Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A nova MUSA DA BICA

por Raul Lufinha, em 30.09.19

Chef Leonor GodinhoChef Leonor Godinho

 

A nova taproom da cerveja Musa também tem comida!

Chama-se MUSA DA BICA.

E fica precisamente no bairro da Bica, em Lisboa, junto à Rua de São Paulo e à entrada para o Ascensor da Bica.

Tendo à frente da cozinha a chef Leonor Godinho, vinda do FEITORIA.

Que aqui nos apresenta uma comida pensada para acompanhar a cerveja.

Essencialmente petiscos.

Muito fáceis de comer – praticamente não são necessários talhares!

E extremamente saborosos, com os sabores bastante puxados, pedindo claramente a companhia de uma cerveja!

Provámos as viciantes batatas fritas caseiras, acabadas de fritar.

Bem como duas ótimas sandes, ambas em pão da padaria artesanal Terra Pão, de Arroios.

A Reuben, com um saboroso pastrami caseiro preparado por Leonor Godinho.

E a Katsu Sando, em pão brioche, com a pluma de porco bem panada e com um kimchi da chef que fazia toda a diferença.

Tudo isto enquanto se provava, à pressão, a Baltic Sabbah, uma elegante baltic porter da Musa, a imperial stout Marafada Geirinhas e, ainda, a extraordinária Maria AbertIPA, uma poderosa Double New England IPA feita em parceria pela Musa e pela Oitava Colina, com 9% de álcool e um intenso sabor a lúpulo fresco.

Existindo muitas mais cervejas para descobrir – a MUSA DA BICA tem 15 torneiras!

MUSA DA BICA

Tap beer

MUSA DA BICA

Baltic Sabbah + Maria AbertIPA

MUSA DA BICA

Craft food

MUSA DA BICA

Batatas fritas caseiras com maionese de chipotle

MUSA DA BICA

Reuben – sandes de pastrami caseiro em sourdough com chucrute e queijo suíço

MUSA DA BICA

Katsu Sando – sandes de pluma de porco em pão brioche tostado com kimchi caseiro

MUSA DA BICA

Até breve!

 

Fotografias: Marta Felino e Raul Lufinha

 

MUSA DA BICA
Calçada Salvador Correia de Sá, 2, Lisboa, Portugal
Chef Leonor Godinho

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:45

Noite de clássicos em Vila Viçosa

por Raul Lufinha, em 28.09.19

Joaquim de Sousa, Pedro Mendes, Louis AnjosJoaquim de Sousa, Pedro Mendes, Louis Anjos

 

A mais recente edição do evento “O Chef Convida”, que tem trazido ao Alentejo Marmòris, em Vila Viçosa, nomes de referência da cozinha portuguesa, transformou-se numa memorável noite de clássicos.

O anfitrião Pedro Mendes, para além de olhar para o futuro e testar com sucesso um novo prato, apresentou a sua emblemática cebola com pezinhos de coentrada.

Louis Anjos trouxe do BON BON o lavagante de assinatura, bem como o seu depurado salmonete com presunto que fez a ponte para sabores mais alentejanos.

E Joaquim de Sousa fechou o jantar em grande estilo com a famosa Flor Surpresa – uma sobremesa que tem movimento – a que se seguiram os petits fours da alta pastelaria do JNĉQUOI e da LADURÉE.

Já os vinhos estiveram por conta da Quinta do Mouro, de Miguel Louro. Tendo acontecido uma situação absolutamente extraordinária: cada um deles era tão bom e tão gastronómico que acabou por ficar bem… com todos os pratos! Efetivamente, a cada novo prato, um novo vinho, ainda melhor do que o anterior; mas a verdade é que todos os vinhos anteriores… também ficariam bem, e ficaram, com esse novo prato! Vinhos sempre secos e austeros, com uma acidez vibrante!

