Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Trufa branca de Alba no COME PRIMA

por Raul Lufinha, em 11.12.18

Tanka Sapkota e as trufas brancas de Alba

Tanka Sapkota e as trufas brancas de Alba

Investido “Cavaleiro das Trufas de Alba e dos Vinhos da Região de Alba” no mês passado e a preparar a série documental “Tasty of Italy” (que irá estrear no verão de 2019 e cujo primeiro episódio foi gravado precisamente no Piemonte), Tanka Sapkota voltou este outono a celebrar no COME PRIMA as raras e preciosas trufas brancas de Alba, com um conjunto de pratos que estarão disponíveis até ao dia 12 de dezembro.

Tanka Sapkota e as trufas brancas de Alba

O inebriante perfume…

Tanka Sapkota e as trufas brancas de Alba

… das trufas brancas de Alba

Come Prima

Come Prima

Pão feito no COME PRIMA e cozido em forna a lenha, o sabor suave dos queijos Fontina e Ricotta… e trufa branca de Alba

Come Prima

Come Prima

Ovo biológico cozinhado a baixa temperatura e com a gema completamente líquida, flor de sal… e trufa branca de Alba

Come Prima

Come Prima

Massa fresca artesanal feita no COME PRIMA, manteiga dos Açores, um pouco de queijo Parmesão… e trufa branca de Alba

Pêra-Manca Branco 2016

Pêra-Manca Branco 2016

Come Prima

Come Prima

Vitela de leite levemente frita em manteiga e desfazer-se na boca… e trufa branca de Alba

Quinta dos Carvalhais Reserva Tinto 2012

Quinta dos Carvalhais Reserva Tinto 2012

Come Prima

Come Prima

Bolo de chocolate, zabaione… e trufa branca de Alba

Dona Antónia 10 Anos Porto Tawny

Dona Antónia 10 Anos Porto Tawny

Tanka Sapkota, “Cavaleiro das Trufas de Alba e dos Vinhos da Região de Alba”

Tanka Sapkota, “Cavaleiro das Trufas de Alba e dos Vinhos da Região de Alba”

 

Ver também:

 

COME PRIMA

Rua do Olival, 258, Lisboa, Portugal

Chef Tanka Sapkota

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:40

Trufa branca de Alba no COME PRIMA até 5 de novembro

por Raul Lufinha, em 25.10.16

Tanka Sapkota e o inebriante aroma da trufa branca de Alba

Tanka Sapkota e o inebriante perfume da trufa branca de Alba

Já abriu a temporada da trufa branca no COME PRIMA!

Pelo nono ano consecutivo, o restaurante italiano do chef Tanka Sapkota, em Lisboa, apresenta à carta um menu especial dedicado àquele que talvez seja o ingrediente mais apreciado na alta gastronomia – a rara e cara trufa branca da cidade de Alba, no Piemonte, em Itália.

Estando disponível desde hoje e até ao dia 5 de novembro.

Mas somente através de reserva prévia.

Trufa Branca de Alba

Trufa Branca de Alba

Para a temporada da trufa branca do COME PRIMA de 2016, um dos pratos de Tanka Sapkota é composto por dois singelos ovos biológicos, cozinhados a baixa temperatura.

Plenos de sabor, ganham depois uma dimensão absolutamente estratosférica com a junção do esfuziante aroma da trufa branca!

‘Uova biológiche cotto 64º’

‘Uova biológiche cotto 64º’

‘Uova biológiche cotto 64º’

‘Uova biológiche cotto 64º’

‘Uova biológiche cotto 64º’

Outra maravilha que sai da cozinha do COME PRIMA é o tajarin, pasta que – tal como a trufa branca – é uma especialidade do Piemonte!

E que aqui é servido com muita manteiga, cuja saborosa untuosidade liga na perfeição com o avassalador perfume da trufa branca!

‘Tajarin al Burro’

‘Tajarin al Burro’

‘Tajarin al Burro’

‘Tajarin al Burro’

‘Tajarin al Burro’

‘Tajarin al Burro’

Dois dos seis pratos com que Tanka Sapkota, mais uma vez, celebra no COME PRIMA, este ano até 5 de novembro, a rara e inebriante trufa branca de Alba!

 

COME PRIMA

Rua do Olival, 256, Lisboa, Portugal

Chef Tanka Sapkota

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:42

Tanka Sapkota junta Santola e Queijo de Serpa

por Raul Lufinha, em 16.02.16

Tanka Sapkota na cozinha do COME PRIMA

Tanka Sapkota na cozinha do COME PRIMA

Com o reforçar da aposta nos produtos portugueses e no mar…

… um dos novos pratos de Tanka Sapkota no COME PRIMA…

… junta santola e queijo de Serpa!

São uns delicados e generosos ravioli de santola…

… com queijo de cabra abafado da chamada Serra de Serpa!

Ravioli di Santola

'Ravioli di Santola'

Muito bom!

