Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Workshop de espumantes no restaurante TRIO, parte I: Prova cega

por Raul Lufinha, em 03.11.16

Luís Gradíssimo no restaurante TRIO

Luís Gradíssimo no restaurante TRIO

O TRIO, restaurante do chefe Manel Lino, em Lisboa, foi o palco escolhido para um pedagógico e proveitoso workshop do Wine Club Portugal dedicado aos espumantes.

Orientado por Luís Gradíssimo, começou com uma breve introdução ao universo dos espumantes, em que, para além do enquadramento histórico, foi explicado o que é e como é feito o espumante, incluindo os diversos tipos e estilos desta apaixonante bebida.

Tendo depois a apresentação terminado com a explicação da componente prática do espumante à mesa – como abrir corretamente a garrafa, temperaturas de serviço, copos e acessórios.

Workshop de espumantes… à mesa do TRIO

Workshop de espumantes… à mesa do TRIO

A seguir, focando-se essencialmente na apreciação comparativa da bolha, acidez e cremosidade, Luís Gradíssimo conduziu uma estimulante prova cega de espumantes brutos portugueses ordenados primordialmente pelo seu grau crescente de complexidade, que permitiu testar e exemplificar os conceitos teóricos apresentados no início da sessão.

Luís Gradíssimo

Luís Gradíssimo

VDG Espumante Bruto

VDG Espumante Bruto – espumante de região quente, da Adega Cooperativa da Vidigueira, feito principalmente com Antão Vaz; jovem e com pouco estágio em borras; acidez reduzida; bolhas muito presentes

Luís Gradíssimo

Quinta do Ferro Espumante Bruto

Quinta do Ferro Espumante Bruto – bolha mais grossa e com mais acidez; jovem; cítrico; feito a partir da casta Avesso

Luís Gradíssimo

São Domingos Cuvée Espumante Bruto 2012

São Domingos Cuvée Espumante Bruto 2012 – mais macio e com bolhas menos agressivas; mais corpo; e mais aroma, nomeadamente vegetal, dado ser um lote de Baga e (lá está o lado vegetal) Sauvignon Blanc

Luís Gradíssimo

Marquês de Marialva Espumante Baga Bairrada Blanc de Noir Bruto 2014

Marquês de Marialva Espumante Baga Bairrada Blanc de Noir Bruto 2014 – mais encorpado; muitas bolhas mas bem integradas

Luís Gradíssimo

Luís Gradíssimo

Luís Gradíssimo

Luís Gradíssimo

Vinha da Malhada Espumante Bruto Grande Reserva 2013

Vinha da Malhada Espumante Bruto Grande Reserva 2013

Vinha da Malhada Espumante Bruto Grande Reserva 2013 – aroma a resina e a frutos secos; não sendo persistente, é muito amplo; bolha fina; espumante biológico da Quinta do Montalto

Luís Gradíssimo

Monte Cascas Espumante Reserva Bruto 2011

Monte Cascas Espumante Reserva Bruto 2011 – Malvasia Fina & Touriga Nacional; muito interessante pois, apesar de ser apenas um reserva e não ter notas aromáticas de estágio prolongado, apresenta uma cremosidade de nível superior, devido à elevada qualidade do vinho base

Luís Gradíssimo

Almeida Garrett Espumante Super Reserva Bruto Natural 2010

Almeida Garrett Espumante Super Reserva Bruto Natural 2010 – notas de brioche; amanteigado; com uma frescura que não fere; DOC Beira Interior e 100% Chardonnay

Luís Gradíssimo

Luís Gradíssimo

Luís Gradíssimo

Lopo de Freitas Espumante Bruto 2011

Lopo de Freitas Espumante Bruto 2011 – aromaticamente delicado; brioche; muita bolha mas macia; bastante seco

Luís Gradíssimo

Quinta de S. Lourenço Espumante Bruto 2007

Quinta de S. Lourenço Espumante Bruto 2007 – estágio prolongado e envelhecimento em garrafa; elegante; não precisa de comida

Terminada a prova cega, seguiu-se a última fase do workshop de espumantes no TRIO – e seguramente a mais interessante!

Um menu de degustação preparado por Manel Lino, harmonizado com espumantes escolhidos e comentados por Luís Gradíssimo, de que aqui ainda iremos falar.

