Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Pedro Santos Almeida à frente do VIVA LISBOA

por Raul Lufinha, em 13.02.15

Pedro Santos Almeida

Pedro Santos Almeida

A primeira carta do consultor Miguel Laffan no VIVA LISBOA é uma oportunidade única para quem está na capital.

São os pratos do chef do L’AND… cozinhados pelo seu discípulo Pedro Santos Almeida.

E inclui também clássicos de Miguel Laffan!

Veja-se a ‘Vieira à Brás’...

... ou o ‘Lombo de Borrego, Tagine de Legumes e Batata-doce com Iogurte e Hortelã’!

Imperdível!

Aqui fica o registo de parte da carta:

sopa de peixe

'Sopa de Peixe com Camarão Tailandês'

vieira à brás

'Vieira à Brás'

empada de pato

'Empada de Pato Confitado, Salada de Aipo e Beterraba com Vinagrete de Especiarias'

brie panado

'Queijo Brie Panado, Salada de Uvas e Nozes com Pêra Assada Vinagrete Mel e Limão'

foie gras

'Escalope de Foie Gras em Brioche Caseiro, Salada Quente de Pêssegos e Manjericão'

risotto de espargos

'Risotto de Espargos com Presunto Pata Negra'

risotto de beterraba

'Risotto de Beterraba com Jardim de Cogumelos Selvagens e Espargos'

linguini

'Linguini com Molho de Tomate Fresco e Manjericão com Queijo Parmesão'

gnocchis

'Gnocchis de Batata com Molho de Gorgonzola com Espinafres e Pinhões'

petit gâteaux

'Petit Gâteaux com Gelado de Gengibre'

cheesecake

'Cheesecake Americano com Gelado de Baunilha e Doce de Abóbora'

brownie

'Brownie de Chocolate com Gelado de Manteiga de Amendoim'

crème brûlée

'Crème Brûlée de Baunilha e Fava Tonka'

queijos nacionais

'Prato de Queijos Nacionais'

Miguel Laffan e Pedro Santos Almeida

Miguel Laffan e Pedro Santos Almeida…

VIVA LISBOA

… no VIVA LISBOA

 

Ver também:

Miguel Laffan assina a nova carta do VIVA LISBOA

 

VIVA LISBOA | Neya Lisboa Hotel, Rua de Dona Estefânia, 71, Lisboa, Portugal | Chef executivo Pedro Santos Almeida

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:56


5 comentários

De Filipe Consciência a 13.02.2015 às 08:52

Foi só a apresentação da carta, ou já se pode experimentar?

De Raul Lufinha a 15.02.2015 às 11:34

Sim, já se pode provar... E também há menus de almoço de 2ª a 6ª.

De Filipe a 13.02.2015 às 12:18

Lisboa é cada vez mais um destino em que os turistas procuram boa cozinha, felizmente têm cada vez mais vontade de conhecer o que é nosso.
Assim sendo é triste ver um restaurante que nos pratos apresentados as únicas coisas de cariz Português são um " a Brás" é um prato de queijos nacionais

De Raul Lufinha a 15.02.2015 às 12:02

Olhe que não, no VIVA LISBOA a base é a cozinha portuguesa!
E é de louvar um hotel que não se contenta com uma cozinha indiferenciada – a dita “comida de hotel” – e aposta em disponibilizar à cidade um restaurante com personalidade e de muita qualidade.

De Filipe a 15.02.2015 às 14:05

Eu não questionei a qualidade do restaurante, nem tenho nada contra, mas a verdade é que me faz lembrar mais um restaurante italiano ( atenção que eu não disse pizzaria) do que outra coisa, com 2 risottos, 1 massa e uns gnocchis, acredito também que a carta não se resuma a isso, só achei irónico o nome do restaurante e a proposta apresentada

Comentar post



Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Agenda

MARÇO
3 -PRÉMIOS ‘BOA CAMA BOA MESA’ Cerimónia de entrega dos prémios do guia Boa Cama Boa Mesa, do jornal Expresso
Até 14 -‘ACONCHEGO CARIOCA’ NO BAIRRO DO AVILLEZ Pop-up do restaurante de Kátia Barbosa, nas varandas do Bairro do Avillez
Até 15 -TEMPORADA DA LAMPREIA NO VARANDA DE LISBOA No restaurante panorâmico do Hotel Mundial, um menu especial dedicado à lampreia

MAIO
19-20 -SYMPOSIUM SANGUE NA GUELRA 2020 Virgilio Martínez, do CENTRAL, em Lima, no Peru, é o primeiro nome confirmado

JUNHO
2 -THE WORLD'S 50 BEST RESTAURANTS 2020

SETEMBRO
12-13 -CHEFS ON FIRE 2020 – FOOD, FIRE & MUSIC Um festival em que os chefs cozinham exclusivamente com fogo durante mais de 24h. Ao fire pit e outras estruturas inéditas junta-se um cartaz de concertos, num projeto de slow cooking que celebra as origens da cozinha, bem como a simplicidade de esperar e de deixar que o tempo e o fogo cuidem dos alimentos


Últimos comentários

  • Anónimo

    Obrigado pelo esclarecimento.

  • Raul Lufinha

    Também coloquei essa questão – o que me foi dito é...

  • Anónimo

    Numa altura em que tanto se fala de igualdade, é a...

  • Raul Lufinha

    Muito obrigado!!!

  • Anónimo

    BRAVO !!!!👏👏👏👏EXCELENTE TEXTO !!

  • Raul Lufinha

  • Anónimo

    Parabéns Chef JOAQUIM de Sousa , Excelente !!!❤️🇵🇹...

  • Raul Lufinha

    1. A categoria das três estrelas é a mais importan...

  • Anónimo

    De verdade que não entendo porque perdem tanto tem...

  • Raul Lufinha

    1. O que é grave é que o que a Michelin anunciou q...



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D