 

Ver também:

Chef Tanka, com gambas do Algarve e percebes das Berlengas

 

COME PRIMA | Rua do Olival, 258, Lisboa, Portugal | Chef Tanka Sapkota "Giovanni"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:31

Chef Tanka, com gambas do Algarve e percebes das Berlengas

por Raul Lufinha, em 27.01.16

Tanka Sapkota

Tanka Sapkota na cozinha do COME PRIMA

Depois de abrir o FORNO D'ORO, com as melhores pizas de Lisboa…

… Tanka Sapkota reforça a aposta no COME PRIMA, o seu primeiro restaurante italiano, ao colocar em grande destaque…

… os produtos portugueses e o mar!

Tendo criado um delicioso e untuoso spaghetti nero…

… com gambas do Algarve, percebes das Berlengas, tomate cherry assado no forno...

... e muito limão!

Spaghetti nero con gambretti di Algarve e percebes di Berlengas

'Spaghetti nero con gamberetti di Algarve e percebes di Berlengas'

 

COME PRIMA | Rua do Olival, 258, Lisboa, Portugal | Chef Tanka Sapkota "Giovanni"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:33

O menu da abertura e degustação do Parmigiano-Reggiano no COME PRIMA

por Raul Lufinha, em 19.10.12

O queijo Parmigiano-Reggiano recém-aberto, vinagre balsâmico 5 anos (esq.) e mel de eucalipto (dir.)

 

Não há dúvida de que o futebol faz concorrência à restauração. Mas numa noite de domingo em que havia na televisão um Porto-Sporting e um Barcelona-Real Madrid que também era um Messi-Ronaldo, o COME PRIMA conseguiu a proeza de estar completamente lotado… para a abertura de um queijo!

 

Mas não era um queijo qualquer – era um Parmigiano-Reggiano DOP, autêntico, com 29 meses de maturação e 40 quilos de peso.

 

Depois da abertura do queijo (ver aqui) seguiu-se a degustação do Parmigiano-Reggiano, acompanhado de espumante italiano.

 

Após o que se avançou para as mesas, onde era possível continuar a degustar o queijo recém-aberto e também juntar-lhe vinagre balsâmico envelhecido durante 5 anos ou mel de eucalipto.

 

De seguida, foi dado início ao menu, tipicamente italiano, com o Antipasto: Melanzane alla parmigiana. Ou seja, beringelas que são primeiro panadas e depois levadas ao forno a lenha com tomate e Parmigiano-Reggiano.

 

"Antipasto - Melanzane alla parmigiana"

 

A acompanhar, a sugestão de vinhos do COME PRIMA foi o Duque de Viseu Branco 2011, do Dão, com aromas frescos e frutados.

 

No Primo Piatto, sabores a mar: Conchiglie con pesto e calamari – massa em forma de búzio com um molho de pesto muito apurado e lulas.

 

"Primo Piatto - Conchiglie con pesto e calamari"

 

Entretanto, “para refrescar”, um Sorbetto di limone, mais doce do que ácido.

 

"Sorbetto di limone"

 

Depois, o Secondo Piatto foi Filettino di maiale iberico con riduzione di balsamico e vinho do Porto: um porco preto muito tenro e macio, tendo o chef Giovanni explicado que, de modo a diminuir a perda de água e sucos, a carne era cozida a baixa temperatura, nos 64º graus.

 

"Secondo Piatto - Filettino di maiale iberico con riduzione di balsamico e vinho do Porto"

 

O qual harmonizou muito bem com o novo Papa Figos 2010 Tinto, da Casa Ferreirinha, um vinho do Douro muito equilibrado e de aromas intensos a fruta vermelha.

 

O Dolce, podia ser Tiramisù…

 

"Dolce - Tiramisù"

 

… ou Panna cotta alle pesche con zafferano – panna cotta de pêssego com açafrão.

 

"Dolce - Panna cotta alle pesche con zafferano"

 

«Para terminar, Limoncello ou Grappa?» Limoncello.

 

"Digestivo - Limoncello"

Fotografias: Marta Felino / Flash Food

 

COME PRIMA | Rua do Olival, 258, Lisboa, Portugal | Chef Tanka Sapkota "Giovanni"

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:03

Abertura de queijo parmesão de quarenta quilos no COME PRIMA

por Raul Lufinha, em 18.10.12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotografias: Marta Felino / Flash Food

 

A abertura de um queijo parmesão é um momento muito especial, pois nos primeiros minutos o Parmigiano-Reggiano liberta aromas extremamente intensos e tem um sabor único.

 

Pelo que, em vez da habitual compra de queijo parmesão em pedaços, Giovanni – o nome por que é conhecido Tanka Sapkota, o nepalês proprietário e chef do restaurante italiano COME PRIMA – resolveu comprar um queijo inteiro de 40 quilos e organizar uma cerimónia de abertura e degustação do Parmigiano-Reggiano, seguida de um jantar comemorativo do evento acompanhado pelo queijo recém-aberto.

 

COME PRIMA | Rua do Olival, 258, Lisboa, Portugal | Chef Tanka Sapkota "Giovanni"

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:55


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D