Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


À mesa d’O JACINTO, com os vinhos de Aníbal Coutinho

por Raul Lufinha, em 09.02.18

Aníbal Coutinho e o primeiro Escondido branco

Aníbal Coutinho e o primeiro Escondido branco

O JACINTO funciona numa tranquila moradia na zona antiga de Telheiras, junto à Segunda Circular e à Escola Alemã.

Sendo uma referência na zona norte de Lisboa, conhecido pela cozinha tipicamente portuguesa e pela qualidade da garrafeira.

Atualmente, está à frente da cozinha a chefe guineense Samira Cuino.

E a carta de vinhos é assinada pelo enólogo Aníbal Coutinho.

A qual inclui também os seus próprios vinhos, que foram o pretexto para revisitar O JACINTO após as obras de renovação realizadas no verão de 2017.

Salada de Feijão-Frade com Atum, Broa de Milho, Salada de Pimentos, Salada de Polvo

Salada de Feijão-Frade com Atum, Broa de Milho, Salada de Pimentos, Salada de Polvo

Pelo que, com os primeiros petiscos, Aníbal Coutinho apresentou o seu fácil e expressivo Astronauta Arinto de 2017.

Produzido na região dos Vinhos Verdes, não tem madeira, ressaltando a frescura das notas de frutos cítricos e ananás.

Aníbal Coutinho

Aníbal Coutinho…

Astronauta Arinto branco 2017

… e o Astronauta Arinto branco 2017

Entretanto, chegaram ainda uns ótimos ovos mexidos com farinheira, bastante cremosos.

Ovos Mexidos com Farinheira

Ovos Mexidos com Farinheira

E depois Aníbal Coutinho serviu um tinto também da gama Astronauta, o Touriga Nacional – de 2016, feito em Lisboa, foi vinificado em cuba de inox na presença de madeira de carvalho americano e apresenta as típicas notas varietais de bergamota e violeta.

Como Aníbal Coutinho gosta de dizer, os Astronauta são uma educação para as castas, são vinhos feitos para dar a conhecer as caraterísticas de cada uma das diversas variedades – daí que, para além das portuguesas Arinto e Touriga Nacional, o enólogo trabalha igualmente Chenin Blanc e Pinotage (África do Sul), Riesling (Alemanha) e Gamay (França).

Aníbal Coutinho

Aníbal Coutinho

Aníbal Coutinho…

Astronauta Touriga Nacional tinto 2016

… e o Astronauta Touriga Nacional tinto 2016

Uma das especialidades da chefe Samira é o caril de gambas.

Estava excelente – muito suave e elegante!

Caril de Gambas com Arroz Basmati

Caril de Gambas com Arroz Basmati

Caril de Gambas com Arroz Basmati

Caril de Gambas com Arroz Basmati

Sendo então que Aníbal Coutinho apresenta a grande novidade do almoço!

O primeiro Escondido… branco!

Com efeito, ao icónico – e mais caro – vinho tinto da região de Lisboa, cujo PVP da colheita mais recente (2012) ronda os 150€, o enólogo juntou-lhe agora um irmão.

Ou uma irmã, que o arquiteto Fernando Ávila representou-o no rótulo com uma figura feminina e acrescentou ainda uma discreta perna à última letra da palavra “Escondido”, de modo a que também possa ser lida “Escondida”…

Para esta primeira edição, são apenas 300 garrafas de 75 cl – ao almoço foi aberta a n.º 29.

É um complexo branco de curtimenta, feito a partir de uvas das castas Arinto e Alvarinho provenientes de uma vinha com 10 anos idade, que teve um breve estágio numa barrica nova de carvalho francês, com tosta média.

Demonstrando desde já uma enorme vocação gastronómica – poderoso e elegante, enche-nos a boca, sobressaindo as notas cítricas, a mineralidade e o discreto fumado da barrica.

Um grande vinho!

Escondido branco 2015

Entretanto, chegou o vinho… que marcou o almoço

Aníbal Coutinho

De Aníbal Coutinho…

Escondido branco 2015

… o Escondido branco 2015

E de facto, confirmando a excelente impressão que já tinha deixado na prova a solo, o Escondido branco aguentou perfeitamente os embates com as sempre difíceis notas do picante caril... e do avinagrado arroz de cabidela!

Arroz de Cabidela com Frango do Campo

Arroz de Cabidela com Frango do Campo

Arroz de Cabidela com Frango do Campo

E deu até luta – o Escondido branco – às sobremesas de chocolate!

