Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Aguardente DOC Lourinhã, o desafio de crescer em valor

por Raul Lufinha, em 13.11.19

Aguardente DOC Lourinhã

Aguardente DOC Lourinhã

A Lourinhã, 60 quilómetros a norte de Lisboa, é a primeira e única região demarcada do país somente para a produção de aguardentes – aguardentes vínicas.

E uma das apenas três existentes na Europa, a par de Cognac e Armagnac.

Sendo precisamente esse o seu grande desafio – crescer em valor e assumir-se como produto de excelência que é, de modo a colocar-se ao nível (e no campeonato) dessas duas regiões francesas.

Porém, se esta afirmação dos seus responsáveis – de a Aguardente DOC Lourinhã qualitativamente estar entre as três melhores do mundo – não se refletir depois no posicionamento da Aguardente DOC Lourinhã perante o mercado, então essa será uma afirmação vazia, que acabará por se virar contra a própria aguardente.

Daí que os diversos caminhos que já começaram a ser trilhados para a Aguardente DOC Lourinhã crescer em valor… mereçam ser aprofundados!

Dois exemplos.

Um, a incorporação da Aguardente DOC Lourinhã em produtos alimentares, dos bolos aos pastéis passando pela (excelente) ligação com o chocolate e pela fruta em calda de aguardente, entre outros. Ora, sendo a Aguardente DOC Lourinhã mesmo umas das três melhores do mundo, então é essencial que estes ótimos produtos ultrapassem as fronteiras da Lourinhã e, pelo menos, cheguem às melhores lojas do país, aos aeroportos, etc. Mas não só. Se a Aguardente DOC Lourinhã é a melhor aguardente portuguesa, então é também crucial que surjam novas parcerias com os melhores produtores portugueses, sejam de chocolates, de bolos, de gelados, enfim, do que se entenda que seja adequado. Até porque isto também funciona ao contrário: se a Aguardente DOC Lourinhã é mesmo uma das melhores do mundo (e conseguir convencer de tal os seus potenciais parceiros) então serão esses próprios produtores que irão procurar a Aguardente DOC Lourinhã para a incorporar nos seus produtos e assim lhes adicionar valor – como já sucede nomeadamente com o Vinho de Carcavelos, feito com Aguardente DOC Lourinhã.

Outro exemplo está na ligação com a gastronomia. Efetivamente é após uma boa refeição que melhor se aprecia a aguardente. E a Aguardente DOC Lourinhã até tem ido mais longe e tem inclusivamente desafiado os restaurantes locais a cozinhar com a própria aguardente – a próxima quinzena gastronómica, aliás, começa no dia 14 e já vai na sua 8.ª edição. Porém, se a Aguardente DOC Lourinhã se quer mesmo associar à gastronomia para passar a mensagem de que é uma das melhores do mundo, então terá que ir para além do universo local e associar-se igualmente àqueles que têm um nível idêntico ao seu, ou seja, associar-se também aos melhores chefes e aos melhores restaurantes portugueses.

Lufadas d’Aguardente (deliciosos bolos secos, feitos com amêndoa)

Lufadas d’Aguardente

Pastéis de Aguardente

Pastéis de Aguardente

Chocolate com Aguardente

Chocolate com Aguardente

De qualquer forma, independentemente de tudo o que se possa fazer no futuro e do muito que já foi feito para se chegar até aqui, a Aguardente DOC Lourinhã tem dois grandes trunfos.

Um, é ser um produto de excelência.

O outro, é ter apenas dois produtores – a Adega Cooperativa e a Quinta do Rol. Pode parecer uma limitação. Mas, se os dois se conseguirem entender sobre o futuro da sua região demarcada, é um bem inestimável! O grande problema de outras regiões demarcadas tem sido precisamente o de os produtores não se entenderem sobre o rumo a seguir – e cada um remar para o seu lado.

Lourinhã, a 60 km de Lisboa

Lourinhã, a 60 km de Lisboa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:19


2 comentários

De Anónimo a 15.11.2019 às 17:31

Parabéns Lourinhã pela”Aguardente DOC Lourinhã “!!! Á mesadochef,
Que texto , tão bem escrito !!!!
onde aponta ( de borla)todas ou mtas hipóteses de Marketing dum produto português na gastronomia portuguesa, ❤️❤️competindo com a região francêsa ❤️

De Raul Lufinha a 15.11.2019 às 19:12

Sim, de facto, em Portugal, temos muitos produtos de nível mundial!

Comentar post



Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Agenda

FEVEREIRO
20-23 -ESSÊNCIA DO VINHO – PORTO Mais de 400 produtores e cerca de 4000 vinhos representados e em degustação, de Portugal e do mundo, bem como atividades paralelas que incluem provas temáticas, conversas sobre vinho, harmonizações e jantares vínicos

MARÇO
3 -PRÉMIOS ‘BOA CAMA BOA MESA’ Cerimónia de entrega dos prémios do guia Boa Cama Boa Mesa, do jornal Expresso
Até 14 -‘ACONCHEGO CARIOCA’ NO BAIRRO DO AVILLEZ Pop-up do restaurante de Kátia Barbosa, nas varandas do Bairro do Avillez
Até 15 -TEMPORADA DA LAMPREIA NO VARANDA DE LISBOA No restaurante panorâmico do Hotel Mundial, um menu especial dedicado à lampreia

MAIO
19-20 -SYMPOSIUM SANGUE NA GUELRA 2020 Virgilio Martínez, do CENTRAL, em Lima, no Peru, é o primeiro nome confirmado

JUNHO
2 -THE WORLD'S 50 BEST RESTAURANTS 2020

SETEMBRO
12-13 -CHEFS ON FIRE 2020 – FOOD, FIRE & MUSIC Um festival em que os chefs cozinham exclusivamente com fogo durante mais de 24h. Ao fire pit e outras estruturas inéditas junta-se um cartaz de concertos, num projeto de slow cooking que celebra as origens da cozinha, bem como a simplicidade de esperar e de deixar que o tempo e o fogo cuidem dos alimentos


Últimos comentários

  • Anónimo

    Obrigado pelo esclarecimento.

  • Raul Lufinha

    Também coloquei essa questão – o que me foi dito é...

  • Anónimo

    Numa altura em que tanto se fala de igualdade, é a...

  • Raul Lufinha

    Muito obrigado!!!

  • Anónimo

    BRAVO !!!!👏👏👏👏EXCELENTE TEXTO !!

  • Raul Lufinha

  • Anónimo

    Parabéns Chef JOAQUIM de Sousa , Excelente !!!❤️🇵🇹...

  • Raul Lufinha

    1. A categoria das três estrelas é a mais importan...

  • Anónimo

    De verdade que não entendo porque perdem tanto tem...

  • Raul Lufinha

    1. O que é grave é que o que a Michelin anunciou q...



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D