Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A Quinta dos Aciprestes… da Real Companhia Velha

por Raul Lufinha, em 03.04.15

Quinta dos Aciprestes

Quinta dos Aciprestes, ao longo do Douro e em frente à foz do Rio Tua

Na margem esquerda do Rio Douro e frente à foz do Rio Tua, a actual Quinta dos Aciprestes prolonga-se por uma frente ribeirinha de mais de dois quilómetros…

… incluindo também as antigas Quinta da Barreira, Quinta da Boavista e Quinta da Coutada.

A uma cota baixa – 150 a 250 metros – e encaixada no vale, a Quinta dos Aciprestes é ideal para a produção de uva tinta…

… conjugando vinhas velhas – em que predomina a Tinta Barroca (50%) – e vinhas modernas, com talhões de uma casta só, maioritariamente de Touriga Nacional e Touriga Franca mas também com Sousão, Tinta Amarela e Tinta Roriz.

Nas quais é praticada uma viticultura de precisão com o recurso às mais modernas tecnologias, incluindo drones (aeronaves não tripuladas) que monitorizam as vinhas.

A partir das uvas da Quinta dos Aciprestes, a Real Companhia Velha produz Vinho do Porto… e também a gama de tintos ‘Quinta dos Aciprestes’ – colheita, reserva, grande reserva… e ainda um varietal de Sousão, cuja ideia era ser utilizado para compor o lote das Tourigas mas resultou tão bem que foi lançado em monocasta.

Quinta dos Aciprestes

viticultura de precisão

Quinta dos Aciprestes

Quinta dos Aciprestes

Quinta dos Aciprestes

Quinta dos Aciprestes

Quinta dos Aciprestes

A caminho da antiga casa da Quinta da Boavista

Rui Soares

Quinta dos Aciprestes

Quinta dos Aciprestes

Quinta dos Aciprestes

A antiga Quinta da Boavista, actualmente integrada na Quinta dos Aciprestes

Quinta dos Aciprestes

Quinta dos Aciprestes

Quinta dos Aciprestes... ao longo do Douro

Quinta dos Aciprestes, mais de 2 km ao longo do Rio Douro

 

Ver também:

Viagem à Real Companhia Velha

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:30


1 comentário

De Anónimo a 04.09.2020 às 09:50

Bom dia,o vinho Quinta dos Aciprestes, de há 4 anos para cá tem sido o melhor vinho que tenho bebido,até á data de hoje não bebo outro,tenho pena que no Continente se encontre a um preço pouco possivel de comprar continuamente,tenho feito um esforço para o fazer mas futuramente tenho que desistir!Muito obrigado pela vossa atenção!






Comentar post



Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D