Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


As vantagens da cozinha a vapor

por Raul Lufinha, em 05.07.14

Nuno Barros

Embora antigamente disponíveis apenas nas cozinhas profissionais...

... hoje em dia já é possível termos em nossas casas fornos a vapor.

… o chef do 1300 TABERNA

Ora, no cenário da 10ª edição do Congresso dos Cozinheiros, Nuno Barros, chef do 1300 TABERNA, fez uma demonstração das vantagens da cozinha a vapor:

- Realça o sabor autêntico dos produtos;

- Mantém a humidade dos alimentos e evita que sequem;

- Coze de forma uniforme;

- Conserva os nutrientes, vitaminas e sais minerais;

- Utiliza menos gordura para cozinhar;

- É mais rápida;

- Não transfere sabores, sendo possível, por exemplo, assar uma carne e cozer uma tarte em simultâneo;

- E não necessita que os alimentos sejam previamente descongelados.

Cenoura à Algarvia, Salada de rúcula, Maranho com batata ratte e beldroegas

Tendo Nuno Barros explicado ainda que um dos segredos dos chefs é precisamente…

... o combinar da cozedura a vapor com o calor seco!

Também na cozinha, as inovações tecnológicas criadas para os profissionais acabam por chegar ao grande público

O que também é possível fazer em casa com fornos combinados, como os novos Combisteam da Electrolux – combinam vapor com aquecimento ventilado, de modo a obter alimentos tenros e suculentos por dentro mas crocantes e dourados por fora, preservando os nutrientes, as vitaminas e os minerais.

 

Ver também:

Congresso dos Cozinheiros... pela primeira vez aberto ao grande público

 

Congresso dos Cozinheiros | Espaço L da LX Factory, Lisboa, Portugal | 4 a 7 Julho 2014

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:35

Sangue na Guelra, os 14 pratos do Dia 2

por Raul Lufinha, em 12.04.14

Leandro Carreira, Sven Wassmer, Francisco Gomes, João Simões, Leonardo Pereira, Nuno Barros

No segundo dos dois jantares Sangue na Guelra 2014, os quatro protagonistas foram Leonardo Pereira (NOMA, Dinamarca), Sven Wassmer (FOCUS, Suíça), João Simões (prestes a lançar o novo projecto!) e Francisco Gomes (CONFEITARIA COLONIAL, Barcelos)…

… que apresentaram no total 14 pratos!

"Perceves, Pinhões e Rebentos de Aipo" – Chef Leonardo Pereira

"Ouriços-do-Mar e Favas" – Chef Leonardo Pereira

"Sapateira, Daikon e Yuzu" – Chef Sven Wassmer

"Algas Dashi, Alho Fermentado e Algas" – Chef Sven Wassmer

"Pargo, Vieira, Couve-Flor, Trufa e Amendoim" (à direita) – Chef João Simões

"Dourada, Porco e Tremoços" (à esquerda) – Chef João Simões

"Carabineiros, Limão, Aipo e Rábano" – Chef Sven Wassmer

"Cavaco, Inhame e Ínsula do Pico" – Chef João Simões

"Salmonetes de Setúbal, Ervas Halófitas e Nabo" – Chef Leonardo Pereira

"Cavala, Pepino e Soro de Leite Coalhado" – Chef Sven Wassmer

"Cherne, Endívias e Caldo de Algas Doces" – Chef Leonardo Pereira

"Choco, Cuscos, Vinagre e Rebentos" – Chef João Simões

"Sopa do Dia" – Chef Francisco Gomes

"Uma Viagem ao Fundo do Mar" – Chef Francisco Gomes

 

Ver também:

Sangue... na Guelra

Perceves... e Leonardo Pereira com Sangue na Guelra

Ouriços-do-Mar... e Leonardo Pereira com Sangue na Guelra, utilizando o azeite proibido no NOMA

Sapateira... e Sven Wassmer com Sangue na Guelra

Algas... e Sven Wassmer com Sangue na Guelra

Pargo, Vieira & Dourada... e João Simões com Sangue na Guelra

Carabineiros... e Sven Wassmer com Sangue na Guelra

Cavaco... e João Simões com Sangue na Guelra

Salmonete... e Leonardo Pereira com Sangue na Guelra, com os vegetais no centro do prato e a sobreporem-se so peixe

Cavala... e Sven Wassmer com Sangue na Guelra

Cherne... e Leonardo Pereira com Sangue na Guelra, escondendo o peixe

Choco... e João Simões com Sangue na Guelra

Sopa doce... e Francisco Gomes com Sangue na Guelra

Chocolate é fish... e Francisco Gomes com Sangue na Guelra

 

Fotografias: Marta Felino

Sangue na Guelra

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:27

Sangue… na Guelra

por Raul Lufinha, em 11.04.14

Leandro Carreira, Sven Wassmer, Francisco Gomes, João Simões, Leonardo Pereira, Nuno Barros, Paulo Barata, Ana Músico

Integrado no programa do Peixe em Lisboa, o Sangue na Guelra é um evento gastronómico único, criado por Ana Músico e Paulo Barata, em que os protagonistas são os sub-chefs de restaurantes consagrados…

Na 1300 TABERNA…

… culminando em dois jantares irreptíveis de peixe e marisco da costa portuguesa confeccionados pelos próprios sub-chefs, que cozinham em nome próprio.