 

Vinha do Mouro branco 2018

Os aperitivos começaram no bar do hotel e com dois vinhos que nem parecem ser entrada de gama

Vinha do Mouro branco 2018

Vinha do Mouro branco 2018

Vinha do Mouro tinto 2015

Vinha do Mouro tinto 2015

Alentejo Marmòris

Já na sala, as boas-vindas foram dadas pelo chef Pedro Mendes, a que se seguiram breves intervenções de Louis Anjos, Joaquim de Sousa e Miguel Louro

Alentejo Marmòris

O menu do jantar

Alentejo Marmòris

A servir de base para os snacks…

Alentejo Marmòris

… uma fusão da bolota alentejana do NARCISSUS com a alcagoita de Aljezur do BON BON

“Surpresas da nossa cozinha”

De modo que os três snacks – chamados “Surpresas da nossa cozinha” – chegaram efetivamente entre bolotas e alcagoitas: o falso amendoim de Louis Anjos, na verdade uma mousse fria de frango, gengibre e amendoim; o bombom de foie gras com amendoim, homenagem de Pedro Mendes ao chef pasteleiro Joaquim de Sousa; e ainda o croquete de bolota de Pedro Mendes, com farinheira e, no topo, compota de cebola

Zagalos Branco Reserva 2017

Harmonizados com o Zagalos Branco Reserva 2017, que teve um estágio de 6 meses em barrica usada e algum contacto pelicular

Azeite e manteiga

Azeite e manteiga

Alentejo Marmòris

Seleção de pães

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

O empratamento do lavagante

Alentejo Marmòris

Louis Anjos na sala…

Alentejo Marmòris

… apresentando o seu prato…

Alentejo Marmòris

… e servindo o consommé de lavagante com açafrão!

Alentejo Marmòris

Lavagante azul, tangerina, açafrão e beterraba” (Chef Louis Anjos)

Alentejo Marmòris

Zaga Luz tinto 2018

Zaga Luz 2018, a tentativa de fazer um tinto mais leve, a partir de Trincadeira e Petit Syrah, entre outras, colhidas mais cedo, com pouca extração, menos cor, sem madeira e com menor graduação alcoólica – imensa acidez!

Pedro Mendes

Pedro Mendes e os taleigos…

Alentejo Marmòris

… entregues individualmente a cada pessoa, com mais uma surpresa da cozinha do Marmòris:

Alentejo Marmòris

Um pão de bolota, com chouriço alentejano... acabado de cozer e ainda quente!

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

O empratamento dos pezinhos

“Cebola e pezinhos de coentrada” (Chef Pedro Mendes)

“Cebola e pezinhos de coentrada” (Chef Pedro Mendes)

“Cebola e pezinhos de coentrada” (Chef Pedro Mendes)

Erro B branco 2016

Erro B branco 2016

Erro B 2016, um branco sem madeira que fermentou com contacto pelicular total – grande estrutura e grande acidez!

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

O empratamento do salmonete

“Salmonete de Sagres, molho de fígados, miga de tomate e presunto de bolota” (Chef Louis Anjos)

Salmonete de Sagres, molho de fígados, miga de tomate e presunto de bolota” (Chef Louis Anjos)

Quinta do Mouro branco 2017

100% fermentado em madeira, o Quinta do Mouro branco 2017…

Miguel Louro

… do produtor Miguel Louro

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

Alentejo Marmòris

O empratamento do borrego

“Borrego, café de bolota e legumes da época” (Chef Pedro Mendes)

“Borrego, café de bolota e legumes da época” (Chef Pedro Mendes)

“Borrego, café de bolota [o molho servido na mesa] e legumes da época” (um futuro prato do Chef Pedro Mendes)

Quinta do Mouro Petit Verdot tinto 2016

Quinta do Mouro Petit Verdot tinto 2016! Uma novidade! É a primeira colheita… e ainda não foi lançada para o mercado! Aromas florais, fruta preta e excelente acidez!

