Heinz Beck e o foie gras

Heinz Beck

Heinz Beck

Foie gras

Foie gras | Chama-se “Composição de Foie Gras com Castanha e Figo” e é o extraordinário prato com que atualmente Heinz Beck abre o menu de degustação do LA PERGOLA, em Roma. Elegância, leveza, cor, texturas! E os intensos sabores do Outono! Tendo por companhia um Verde branco, o Royal Palmeira, Loureiro Sur Lies Fines, 2009. 

 

Heinz Beck

Trufa branca

Heinz Beck

Tortellini

Pasta | Os menus de degustação de Heinz Beck são à italiana – tem que haver sempre uma pasta! Desta vez, continuando nos deliciosos e envolventes sabores outonais, sobre um cremoso puré de abóbora, são uns tortellini de pato ligados por um intenso e untuoso molho de Grana Padano. Sendo finalizados com trufa branca! E harmonizados com um tinto da Bairrada, o Quinta da Curia Clefs d'Or 2010, em que predominam as castas Touriga Nacional e Merlot.

 

Pré-sobremesa

Pré-sobremesa | Já para o final do jantar e de modo a fazer a transição de sabores, crumble de coco, gel de manga e gengibre, espuma de coco e ainda gelado de lima.

 

Sobremesa

Sobremesa | Por fim, uma recriação do típico Cannolo Siciliano. Acompanhado de um Porto Vintage da Taylor's, o Terra Feita 2008.

 

Heinz Beck

Heinz Beck | Foram estes os cinco momentos de Heinz Beck. A seguir falaremos também dos de Jacob Jan Boerma e Juan Amador – ambos os chefs apresentaram duas criações.

 

Ver também:

 

GUSTO by Heinz Beck

Hotel Conrad Algarve, Estrada da Quinta do Lago, Portugal

Chef Heinz Beck, Chef Executivo Daniele Pirillo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:44


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • Raul Lufinha

    Não. Não sei se se está referir ao branco ou ao ti...

  • Anónimo

    O 74 estava oxidado? Parece ter uma cor diferente ...

  • Marta Felino

    Foi um grande jantar, Chef Diogo Noronha!E foi mui...

  • mami

    boas ofertas para experimentar este verão :)

  • Raul Lufinha

    Sim, num vinho tão novo, a rolha não era seguramen...

  • Anónimo

    Qual a utilidade em abrir dessa forma um vinho de ...

  • Anónimo

    Eu que agradeço pelo carinho e amor. Obrigado Obri...

  • Anónimo

    O melhor Restaurante de VILAMOURA e um dos melhore...

  • Anónimo

    Chamo-me Francisco Pôla, tal como você. é possivel...

  • Raul Lufinha

    Para memória futura: hoje, dia 05-02-2018, o SAPO ...



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D