Luís Gradíssimo preparando os espumantes que iriam acompanhar o jantar

Luís Gradíssimo preparando os espumantes que iriam acompanhar o jantar

 

(continua

Wine Club Portugal

 

TRIO

Rua Dom Francisco Manuel de Melo, 36-A, Lisboa, Portugal

Chef Manel Lino

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:18

Vidigueira Wine Lands… também de tintos

por Raul Lufinha, em 25.03.16

Luís Leal, Daniela Almeida (Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito), Tiago Alves (Herdade da Lisboa), Mariana Lança (Herdade Grande), Reto Jörg (Quinta do Quetzal e Presidente da Vidigueira Wine Lands), Mário Pinheiro (Ribafreixo Wines), Manuel Narra (Presidente da Câmara Municipal da Vidigueira), João Carmona (Casa Agrícola Herdade do Monte da Ribeira) e Nuno Bicó (Ribafreixo Wines)

Luís Leal, Daniela Almeida (Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito), Tiago Alves (Herdade da Lisboa), Mariana Lança (Herdade Grande), Reto Jörg (Quinta do Quetzal e Presidente da Vidigueira Wine Lands), Mário Pinheiro (Ribafreixo Wines), Manuel Narra (Presidente da Câmara Municipal da Vidigueira), João Carmona (Casa Agrícola Herdade do Monte da Ribeira) e Nuno Bicó (Ribafreixo Wines)

Para além de ser naturalmente uma terra de brancos…

… a Vidigueira é também um terroir de tintos de excelência!

Os quais, diferentes do perfil do alentejano tradicional…

… têm, tal como os brancos da Vidigueira, uma enorme frescura e mineralidade!

Conforme ficou demonstrado na mais recente iniciativa da 'Vidigueira Wine Lands', associação de produtores da região que inclui igualmente a Câmara Municipal:

Um almoço no RESTAURANTE DA ADEGA da Herdade do Moinho Branco…

… antecedido da apresentação dos novos vinhos da colheita de 2015, junto às ruínas da villa romana de São Cucufate.

Tintos de excelência da Vidigueira: Pousio Reserva 2013, Herdade Grande Gerações 2012, Pato Frio 2013, Quinta do Quetzal Reserva 2011, Paço dos Infantes 2012, Vidigueira Grande Escolha 2014

Tintos de excelência da Vidigueira: Pousio Reserva 2013, Herdade Grande Gerações 2012, Pato Frio 2013, Quinta do Quetzal Reserva 2011, Paço dos Infantes 2012, Vidigueira Grande Escolha 2014

Novas colheitas: Guadalupe branco 2015 (amostra do depósito), Vidigueira Antão Vaz branco 2015, Convés Antão Vaz branco 2015, Herdade Grande branco 2015, Paço dos Infantes branco 2015, Pato Frio Grande Escolha branco 2014, Pousio Escolha branco 2014, Guadalupe Winemaker’s Selection tinto 2012, Pousio Escolha tinto 2013, Gáudio Reserva tinto 2012, Vidigueira Alicante Bouschet tinto 2014, Herdade Grande Reserva tinto 2011

Novas colheitas: Guadalupe branco 2015 (amostra do depósito), Vidigueira Antão Vaz branco 2015, Convés Antão Vaz branco 2015, Herdade Grande branco 2015, Paço dos Infantes branco 2015, Pato Frio Grande Escolha branco 2014, Pousio Escolha branco 2014, Guadalupe Winemaker’s Selection tinto 2012, Pousio Escolha tinto 2013, Gáudio Reserva tinto 2012, Vidigueira Alicante Bouschet tinto 2014, Herdade Grande Reserva tinto 2011

As ruínas da villa romana de São Cucufate

As ruínas da villa romana de São Cucufate

As ruínas da villa romana de São Cucufate

As ruínas da villa romana de São Cucufate

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:42


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Agenda

26 a 28/6 MUST - Fermenting Ideas
28/6 Hello Summer Wine Party Lisboa
28 a 30/6 Mesas Bohemia ASSEMBLEIA, de Arouca, em Lisboa
29/6 Hello Summer Wine Party Porto
3 e 4/7 CAISDAVILLA Curso de iniciação à prova de vinhos com João Paulo Martins
6/7 Quinta do Sanguinhal Open Day
12/7 COMPORTA CAFÉ Alexandre Silva FOGO
14/9 Chefs on Fire
14 e 15/9 Wine & Music Valley
26/9 EGOÍSTA Abade de Priscos, Jantar Rei D. Luís
14/11 EGOÍSTA Infante D. Henrique, Plano Conquista Ceuta
1/12 Once Upon a Kitchen
14/12 FÄVIKEN último serviço


Últimos comentários

  • Raul Lufinha

    Chegar mais cedo costuma resultar, o ideal é chega...

  • Anónimo

    É preciso é que quem toma conta da sala esteja bem...

  • MJP

    Conheço a Noélia há muitos, muitos anos (quando, a...

  • thenotsogirlygirl

    uau! olha vou para tavira de ferias no final de ju...

  • Raul Lufinha

    Saúde! :-)

  • Anónimo

    Olá Bebi hoje em Idanha a Velha, um vinho vosso, p...

  • Raul Lufinha

    É sempre bom haver anónimos que assinam! ;-)

  • Anónimo

    Gostei de assinar o contrarrótulo...

  • Raul Lufinha

    Sim, são pratos muito gulosos!

  • Tudo Mesmo

    Tem um ar delicioso. Faz fome!



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D