Alentejo Marmòris

O molho quente da sobremesa…

Joaquim de Sousa

… que Joaquim de Sousa vem servir à mesa, para abrir a Flor Surpresa

“Flor de chocolate negro” (Chef Joaquim de Sousa)

“Flor de chocolate negro” (Chef Joaquim de Sousa)

“Flor de chocolate negro” (Chef Joaquim de Sousa)

“Flor de chocolate negro” (Chef Joaquim de Sousa)

“Flor de chocolate negro” (Chef Joaquim de Sousa)

“Flor de chocolate negro” (Chef Joaquim de Sousa)

“Flor de chocolate negro” (Chef Joaquim de Sousa)

Erro Z rosé 2018

Erro Z rosé 2018

Petits fours (Chef Joaquim de Sousa)

Petits fours (Chef Joaquim de Sousa)

Petits fours (Chef Joaquim de Sousa)

Financier de pistáchio com framboesa, Macaron de alcaçuz, Ópera (café + chocolate), Creme de arroz doce sobre bolacha de canela e pimenta

Alentejo MarmòrisO agradecimento final da sala a toda a equipa de cozinha

 

Ver também:

 

NARCISSUS
Alentejo Marmòris Hotel & Spa, Largo Gago Coutinho, 11, Vila Viçosa, Portugal
Chef Pedro Mendes

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:10

Eneko Atxa abre dois restaurantes em Lisboa

por Raul Lufinha, em 26.09.19

Chef Eneko Atxa em AlcântaraChef Eneko Atxa em Alcântara

 

Depois de Heinz Beck (com o estrelado GUSTO do Conrad Algarve, na Quinta do Lago) e de Martín Berasategui (com o FIFTY SECONDS, no topo da Torre Vasco da Gama, em Lisboa) há mais um chefe 3 estrelas Michelin a apostar em Portugal.

Trata-se de Eneko Atxa, do AZURMENDI, em Larrabetzu, perto de Bilbau, 14.º na lista dos 50 Best de 2019.

Com efeito, o chef basco vai abrir, de uma só vez, dois novos restaurantes no espaço do antigo Alcântara Café, em Lisboa.

O BASQUE, mais informal, que recria uma tasca basca, com grelhados no carvão, pratos típicos dos bares locais, para picar e partilhar, e ainda vinhos do País Basco como o famoso Txakoli.

E o ENEKO LISBOA, já num registo fine dining, com dois menus de degustação.

Mais informações aqui.

“Limão-Grass”

“Limão-Grass”

“Limão-Grass”“Limão-Grass”

 

Fotografias: Marta Felino e Raul Lufinha

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:59

Está a chegar a Cocktail Week

por Raul Lufinha, em 23.09.19

Flavi Andrade (Chefe de Bar do ROSSIO GASTROBAR) e Tito Carona (Brand Ambassador Pernod Ricard Portugal) na conferência de imprensa de apresentação da Lisboa & Porto Cocktail Week 2019

Flavi Andrade (Chefe de Bar do ROSSIO GASTROBAR) e Tito Carona (Brand Ambassador Pernod Ricard Portugal) na conferência de imprensa de apresentação da Lisboa & Porto Cocktail Week 2019

 

Está a chegar a Cocktail Week!

Vai decorrer de 11 a 19 de outubro.

E, desta vez, estende-se igualmente à cidade do Porto.

Tendo a Pernod Ricard Portugal como patrocinador principal.

E contando desde já com 68 bares e restaurantes aderentes.

Os quais irão colocar à disposição do público cerca de 230 cocktails, com marcas da Pernod Ricard como Absolut Elyx, Altos Tequila, Beefeater Gin, Havana Club, Jameson Irish Whiskey e Lillet.

Quanto ao programa desta nova edição de celebração do cocktail, existem dois grandes destaques:

  • Um é o “Momento Cocktail 2 por 1”: entre as 18h00 e as 23h00 será possível beber dois cocktails de autor pelo preço de um.

