Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Kranemann lança branco de… 1999

por Raul Lufinha, em 20.04.20

Quinta do Convento Branco 1999

A apresentação vai decorrer no Facebook

 

O que é a Kranemann?

«A Kranemann Wine Estates é um projeto vitivinícola idealizado por Christoph Kranemann, um enófilo que se apaixonou pelo Douro, pelos seus vinhos e, em particular, pela Quinta do Convento de São Pedro das Águias, uma emblemática propriedade localizada em Tabuaço, na mais antiga região vinícola demarcada do mundo. Reputado cirurgião na América do Norte, Christoph Kranemann desenvolveu uma forte paixão pelo mundo do vinho quando, a partir dos anos 80, começou a conjugar as viagens profissionais com a descoberta de regiões vitivinícolas. O sonho de estabelecer-se enquanto produtor ocorreu-lhe para a Austrália, mas a distância tornou-o impossível. Em 2004, depois de conhecer a sua mulher, portuguesa, Christoph Kranemann passou a viajar para Portugal com frequência, descobrindo os vinhos e as castas nacionais, e, finalmente, o Douro. E aí encontraria, na Quinta do Convento de São Pedro das Águias, adquirida em 2018, o cenário perfeito para a concretização do seu sonho. Assim nasceu a Kranemann Wine Estates, num Douro único, de vinhas de altitude e solos de xisto e granito, propondo-se a desenhar vinhos DOC Douro e Porto singulares. E a erguer um novo projeto de enoturismo.»

Qual é a história que está por trás do lançamento de um branco de… 1999?

«Em 2018, Christoph Kranemann, enófilo de origem alemã, apaixonou-se imediatamente pela Quinta do Convento de São Pedro das Águias, no Douro. O sonho de se estabelecer enquanto produtor, outrora equacionado para a Austrália, tinha encontrado o palco com os argumentos perfeitos: a beleza agreste do Vale do Távora; um terroir único de altitude; o mítico Convento de São Pedro das Águias, com potencial para dar lugar a um hotel; e uma das mais modernas adegas do Douro, construída em 2007, incluindo um importante património de Porto nas suas caves.

Mas Christoph Kranemann, enófilo, interessado por história, arquitetura e geologia, estava a investir em mais do que isso. Percebeu-o quando pediu à equipa de enologia, chefiada pelo enólogo Diogo Lopes, para proceder ao inventário dos vinhos existentes. Aí surgiram as surpresas, qual história de ficção, em plenas catacumbas do Convento de São Pedro das Águias... Entre barricas de Porto antigos, tintos e até brancos, apareceu então um amontoado de garrafas de um Douro, de cor dourada, bem evoluído. A primeira rolha aberta revelou algo de extraordinário na garrafa. A segunda, a terceira, a quarta e a quinta confirmaram que não era exceção. E a regra confirmou, aproximadamente, 2000 garrafas de um branco único, complexo, pleno de aromas terciários, e com uma acidez bem vincada. Um vinho untuoso e rico. Ou antes, uma relíquia, que se soube depois ter nascido de uma vindima de 1999, precisamente das vinhas velhas em frente ao convento.

Agora, cerca de 20 anos depois, o Quinta do Convento Branco 1999 é então lançado no mercado, pela Kranemann Wine Estates. “É uma edição especial, uma oportunidade de regresso ao passado, para uma viagem extraordinária pela expressão do terroir do Vale do Távora, que nos oferece vinhos de enorme qualidade e potencial de evolução”, explica o enólogo Diogo Lopes. “Encontrámos este branco em perfeitas condições de conservação, numa sala em plenas catacumbas do convento, fresca, escura e húmida, onde antigamente se faziam enchimentos e se armazenava vinho do Porto. Naturalmente tomámos a decisão de colocá-lo no mercado. É seguramente o vinho mais fácil da minha vida”, termina Diogo Lopes. A enóloga residente, Susete Melo, complementa: “Descobrimos estas garrafas quando chegámos à quinta e avançámos para a contagem de stocks. Ao princípio disseram-nos que já devia ser vinagre. Tratava-se de um vinho que uma anterior proprietária, a Madame Mordant, conhecida como a Senhora do Convento, tinha guardado para fazer uma parede decorativa que, afinal, nunca se ergueu. Foi engraçado ver as expressões de surpresa nas caras da nossa equipa quando se começou a provar o vinho. Fantástico.”»

Quais as castas utilizadas?

Não estão identificadas. Este vinho é um field blend de vinhas velhas.

Qual o PVP recomendado?

32,50 €.

Como vai ser feita a apresentação deste novo Quinta do Convento branco 1999?

Devido à pandemia, a apresentação do novo vinho vai decorrer online.

Na próxima terça-feira, 21 de abril, às 18h00 de Portugal Continental, o enólogo Diogo Lopes irá estar ao vivo no Facebook – em Kranemann Wine Estates e Diogowinemaker – com André Ribeirinho (Chief Wine Evangelist do Adegga MarketPlace) e com o escanção Rodolfo Tristão, para uma conversa que, prometendo ser uma viagem pelos vinhos da Kranemann, terá como ponto de partida o novo Quinta do Convento branco de 1999.

Fotografia: Kranemann Wine Estates

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:42



Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D