Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Recriar o LOCO… numa sessão de showcooking

por Raul Lufinha, em 23.04.16

Alexandre Silva trouxe toda a equipa do LOCO

Alexandre Silva trouxe toda a equipa do LOCO

O desafio era o de fazer uma apresentação de cozinha ao vivo.

Mas o LOCO é um projeto diferente de tudo o resto!

Pelo que, no Peixe em Lisboa…

… Alexandre Silva trouxe igualmente do restaurante...

... uma mesa e duas cadeiras!

E, para além de levar toda a equipa e cozinhar in loco os cerca de 18 momentos do menu completo…

… também os serviu a dois voluntários!

A mesa e as cadeiras trazidas da sala de jantar do LOCO

A mesa e as cadeiras trazidas da sala de jantar do LOCO

Os dois voluntários

Os dois voluntários

Bebidas fermentadas

Bebidas fermentadas no restaurante

O momento da ostra

O momento da ostra

O escanção Sérgio Antunes servindo à assistência um sumo fermentado de manjericão e bergamota feito no LOCO

O escanção Sérgio Antunes servindo à assistência um sumo fermentado de manjericão e bergamota feito no LOCO

 

Ver também:

Obrigatório ver Alexandre Silva in-LOCO

 

LOCO | Rua dos Navegantes, 53-B, Lisboa, Portugal | Chef Alexandre Silva

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:22

LOCO, a Equipa

por Raul Lufinha, em 04.03.16

A equipa do LOCO

A felicidade de quem faz os clientes felizes

 

Muito obrigado a todos!

 

Obrigatório ver Alexandre Silva in-LOCO

LOCO, os Snacks

LOCO, o Pão

LOCO, os Pratos Principais

LOCO, as Sobremesas

LOCO, o Bolo de Anos

LOCO, o Café

LOCO, os Petits Fours

LOCO, a Nota de Serviço

 

Fotografia: Raul Lufinha / Marta Felino

LOCO | Rua dos Navegantes, 53-B, Lisboa, Portugal | Chef Alexandre Silva

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:14

Obrigatório ver Alexandre Silva in-LOCO

por Raul Lufinha, em 24.02.16

Alexandre Silva

Alexandre Silva

Neste momento, o LOCO é seguramente o mais estimulante restaurante de Lisboa!

Num espaço lindíssimo – elegante, requintado, sofisticado – que poderia estar numa dessas capitais do mundo, como Nova Iorque ou Londres…

… Alexandre Silva criou um restaurante de fine dining na crista da onda, informal e descontraído, que capta o ar do tempo e absorve as principais tendências do momento.

Destacando-se, desde logo, o fomentar de uma relação de grande proximidade entre os clientes e a cozinha como ninguém faz em Portugal – até vêm literalmente servir a comida à boca…

E o valorizar da arte e do ofício não apenas do cozinheiro (a cozinha é aberta e são os vários elementos da equipa que vêm à mesa) mas também do padeiro, do pasteleiro e do escanção – com efeito, os pães e sobremesas de Carlos Fernandes e as escolhas de Sérgio Antunes são essenciais para o sucesso do LOCO.

Já para não falar do lado lúdico e divertido da refeição; da importância do entretenimento; do espaço generoso entre as mesas; do destaque dado ao pão; dos fermentados in-loco; da prioridade aos vegetais e ao peixe, em detrimento da carne; do recusar dos ditos produtos nobres, não havendo foie gras, caviar, lavagante ou carne maturada, e mesmo chocolate só no bolo de anos e nos petits fours; do café retro, também chamado slow coffee; etc.

Mas na base de tudo está a extraordinária cozinha de Alexandre Silva, que aqui no LOCO atinge o ponto mais alto da sua carreira, devido a uma aposta fortíssima em duas características muito marcantes:

– Uma, a excelente definição de sabores. Claro que a este nível tudo tem sabor, a preocupação já é outra. Sente-se um grande esforço de Alexandre Silva em conter e definir os sabores de cada momento, evitando o excesso de elementos e tudo aquilo que não é essencial.

– Outra, a criatividade e o pensar “fora-da-caixa”, experimentando abordagens diferentes e soluções inovadoras.

Fazendo do LOCO um restaurante...

... absolutamente obrigatório!

No qual são servidos apenas dois menus de degustação surpresa, de 14 e 18 momentos.

Divididos sempre em 4 andamentos – Snacks, Pão, Pratos Principais e Sobremesas…

… que serão desenvolvidos nos próximos posts!

Os Snacks

O Pão

Os Pratos Principais

As Sobremesas

E com outros pormenores a merecerem igualmente destaque:

O Bolo de Anos

O Café

Os Petits Fours

A Nota de Serviço

A Equipa

No LOCO, a oliveira e a cozinha aberta

A oliveira e a cozinha aberta

 

Fotografias: Raul Lufinha / Marta Felino

LOCO | Rua dos Navegantes, 53-B, Lisboa, Portugal | Chef Alexandre Silva

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:43


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • NINI

    FANTÁSTICO !!!! Fico muito contente.....!!!! Ser "...

  • Marta Felino

    Brutal! Ambos na mesma cidade! NY tem agora o melh...

  • NINI

    Adoro LAMPREIA !!!!! Recordações dos tempos em Coi...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Nuno! :-)

  • Raul Lufinha

    Pois Nini, o René Redzepi não tem nenhum casaco de...

  • Nuno Pombo

    Relato maravilhoso. Já inscrevi essa experiência n...

  • NINI

    O CASACO DE PELES DO MAGNUS " , abriu-me o " OLHO ...

  • Raul Lufinha

    Sim Nini, ir ao FÄVIKEN é uma peregrinação que fic...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Ana! É fascinante como num lugar tão rem...

  • Marta Felino

    Sem dúvida, Nini! Absolutamente memorável e emocio...


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




subscrever feeds