Em Lisboa: 4 Caravelas, A Paródia, A Tabacaria, Alfaiataria Bar, Arena Lounge, Ático Rooftop, Bar do Infame, Bar do Mercado, Café Klandestino, Cinco Lounge, Double9, Eighty Six Cocktail Bar, Electric Shaker, Ferroviário, Foxtrot, Frida – El Clandestino, Gin Lovers Bar & Restaurant, Honorato Chiado, La Ronera LX, Le Chat, Monkey Mash, Panorama Bar, Pap’Açôrda, Pensão Amor, Procópio, Rio Maravilha, Rooftop Bar Hotel Mundial, Sky Bar Lisboa, Sky Bar Oriente, The George, Time Out Bar, Toca da Raposa, TOPO Belém, TOPO Chiado e TOPO Martim Moniz.

E também no Porto: 17.º Restaurante & Bar, Bar das Cardosas, Big Bad Bank, Bonaparte Downtown, Café Vitória, Dash2Dash, Fé Wine & Club, Golden Oldie, Honorato Clérigos, Maus Hábitos, Nogueira’s Porto, Terraplana, The Gin House, The Royal Cocktail Club, Vermuteria da Baixa, VIP Lounge e Vogue Café Porto.

  • O outro grande destaque, e novidade desta edição, é o estimulante momento “Dinner & Cocktail”: harmonizações de comida com cocktails, que, ao critério de cada um dos espaços aderentes, podem ir desde simples snacks até um menu de degustação completo.

Em Lisboa aderem: Big Fish Poke, Bistro 100 Maneiras, Boa-Bao Lisboa, Cais da Pedra, Casa dos Prazeres, Damas, Nogueira’s Lisboa, Pharmacia, Rossio Gastrobar e Tsukiji Restaurante.

Já no Porto, os participantes são: Boa-Bao Porto, Digby Restaurante & Bar, Mini Bar Porto, Mito, RIB Beef & Wine Porto e Terminal 4450.

Mais informações aqui.

 

Ver também:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:33

Chef, quantas estrelas merece o VISTA?

por Raul Lufinha, em 23.09.19

Chef João Oliveira

Se perguntássemos ao Chef João Oliveira quantas estrelas Michelin merece o seu restaurante VISTA, qual seria a resposta?

 

(fim)

 

Fotografia: Marta Felino e Raul Lufinha

 

Ver também:

  • VISTA, Mesa do Chef, agosto 2019:
  1. Na Mesa… do Chef João Oliveira
  2. Surpresas iniciais
  3. Um Gaspacho Alentejano… com carabineiro
  4. Lagostim, um clássico do Chef
  5. Duas raias para a Mesa do Chef
  6. A manteiga leva-nos para o pinhal
  7. Entretanto passa o Chefe Pasteleiro
  8. O renovado Leitão Bísaro de João Oliveira
  9. A carne é forte
  10. Laranjas do Algarve
  11. Sem espinhas, uma enorme sobremesa de chocolate
  12. Visita guiada à nova garrafeira
  13. Chef, quantas estrelas merece o VISTA?

 

 

 


VISTA
Hotel Bela Vista, Av. Tomás Cabreira, Praia da Rocha, Portimão, Algarve, Portugal
Chef João Oliveira

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:03

Visita guiada à nova garrafeira

por Raul Lufinha, em 22.09.19

Chef João Oliveira na nova garrafeira do VISTAChef João Oliveira na nova garrafeira do VISTA

 

No restaurante VISTA do Hotel Bela Vista, na Praia da Rocha, em Portimão, o início do ano de 2019 ficou marcado pelas obras que trouxeram três novidades de grande impacto.

A nova cozinha, bem maior do que a anterior.

A Mesa do Chef, para duas pessoas, no espaço onde anteriormente existia um elevador.

E ainda uma garrafeira, exclusiva do restaurante e com entrada somente pela própria cozinha.

Tendo o jantar na Mesa do Chef terminado precisamente com uma visita guiada por João Oliveira à nova garrafeira do VISTA, da qual se vê… a Mesa do Chef e a cozinha!

Chef João Oliveira na nova garrafeira do VISTAVisita guiada à nova garrafeira…

 

Mesa do Chef… com vista para a Mesa do Chef e para a nova cozinha…

 

Mesa do Chef… e que se vê da Mesa do Chef do VISTA...

