Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Sushi cítrico?

por Raul Lufinha, em 27.08.13

"Sandfire Maki"

Para os puristas, o sushi não deve ser feito com fruta.

Muito menos com citrinos – abafam o sabor do arroz avinagrado e até podem esconder uma eventual falta de frescura do peixe. Além de que sushi não é ceviche…

Mas sem dúvida que por vezes um sushi de sabores cítricos é mesmo muito bom…

Como sucede com o clássico Sandfire Maki de Daniel Rente no SUSHICAFÉ AVENIDA – rolo de sushi de oito unidades com salmão, camarão, kinabo (pó de soja), caviar de Moscatel (num piscar de olho à gastronomia molecular), goma wakame, gel teriyaki e... laranja!

Fotografias: Marta Felino / Flash Food

SUSHICAFÉ AVENIDA | Rua Barata Salgueiro, 28, Lisboa, Portugal | Chef Daniel Rente

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:15

Ovo cru

por Raul Lufinha, em 06.07.13

"Gunka Butoh"

No sushi também se trabalha o ovo.

Por exemplo, no Sushi Lounge do ESTADO LÍQUIDO uma das melhores especialidades chama-se Gunka Butoh e é sushi envolvido em salmão com gema de ovo de codorniz e ovas por cima.

Em que o grande destaque é precisamente o ovo – que está cru.

 

Fotografias: Marta Felino / Flash Food

ESTADO LÍQUIDO Sushi Lounge | Largo de Santos, 5-A, Lisboa, Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:16

“Bento Box”, o menu de almoço do MIDORI

por Raul Lufinha, em 21.09.12

 

O menu de almoço do MIDORI é uma “Bento Box” – a tradicional refeição japonesa que consiste numa porção individual de arroz, carne ou peixe e vegetais (“Bento”) colocada num recipiente (“Box”), o qual pode ser uma caixa embora muitas vezes também seja um tabuleiro.

 

Primeiro, chega uma toalhinha morna e húmida:

 

 

Depois, uma sopa de miso com amêijoas – muito boa e suave, a deixar que as saborosas e carnudas amêijoas brilhassem:

 

 

A seguir vem o tabuleiro, a “Bento Box”:

 

 

Tinha uma salada de algas, com sementes de sésamo:

 

 

Hoso Maki de salmão:

 

 

Rolo Califórnia:

 

 

Temaki:

 

 

E, para terminar, um leve e cremoso brownie de chocolate e sésamo:

 

 

 

MIDORI | Penha Longa Hotel, Spa & Golf Resort, Estrada da Lagoa Azul, Sintra, Portugal | Chef Pedro Almeida

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:57

Sushi Doce

por Raul Lufinha, em 25.08.12

 

Chama-se “Sushi Doce” e é a sobremesa que está a fazer furor no spot do SUSHIFASHION no Side Bar do Hotel Tivoli Marina Vilamoura. Embora em rigor não seja sushi...

 

Com efeito, apesar de parecer um rolo de hosomaki, é na verdade um semi-frio para comer com pauzinhos, em que as peças são gelado de banana, morango, chocolate e côco por fora, com gelado de nata por dentro e uma fruta cristalizada no centro que se desfaz na boca. E em que o suposto molho de soja é antes chocolate quente!

 

Fotografias: MFR

 

SUSHIFASHION TIVOLI VILAMOURA | Side Bar, Hotel Tivoli Marina Vilamoura, Marina de Vilamoura, Portugal

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:11

Paulo Morais e o sushi de fusão: “O peixe, os legumes e a fruta não devem fazer desaparecer o arroz, devem enaltecê-lo”

por Raul Lufinha, em 21.06.12

Fotografia: UMAI

 

Muitos apreciadores do sushi tradicional japonês rejeitam a inclusão no sushi de elementos não-tradicionais ou de fusão – como queijos, legumes, frutas ou molhos – com base no argumento de que estes escondem ou até eliminam o sabor a peixe.

 

Contudo, o elemento mais importante do sushi não é o peixe, é o arroz.

 

Pelo que, ao contrário do que alegam esses defensores do sushi tradicional, o principal defeito do sushi de fusão não é esconder (ou até eliminar) o peixe – é abafar o arroz.

 

Daí que para o mais conceituado sushiman português, Paulo Morais, entrevistado pelo jornal i, até seja aceitável que o sushi inclua ingredientes não-tradicionais ou de fusão, desde que se respeite o arroz e o faça sobressair – o que porém muitas vezes não sucede em Portugal:

“O arroz é o ponto mais importante [na preparação do sushi], é o que faz com que tudo o resto faça sentido – ou não. Hoje em dia em muitos restaurantes dá-se importância a outras coisas e esquece-se o arroz. O sushi é arroz avinagrado e a base é essa, mas muitas vezes sabe a tudo menos a isso. (…) Cada vez mais o sushi tornou-se desequilibrado, começou-se a dar importância aos aspectos menos importantes, a haver excesso de molhos, excesso de fritos, e perdeu-se a essência do que é bom e começou-se a acrescentar demasiados ingredientes. O peixe, os legumes e a fruta não devem fazer desaparecer o arroz, devem enaltecê-lo, e o que acontece em Portugal a maior parte das vezes não é isso. (…) Tem de haver equilíbrio em tudo. Na carta do meu restaurante, tenho sushi com queijo, fruta e molhos, mas tento equilibrá-los, sem desvirtuar a base.”