… dois jantares por jovens sub-chefs com sangue na guelra

O segundo dia contou com o português Leonardo Pereira (NOMA, Dinamarca), Sven Wassmer (FOCUS, Suíça), João Simões (ex-FEITORIA e ex-BISTRO 100 MANEIRAS, a preparar o lançamento do seu novo projecto!) e Francisco Gomes (CONFEITARIA COLONIAL, em Barcelos)... tendo sido um sucesso!

2º dia: Leonardo Pereira, João Simões, Sven Wassmer, Francisco Gomes… e em baixo Leandro Carreira

 

Ver também:

Sangue na Guelra, os 14 pratos do Dia 2

 

Fotografias: Marta Felino 

Sangue na Guelra

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:37

Frases que ficam #17: “I kiss better than I cook”

por Raul Lufinha, em 08.04.14

Fotografias: Marta Felino

1300 TABERNA | Rua Rodrigues Faria, 103, Lx Factory, Lisboa, Portugal | Chef Nuno Barros

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:56

Frank Bruni e a 1300 TABERNA: “Appealing food that puts Portuguese staples through mildly inventive paces”

por Raul Lufinha, em 01.06.12

Fotografia: 1300 TABERNA

 

Outros dos restaurantes destacados pelo antigo crítico gastronómico do New York Times Frank Bruni na sua visita a Lisboa foi a 1300 TABERNA:

“There are more and more lookers on the Lisbon restaurant scene, like 1300 TABERNA, sprawling and stunning, with flamboyant lighting fixtures, fanciful plates and cutlery and — most important — appealing food that puts Portuguese staples through mildly inventive paces.”

1300 TABERNA | Lx Factory, Rua Rodrigues Faria, 103, Edifício H, Lisboa, Portugal | Chef Nuno Barros

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:02

1300 TABERNA denuncia estar a ser copiada

por Raul Lufinha, em 28.05.12

Fotografia: 1300 TABERNA

 

A 1300 TABERNA denuncia na sua página do Facebook estar a ser alvo de uma cópia sistemática por parte de um concorrente:

"Precisamos da opinião dos amigos e fãs da 1300 TABERNA!

O que fazer quando existe um negócio em Lisboa que nos copia literalmente os pratos, cujos donos vêm constantemente à nossa taberna "tirar ideia[s]" e até pedem para embrulhar uma das nossa[s] saladas que depois aparece numa fotografia numa revista como um prato original deles?

Como se lida com uma situação destas?!"

1300 TABERNA | Lx Factory, Rua Rodrigues Faria, 103, Edifício H, Lisboa, Portugal | Chef Nuno Barros

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:53


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Agenda

DEZEMBRO
11 -FOGO Inauguração do muito aguardado novo restaurante do chef Alexandre Silva, em que todos os pratos são confecionados com lenha – no forno, na grelha, no espeto ou num tacho de 80 kg – e têm o fumo como ingrediente comum
14 -OKAH ROOFTOP Wine, Music & Travel, evento vínico de prova e compra de vinhos dos quatro cantos do país, ao som de Folkways Project e DJ Nino Vargas. Entrada Solidária: 1 kg de alimentos não perecíveis para doar à Casa de Santo António, IPSS que apoia grávidas adolescentes e mães jovens
14 -FÄVIKEN Último serviço do restaurante do chef Magnus Nilsson, 600 km a norte de Estocolmo
Até 14 -HERDADE DO ESPORÃO Programa da Campanha da Azeitona 2019: visita guiada ao lagar em funcionamento com prova de azeite acabado de extrair da bica, petiscos no enoturismo e prova técnica de azeite novo

2020

JANEIRO
20 -MESA MARCADA Cerimónia de divulgação e entrega de prémios dos 10 Restaurantes e 10 Chefes Preferidos de 2019 do blog Mesa Marcada, de Duarte Calvão e Miguel Pires

MAIO
19-20 -SYMPOSIUM SANGUE NA GUELRA 2020 Virgilio Martínez, do CENTRAL, em Lima, no Peru, é o primeiro nome confirmado

JUNHO
2 -THE WORLD'S 50 BEST RESTAURANTS 2020

SETEMBRO
12-13 -CHEFS ON FIRE 2020 – FOOD, FIRE & MUSIC Um festival em que os chefs cozinham exclusivamente com fogo durante mais de 24h. Ao fire pit e outras estruturas inéditas junta-se um cartaz de concertos, num projeto de slow cooking que celebra as origens da cozinha, bem como a simplicidade de esperar e de deixar que o tempo e o fogo cuidem dos alimentos


Últimos comentários

  • Raul Lufinha

    1. A categoria das três estrelas é a mais importan...

  • Anónimo

    De verdade que não entendo porque perdem tanto tem...

  • Raul Lufinha

    1. O que é grave é que o que a Michelin anunciou q...

  • Anónimo

    Salvo o devido respeito, no global não creio que t...

  • Raul Lufinha

    E no EL PAÍS Rosa Rivas vai pelo mesmo caminho, fa...

  • Raul Lufinha

    Não, não há o prometido crescimento em 2020 – é um...

  • Anónimo

    Face à notícia largamente antecipada do fecho do r...

  • Raul Lufinha

    1 - A Michelin é uma empresa privada, faz os guias...

  • Anónimo

    Esperemos então que o guia passe a ser apenas de E...

  • Raul Lufinha



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D