 

Hotel Bela Vista

… no Hotel Bela Vista


(continua)

 

Fotografias: Marta Felino e Raul Lufinha

 

Ver também:

  • VISTA, Mesa do Chef, agosto 2019:
  1. Na Mesa… do Chef João Oliveira
  2. Surpresas iniciais
  3. Um Gaspacho Alentejano… com carabineiro
  4. Lagostim, um clássico do Chef
  5. Duas raias para a Mesa do Chef
  6. A manteiga leva-nos para o pinhal
  7. Entretanto passa o Chefe Pasteleiro
  8. O renovado Leitão Bísaro de João Oliveira
  9. A carne é forte
  10. Laranjas do Algarve
  11. Sem espinhas, uma enorme sobremesa de chocolate
  12. Visita guiada à nova garrafeira
  13. Chef, quantas estrelas merece o VISTA?

 

 

 


VISTA
Hotel Bela Vista, Av. Tomás Cabreira, Praia da Rocha, Portimão, Algarve, Portugal
Chef João Oliveira

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:22

Sem espinhas, uma enorme sobremesa de chocolate

por Raul Lufinha, em 22.09.19

Chefe Pasteleiro Carlos Fernandes

Chefe Pasteleiro Carlos FernandesChefe Pasteleiro Carlos Fernandes

 

Carlos Fernandes, Chefe Pasteleiro do VISTA, assina aquela que é indiscutivelmente uma enorme sobremesa de chocolate.

Enorme mesmo.

Bonita e elegante.

E com um extraordinário impacto visual.

De tal forma que, ao entrarmos no site do VISTA, é este o primeiro prato que aparece!

Sendo, também, uma sobremesa minimalista.

Sem ser, porém, monocórdica.

Na verdade, não é, aliás, uma sobremesa (só) de chocolate.

Nem é uma sobremesa só doce – aqui, para além do salgado, Carlos Fernandes trabalha ainda bastante o sabor amargo!

Utilizando não só o cacau, mas também o café, o caramelo e o cardamomo.

Quatro produtos que o Chef Pasteleiro do VISTA conjuga então em diversas esferas.

Cheias de nuances.

E com um poderoso jogo, não apenas de combinações de sabores e de intensidades de doçura e amargor, mas também de texturas… e ainda de temperaturas!

Com efeito, temos mousse, temos ganache, temos gelado, temos granizado… tudo para se ir descobrindo aos poucos!

Sendo a sobremesa depois finalizada com uma alegórica telha crocante de cacau… em forma de peixe!

Chocolate | café | cardamomo | toffeeChocolate | café | cardamomo | toffee


Entretanto, o chefe de sala e escanção Luís Pereira Nunes deu a provar o Blackett 10 Anos, um Porto Tawny com imensa frescura.

Blackett 10 Years Port WineBlackett 10 Years Port Wine

 

A seguir, Carlos Fernandes trouxe ainda os três petits fours desta noite.

Um tubo feito de ananás, tendo no topo um gel de manga e outro de maracujá.

Uma tartelete de sabugueiro e mirtilo.

E ainda, em forma de flor, uma bolacha de canela, com compota de limão.

Petits foursPetits fours

 

Finalmente, uma recordação do VISTA, para levar para casa.

Dois macarons de grande nível – um de framboesa, outro de limão – que fizeram as delícias do nosso pequeno-almoço, na manhã seguinte.

MacaronsMacarons


(continua)

 

Fotografias: Marta Felino e Raul Lufinha

 

Ver também:

  • VISTA, Mesa do Chef, agosto 2019:
  1. Na Mesa… do Chef João Oliveira
  2. Surpresas iniciais
  3. Um Gaspacho Alentejano… com carabineiro
  4. Lagostim, um clássico do Chef
  5. Duas raias para a Mesa do Chef
  6. A manteiga leva-nos para o pinhal
  7. Entretanto passa o Chefe Pasteleiro
  8. O renovado Leitão Bísaro de João Oliveira
  9. A carne é forte
  10. Laranjas do Algarve
  11. Sem espinhas, uma enorme sobremesa de chocolate
  12. Visita guiada à nova garrafeira
  13. Chef, quantas estrelas merece o VISTA?

