Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Arroz-Doce libanês… num mil-folhas

por Raul Lufinha, em 23.05.17

Ezzat Ellaz

Ezzat Ellaz, o proprietário do MUITO BEY

No Líbano também há a tradição do Arroz-Doce.

Ou Arroz-de-Leite, designação que encontramos igualmente em Portugal e que é a tradução literal da expressão «Reze Bi Halib».

Ora, no novo restaurante de cozinha libanesa que Ezzat Ellaz abriu o ano passado em Lisboa – e ao qual deu o nome de MUITO BEY – uma das especialidades é precisamente a recriação do tradicional Arroz-Doce libanês.

Apresentando-se bastante cremoso.

E, tal como por vezes também encontramos em Portugal, vem perfumado com água de flor de laranjeira.

Para além, claro, do aroma da canela.

Sendo porém servido num registo agradavelmente pouco doce.

Com os bagos a surgirem mais soltos e espaçados do que é habitualmente vermos – com efeito, não tem excesso de arroz!

O que lhe dá, desde logo, uma grande leveza.

Mas o que Ezzat Ellaz pretende mesmo é que o MUITO BEY mostre um Líbano moderno e cosmopolita.

Daí que a assinatura do restaurante seja precisamente... “modern lebanese kitchen”!

Pelo que, para sair do registo mais típico e tradicional, o Arroz-Doce ganha aqui uma outra dimensão.

E transforma-se num sedutor mil-folhas!

Leve e estaladiço, é um dos maiores sucessos do MUITO BEY.

 

Reze Bi Halib, ou seja, Arroz-Doce

Reze Bi Halib, ou seja, Arroz-Doce

 

Sobre o Líbano, ver também:

 

Fotografias: Marta Felino e Raul Lufinha

MUITO BEY

Rua da Moeda, 8, Lisboa, Portugal

Chef Consultora Barbara Massaad

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:03



Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • Raul Lufinha

    Sim, num vinho tão novo, a rolha não era seguramen...

  • Anónimo

    Qual a utilidade em abrir dessa forma um vinho de ...

  • Anónimo

    Eu que agradeço pelo carinho e amor. Obrigado Obri...

  • Anónimo

    O melhor Restaurante de VILAMOURA e um dos melhore...

  • Anónimo

    Chamo-me Francisco Pôla, tal como você. é possivel...

  • Raul Lufinha

    Para memória futura: hoje, dia 05-02-2018, o SAPO ...

  • Raul Lufinha

    Entretanto, para memória futura, a 31-01-2018 já u...

  • Raul Lufinha

    Agradeço a informação, Pedro. Embora só possa lame...

  • Pedro Neves

    Caro Raul,peço desculpa pelo meu comentário não es...

  • Raul Lufinha

    Obrigado Duarte. Acho que vais gostar, vai ser uma...



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D