Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A Primavera de Frederic Breitenbucher no RIVER LOUNGE do Myriad

por Raul Lufinha, em 06.04.14

Chef Frederic Breitenbucher

O tempo passa depressa – já vai fazer dois anos que Frederic Breitenbucher deixou o lugar de sub-chef do FORTALEZA DO GUINCHO para assumir a liderança da equipa de cozinha do Myriad by SANA Hotels.

Assinando agora o chef francês a nova carta Primavera/Verão do RIVER LOUNGE, neste momento o principal restaurante do hotel, no piso térreo e mesmo em cima do Tejo.

Sem renunciar às suas origens alsacianas, o chef francês apresenta uma cozinha contemporânea assente nos produtos da estação e num cruzamento com os sabores portugueses.

Das várias entradas, a de vieira é lindíssima – depois de um Inverno rigoroso, dá gosto ver um prato tão leve e luminoso. E o conteúdo corresponde ao impacto visual: refrescantes sabores cítricos e ácidos, em que o fresquíssimo molusco surge apenas marinado numa vinaigrette de citrinos e acompanhado de legumes crocantes, com três variedades de beterraba (roxa, branca, amarela…), cherovia, funcho, aipo... E há ainda uma espuma de maçã Granny Smith…!

"Vieira marinada com legumes crocantes"

Outra entrada muito feliz é o magret de pato, bem diferente das banalidades que por aí se encontram... e em que se sente a origem francesa do chef. Vem com um delicado aroma a fumo e acompanhado de foie gras salteado, de cenoura com gengibre, de um chutney agridoce de toranja… e ainda de um saboroso pão de especiarias tão típico da Alsácia de Frederic Breitenbucher!

"Pato fumado"

A seguir, brilhou o açafrão… e o peixe português – salmonete somente salteado, acompanhado de fondant de batata roxa com açafrão, um saboroso crumble de milho e azeitona e, ainda, compota de funcho.

"Salmonete salteado"

Para prato de carne, porco preto corado, com um couli de ervilhas… e dois deliciosos cannelloni recheados com cogumelos morchella, cebolinhas primaveris (picadas e também em creme!) e ervilhas.

"Porco preto corado"

No RIVER LOUNGE, a melhor escolha para fechar a refeição é claramente a degustação de três miniaturas de sobremesas da carta – o restaurante sugere este modelo para estimular a partilha… mas são tão boas que funciona ainda melhor se cada um fizer uma degustação individual!

É que, na linha da influência francesa que perpassa a cozinha de Frederic Breitenbucher, também as sobremesas de Anderson Miotto são alta pastelaria… que poderíamos perfeitamente encontrar nas melhores casas de Paris.

Das três miniaturas, a primeira é um subtil suspiro recheado com creme de musseline, acompanhado por frutos vermelhos e por dois sorbets, um de framboesa e outro de baunilha.

Ao centro, um pequeno copo que exulta os sabores do chocolate e do morango! Sendo inacreditável a quantidade de ingredientes que lá cabem dentro… um minúsculo e muito saboroso financier de chocolate, uma mousse de queijo creme, um cremoso de cacau, um sorbet de morango, vários pedaços de morango, uma framboesa, chocolate branco…! Se é assim em miniatura, imagine-se em tamanho normal…!

Já a terceira sobremesa é uma mini tarte tatin de… ananás! Com mousse Malibu, gelado de baunilha e, ainda, frutos vermelhos macerados com especiarias e lima.

"Degustação de Primavera"

("Suspiro recheado" + "Verrine de chocolate e morango" + "Tatin de ananás")

Finalmente, com o café...

... chegaram os petits fours.

Petits fours

Dá, pois, imenso gosto desfrutar da cozinha de Frederic Breitenbucher no RIVER LOUNGE. Produtos clássicos, produtos de sempre – a vieira, o magret de pato, o peixe fresco, o porco preto, a fruta e o chocolate – trabalhados delicadamente com muito saber… e muita elegância!

Deck exterior do restaurante RIVER LOUNGE…

… literalmente sobre o Rio Tejo…

… e com a Ponte Vasco da Gama em fundo

Myriad, um hotel construído sobre as águas do Tejo...

… junto à Torre Vasco da Gama

 

Ver também:

As novas sobremesas de Anderson Miotto no Myriad 

 

RIVER LOUNGE | Myriad by SANA Hotels, Cais das Naus, Parque das Nações, Lisboa, Portugal | Chef Frederic Breitenbucher

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:59


Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.



Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • Anónimo

    O melhor Restaurante de VILAMOURA e um dos melhore...

  • Anónimo

    Chamo-me Francisco Pôla, tal como você. é possivel...

  • Raul Lufinha

    Para memória futura: hoje, dia 05-02-2018, o SAPO ...

  • Raul Lufinha

    Entretanto, para memória futura, a 31-01-2018 já u...

  • Raul Lufinha

    Agradeço a informação, Pedro. Embora só possa lame...

  • Pedro

    Caro Raul,peço desculpa pelo meu comentário não es...

  • Raul Lufinha

    Obrigado Duarte. Acho que vais gostar, vai ser uma...

  • Duartecalf

    Parabéns pela reportagem.Confesso que nunca foi um...

  • Anónimo

    Fico muito feliz, em saber do selo Vegano! Havia p...

  • Anónimo

    Para além de alguns sitios mais "canalhas" na Baix...



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




subscrever feeds