 

 

 

 

 

VISTA
Hotel Bela Vista, Av. Tomás Cabreira, Praia da Rocha, Portimão, Algarve, Portugal
Chef João Oliveira

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:35

Laranjas do Algarve

por Raul Lufinha, em 20.09.19

Na Mesa do Chef, João Oliveira e “As laranjas do Algarve”, icónica pré-sobremesa do VISTANa Mesa do Chef, João Oliveira e “As laranjas do Algarve”, icónica pré-sobremesa do VISTA

 

Os anos vão passando, mas a icónica pré-sobremesa de João Oliveira que celebra a excelência das laranjas do Algarve continua a ser um dos mais emblemáticos momentos do VISTA.

Sendo composto por duas partes.

No centro da mesa, é colocado um vaso com uma laranjeira.

E, à nossa frente, uma taça, já não com compota de laranja, como acontecia na versão original, mas antes com um cremoso flã de laranja, que tem no topo zest igualmente de laranja e ao qual é depois adicionado na mesa sumo de laranja texturizado – a novidade, aliás, é mesmo deste ano e visou dar uma ainda maior frescura e leveza ao conjunto.

É-nos então sugerido que retiremos uma laranja da laranjeira… e que a coloquemos na taça!

Porém, ao contrário da laranjeira – que é verdadeira –, a laranja é falsa!

São quatro texturas de laranja numa falsa laranja!

Com efeito, o exterior é feito de chocolate de laranja!

E depois, no interior, encontramos ainda um gel, uma mousse e também um creme… tudo de laranja!

Fazendo efetivamente deste momento uma grande celebração das laranjas do Algarve!

“As laranjas do Algarve | a nossa pré-sobremesa”

“As laranjas do Algarve | a nossa pré-sobremesa”

“As laranjas do Algarve | a nossa pré-sobremesa”

“As laranjas do Algarve | a nossa pré-sobremesa”

“As laranjas do Algarve | a nossa pré-sobremesa”

“As laranjas do Algarve | a nossa pré-sobremesa”“As laranjas do Algarve | a nossa pré-sobremesa”


(continua)

 

Fotografias: Marta Felino e Raul Lufinha

 

Ver também:

  • VISTA, Mesa do Chef, agosto 2019:
  1. Na Mesa… do Chef João Oliveira
  2. Surpresas iniciais
  3. Um Gaspacho Alentejano… com carabineiro
  4. Lagostim, um clássico do Chef
  5. Duas raias para a Mesa do Chef
  6. A manteiga leva-nos para o pinhal
  7. Entretanto passa o Chefe Pasteleiro
  8. O renovado Leitão Bísaro de João Oliveira
  9. A carne é forte
  10. Laranjas do Algarve
  11. Sem espinhas, uma enorme sobremesa de chocolate
  12. Visita guiada à nova garrafeira
  13. Chef, quantas estrelas merece o VISTA?

 

 

 


VISTA
Hotel Bela Vista, Av. Tomás Cabreira, Praia da Rocha, Portimão, Algarve, Portugal
Chef João Oliveira

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:12

A carne é forte

por Raul Lufinha, em 19.09.19

Chef João OliveiraChef João Oliveira

 

Apesar do grande destaque dado no VISTA ao peixe e ao mar, que chegou até a ter um menu exclusivo focado na temática da sustentabilidade, a carne também é forte!

De tal modo que, a seguir ao leitão, veio a vaca!

E em múltiplos registos.

Vazia de Vaca Alentejana Maturada | topinambur | cogumelos | molejas | bordalesaVazia de Vaca Alentejana Maturada | topinambur | cogumelos | molejas | bordalesa

 

Vazia de carne de vaca alentejana maturada.