Mousse de Chocolate + Chiffon de Chocolate

Mousse de Chocolate + Chiffon de Chocolate

Tendo ficado, pois, na memória deste regresso a’O JACINTO, o primeiro branco Escondido.

A marca topo de gama de Aníbal Coutinho, a marca que é a verdadeira assinatura do enólogo Aníbal Coutinho no mundo dos vinhos e o legado que deixa aos filhos, agora também tem um vinho branco!

O JACINTO

O JACINTO, tranquilo e recatado

 

O JACINTO

Av. Ventura Terra, 2, Telheiras, Lisboa, Portugal

Chefe Samira Cuino

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:43

Luís Baena & Aníbal Coutinho: os vinhos de Colares… no Palácio de Seteais

por Raul Lufinha, em 23.05.14

Chef Luís Baena

Sintra é um destino eno-gastronómico único, que merece ser conhecido – os singulares vinhos de Colares são um caso à parte no panorama vinícola português.

E se há um local perfeito para provar à mesa os gastronómicos vinhos da região, é o histórico cenário do Tivoli Palácio de Seteais…

… onde decorreu precisamente o III Almoço de Colares, para o qual o chef Luís Baena preparou um menu cujos vinhos foram selecionados pelo enólogo Aníbal Coutinho.

Enólogo Aníbal Coutinho

Espumante Stanley Rosé, IG Lisboa, 2009

Três dos vinhos em prova no cocktail

Brancos

Dois vinhos produzidos a partir de Ramisco, a emblemática casta autóctone da região de Colares

Já na sala do Tivoli Palácio de Seteais…

Vieiras grelhadas, chips de cherovia e uma suave maionese de wasabi – harmonizadas com o Casal Sta. Maria Colares branco 2011

Salmonete corado, manteiga de vinho tinto... e um fabuloso arroz cremoso de algas, que Luís Baena prepara com arroz carolino português e que está a fazer furor no novo restaurante do chef em Londres, o NOTTING HILL KITCHEN – harmonizado com dois vinhos, o 100 Bucelas & Colares 2007 e o Viúva Gomes tinto 1934 (!)

Cachaço de porco alentejano com alcachofras e lasanha de cogumelos boletos de Primavera – harmonizado com o Viúva Gomes tinto 1934 (!) e o Colares Chitas tinto 1995

Mousse de chocolate, laranja confitada e pipocas com caramelo salgado – sobremesa harmonizada com uma amostra de casco, preparada especificamente para este almoço e com uma média de 10 anos de idade, do Conde de Oeiras, um vinho licoroso de Carcavelos, fortificado com aguardente da Lourinhã

Colares Chitas tinto 1995 / Viúva Gomes tinto 1934 / 100 Bucelas & Colares 2007 / Casal Sta. Maria Colares Branco 2011

Petit fours: miniaturas de queijadas e pastéis de nata

Luís Baena e Aníbal Coutinho, os responsáveis pela celebração dos vinhos de Colares...

... no Tivoli Palácio de Seteais, em Sintra

 

Tivoli Palácio de Seteais | Rua Barbosa du Bocage, 8, Sintra, Portugal | III Almoço de Colares: Chef Luís Baena

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:37

Livros #15: Guia Popular de Vinhos 2013 – a selecção de Aníbal Coutinho entre 2 e 10 euros no supermercado

por Raul Lufinha, em 21.10.12

 

Já está à venda o Guia Popular de Vinhos 2013. Prático e de fácil consulta, apresenta as melhores escolhas de vinhos de Norte a Sul de Portugal entre 2 e 10 euros no supermercado feitas pelo crítico de vinhos Aníbal Coutinho com o jornalista e provador sul-africano Neil Pendock, numa edição da Editorial Presença.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:07


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • Raul Lufinha

    Sim, num vinho tão novo, a rolha não era seguramen...

  • Anónimo

    Qual a utilidade em abrir dessa forma um vinho de ...

  • Anónimo

    Eu que agradeço pelo carinho e amor. Obrigado Obri...

  • Anónimo

    O melhor Restaurante de VILAMOURA e um dos melhore...

  • Anónimo

    Chamo-me Francisco Pôla, tal como você. é possivel...

  • Raul Lufinha

    Para memória futura: hoje, dia 05-02-2018, o SAPO ...

  • Raul Lufinha

    Entretanto, para memória futura, a 31-01-2018 já u...

  • Raul Lufinha

    Agradeço a informação, Pedro. Embora só possa lame...

  • Pedro Neves

    Caro Raul,peço desculpa pelo meu comentário não es...

  • Raul Lufinha

    Obrigado Duarte. Acho que vais gostar, vai ser uma...



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D