UMAI | Rua da Cruz dos Poiais, 89, Lisboa, Portugal | Chef Paulo Morais

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:11

Nigiri de Sardinha Assada com Flor de Sal, no SEA ME

por Raul Lufinha, em 06.06.12

Fotografia: SEA ME

 

Nos Santos Populares as sardinhas assadas sabem sempre bem.

 

Uma variante interessante é o Nigiri de Sardinha Assada com Flor de Sal no SEA ME, em que a sardinha é assada pelo chef com um maçarico, não chegando a ir ao carvão.

 

SEA ME | Rua do Loreto, 21, Lisboa, Portugal | Chef Filipe Rodrigues

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Livros #6: Sushi em Casa, o novo livro de Paulo Morais e Anna Lins

por Raul Lufinha, em 12.05.12
 
O casal de chefs de shushi donos do UMAI, Paulo Morais e Anna Lins, acabam de lançar, pela Matéria Prima, um livro com conselhos e receitas para quem pretende fazer sushi em casa.
 

UMAI | Rua da Cruz dos Poiais, 89, Lisboa, Portugal | Chef Paulo Morais

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:33

Uma máquina a fazer sushi

por Raul Lufinha, em 10.04.12

 

O progresso tecnológico é inexorável. A grande sensação da World Food and Beverage Great Expo 2012 – feira dedicada a soluções tecnológicas para a área da gastronomia, que decorreu na semana passada em Tóquio, no Japão – foi a empresa Suzumo, que apresentou uma máquina que faz 3.600 nigiris numa hora e uma outra que confecciona rolos de sushi a uma média de 300 por hora.

 

Contudo, estas máquinas não eliminam completamente a intervenção humana, sendo necessário um operador para preparar os ingredientes e colocá-los no aparelho.

 

Mais do que substituir os chefs dos restaurantes de cozinha japonesa, o objectivo é o de serem utilizadas nas cozinhas de estabelecimentos com grande movimento, como supermercados, recintos desportivos, escolas ou hospitais.

 

Vídeos das máquinas em acção podem ser vistos aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 01:44

Que beber com sushi? #2 – Pistas para encontrar um vinho

por Raul Lufinha, em 19.03.12

Fotografia: MOMO 

 

Não se aplicando apenas ao sushi mas a toda a cozinha oriental, a carta de vinhos do novo restaurante pan-asiático MOMO – resultante de uma parceria entre o Grupo Lágrimas, o restaurante ESTORIL MANDARIM e o chef Paulo Morais – tem uma interessante introdução sobre a harmonização da cozinha asiática com o vinho:

"Encontrar um vinho que complete uma refeição não é uma tarefa fácil, mas quando esse casamento é alcançado a refeição torna-se surpreendente e inesquecível.

 

A Ásia, ao contrário da Europa, não possui tradição vinícola. A Europa tem o privilégio de possuir centenas de regiões vitivinícolas que produzem vinhos que se combinam, muitas vezes de forma perfeita, com a gastronomia local. Tal não acontece no Oriente, o que faz da descoberta do equilíbrio entre a cozinha asiática e o vinho um processo ainda mais complexo.

 

Os vinhos que melhor se enquadram com a cozinha asiática são aqueles com um grau alcoólico moderado, taninos praticamente inexistentes ou muito suaves, presença de acidez e por vezes com algum açucar residual.

 

O grande desafio é encontrar vinhos que consigam complementar e enaltecer o equilíbrio entre doce, salgado, picante." 

 

MOMO | Casino Lisboa, Alameda dos Oceanos, 1.03.01, Parque das Nações, Lisboa, Portugal | Conceito do chef Paulo Morais

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:12

O segredo do sushi: arroz

por Raul Lufinha, em 13.03.12


"Qual é o verdadeiro segredo de um sushi?"

 

"Para mim, o sushi, para ser bom, tem de ter um bom arroz. 60% do sabor do sushi define-se pela qualidade do arroz. Depois tem de se saber cozinhar o arroz e saber escolher um bom peixe, um peixe da época. E é fundamental saber cortar o peixe."

 

MASAYOSHI KAZATO, Sushi Master e Director-Executivo da All Japan Sushi Association, Revista Expresso, 25 Fev. 2012

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 00:59


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • NINI

    Adoro LAMPREIA !!!!! Recordações dos tempos em Coi...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Nuno! :-)

  • Raul Lufinha

    Pois Nini, o René Redzepi não tem nenhum casaco de...

  • Nuno Pombo

    Relato maravilhoso. Já inscrevi essa experiência n...

  • NINI

    O CASACO DE PELES DO MAGNUS " , abriu-me o " OLHO ...

  • Raul Lufinha

    Sim Nini, ir ao FÄVIKEN é uma peregrinação que fic...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Ana! É fascinante como num lugar tão rem...

  • Marta Felino

    Sem dúvida, Nini! Absolutamente memorável e emocio...

  • Marta Felino

    Ana, fico contente por estar a gostar! :)Foi, de f...

  • NINI

    MARAVILHA de CENÁRIO !!!! É DAQUELAS EXPERÊNCIAS ,...



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




subscrever feeds