Molejas.

E ainda – por baixo de uma folha crocante feita no VISTA com a gordura da carne e com especiarias – um tártaro, preparado com as aparas!

Havia igualmente um espargo branco.

Cogumelos Cantharellus, por si só e no interior de um pequeno cannolo feito com folhas de espinafre.

E também uma intensa quenelle de tupinambo estufado, com tutano.

Bem como vários apontamentos de um delicioso puré de salsa.

Tendo o prato sido finalizado na mesa, pelo próprio Chef João Oliveira, com um especiado molho de carne de vaca e vinho tinto, ao melhor estilo bordalês!

Mesa do ChefMesa do Chef

 

Entretanto, o chefe de sala e escanção Luís Pereira Nunes deu a provar o suave e elegante Jaen da Quinta de Lemos, no Dão, da colheita de 2011.

Quinta de Lemos Jaen tinto 2011Quinta de Lemos Jaen tinto 2011


Antes, já tínhamos assistido, ao vivo e em tempo real, ao modo como o Chef João Oliveira fez os nossos empratamentos!

VISTA

Chef João Oliveira

Chef João Oliveira

Chef João Oliveira

Chef João Oliveira


(continua)

 

Fotografias: Marta Felino e Raul Lufinha

 

Ver também:

  • VISTA, Mesa do Chef, agosto 2019:
  1. Na Mesa… do Chef João Oliveira
  2. Surpresas iniciais
  3. Um Gaspacho Alentejano… com carabineiro
  4. Lagostim, um clássico do Chef
  5. Duas raias para a Mesa do Chef
  6. A manteiga leva-nos para o pinhal
  7. Entretanto passa o Chefe Pasteleiro
  8. O renovado Leitão Bísaro de João Oliveira
  9. A carne é forte
  10. Laranjas do Algarve
  11. Sem espinhas, uma enorme sobremesa de chocolate
  12. Visita guiada à nova garrafeira
  13. Chef, quantas estrelas merece o VISTA?

 

 

 


VISTA
Hotel Bela Vista, Av. Tomás Cabreira, Praia da Rocha, Portimão, Algarve, Portugal
Chef João Oliveira

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:11

O renovado Leitão Bísaro de João Oliveira

por Raul Lufinha, em 17.09.19

Leitão Bísaro | barriga | alface | queijo S. Jorge | chouriço

Leitão Bísaro | barriga | alface | queijo S. Jorge | chouriço

Leitão Bísaro | barriga | alface | queijo S. Jorge | chouriço

Leitão Bísaro | barriga | alface | queijo S. Jorge | chouriço

Leitão Bísaro | barriga | alface | queijo S. Jorge | chouriço

 

O Leitão está na carta do VISTA desde o início, vai fazer cinco anos.

Com efeito, João Oliveira assume-se como um ‘homem do Norte’ e sempre fez questão de que isso se refletisse na sua cozinha.

Servindo o Leitão como momento de afirmação da largura de horizontes do chef.

Ou seja, como demonstração de que a sua cozinha é maior do que a região onde o restaurante se insere.

De modo que, no VISTA, o Leitão é Leitão da Bairrada.

Mas à maneira de João Oliveira!

E em que, inicialmente, o grande destaque era o ovo – um ovo cozinhado a baixa temperatura.

Depois – talvez por achar que um prato tão reconfortante poderia colidir com a sua linha fine dining ou então para acrescentar ao conjunto um fator surpresa – o ovo começou a ficar escondido.

Escondido debaixo das folhas de espinafre.

Ou até da trufa, negra ou de verão.

E o prato tornou-se um clássico do VISTA.

De tal forma que, quando João Oliveira foi à Rota das Estrelas do GUSTO cozinhar com Heinz Beck e Ricardo Costa do THE YEATMAN, foi este o seu principal prato!

Porém, em meados deste ano, tudo mudou!

Ou quase!

Porque na verdade, apesar de à primeira vista não parecer, é exactamente o mesmo prato… embora com outras formas e com outras texturas!

Agora já não vem numa taça.

Nem é para comer à colher!

Surgindo-nos antes um prato raso… com cinco leitões!

Um tem creme de cebola com chouriço e panko.

Outro é uma terrina de alface grelhada com gema de ovo curada e nabo picante.

Um terceiro é uma espécie de terrina de porco feita com as bochechas e as aparas da cabeça.

O branco é aipo assado com queijo da ilha de São Jorge.

E depois, o último, é a própria barriga de leitão, com a pele bem crocante!

Juntando ainda, João Oliveira, dois poderosos molhos.

Um molho de chouriço.

E, também, já na mesa, um molho de queijo de São Jorge.

Sendo muito interessante começar por provar individualmente cada um dos elementos.

E, a seguir, misturar tudo um pouco.

Efetivamente, o todo é superior à mera soma de cada uma das partes; e tem ainda o mérito de nos fazer regressar aos sabores da versão original, quando vinha tudo junto numa taça.

Um prato extraordinário!

E muito belo!

Que agora se chama ‘Leitão Bísaro’.

E que ganhou uma nova vida!

Estando ainda melhor!

Mesa do ChefMesa do Chef

 

(continua)

 

Fotografias: Marta Felino e Raul Lufinha

 

Ver também:

  • VISTA, Mesa do Chef, agosto 2019:
  1. Na Mesa… do Chef João Oliveira
  2. Surpresas iniciais
  3. Um Gaspacho Alentejano… com carabineiro
  4. Lagostim, um clássico do Chef
  5. Duas raias para a Mesa do Chef
  6. A manteiga leva-nos para o pinhal
  7. Entretanto passa o Chefe Pasteleiro
  8. O renovado Leitão Bísaro de João Oliveira
  9. A carne é forte
  10. Laranjas do Algarve
  11. Sem espinhas, uma enorme sobremesa de chocolate
  12. Visita guiada à nova garrafeira
  13. Chef, quantas estrelas merece o VISTA?

 

 

 


VISTA
Hotel Bela Vista, Av. Tomás Cabreira, Praia da Rocha, Portimão, Algarve, Portugal
Chef João Oliveira

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:58

Pág. 1/2



Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Agenda

JANEIRO
20 -MESA MARCADA Cerimónia de divulgação e entrega de prémios dos 10 Restaurantes e 10 Chefes Preferidos de 2019 do blog Mesa Marcada, de Duarte Calvão e Miguel Pires

MAIO
19-20 -SYMPOSIUM SANGUE NA GUELRA 2020 Virgilio Martínez, do CENTRAL, em Lima, no Peru, é o primeiro nome confirmado

JUNHO
2 -THE WORLD'S 50 BEST RESTAURANTS 2020

SETEMBRO
12-13 -CHEFS ON FIRE 2020 – FOOD, FIRE & MUSIC Um festival em que os chefs cozinham exclusivamente com fogo durante mais de 24h. Ao fire pit e outras estruturas inéditas junta-se um cartaz de concertos, num projeto de slow cooking que celebra as origens da cozinha, bem como a simplicidade de esperar e de deixar que o tempo e o fogo cuidem dos alimentos


Últimos comentários

  • Raul Lufinha

    1. A categoria das três estrelas é a mais importan...

  • Anónimo

    De verdade que não entendo porque perdem tanto tem...

  • Raul Lufinha

    1. O que é grave é que o que a Michelin anunciou q...

  • Anónimo

    Salvo o devido respeito, no global não creio que t...

  • Raul Lufinha

    E no EL PAÍS Rosa Rivas vai pelo mesmo caminho, fa...

  • Raul Lufinha

    Não, não há o prometido crescimento em 2020 – é um...

  • Anónimo

    Face à notícia largamente antecipada do fecho do r...

  • Raul Lufinha

    1 - A Michelin é uma empresa privada, faz os guias...

  • Anónimo

    Esperemos então que o guia passe a ser apenas de E...

  • Raul Lufinha



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




subscrever feeds