Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Os 4 pratos de Cátia Pessoa para Leonardo Pereira

por Raul Lufinha, em 28.04.14

Cátia Pessoa e Leonardo Pereira

A ceramista Cátia Pessoa criou quatro pratos originais para Leonardo Pereira, um para cada uma das criações (esta, esta, esta e esta) que o Chef de Produto no NOMA veio apresentar a Lisboa no Sangue na Guelra 2014.

Pela ordem em que foram servidos, aqui fica o Prato 1:

Prato 2:

Prato 3:

E prato 4:

Fotografias: Raul Lufinha e Marta Felino

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:03

Troca de jalecas

por Raul Lufinha, em 27.04.14

Leandro Carreira, Leonardo Pereira (com a jaleca do Sven), Sven Wassmer (com a jaleca do Leonardo)

Depois de uma partida de futebol muito especial, os jogadores trocam de camisola – a seguir a um jantar único, os cozinheiros trocam de jaleca…!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:15

Sangue na Guelra rocks!

por Raul Lufinha, em 27.04.14

Ana Músico e o chef Leandro Carreira

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:38

Jorge Raiado com Sangue na Guelra

por Raul Lufinha, em 27.04.14

Jorge Raiado entre os criadores do Sangue na Guelra, Paulo Barata e Ana Músico

Salmarim – a flor de sal utilizada nos jantares do evento Sangue na Guelra foi a Salmarim, de Jorge Raiado, proveniente do sapal de Castro Marim, no Algarve.

Jorge Raiado, Ana Músico e a flor de sal da Salmarim

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:47

Alexandrino com Sangue na Guelra

por Raul Lufinha, em 26.04.14

Alexandrino Amorim e o Espumante São Domingos

Foi com o Espumante São Domingos Cuvée Bruto 2010 que abriu o Sangue na Guelra.

Mas no fim do jantar, para a fotografia, já só se conseguiu encontrar uma garrafa do Blanc de Blancs…

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:15

Stéphane ‘Pôpa’ com Sangue na Guelra

por Raul Lufinha, em 26.04.14

Stéphane Ferreira e o Pôpa Doce 2011

Para acompanhar as duas sobremesas do chef Francisco Gomes no Sangue na Guelra – a Sopa do Dia e o chocolate – foi escolhido o Pôpa Doce, um vinho tinto doce com baixo teor alcoólico (10%) produzido no Douro a partir de uvas colhidas na Quinta do Pôpa através de um blend de 21 castas provenientes de vinhas com mais de 60 anos de história que não chegam a serem atingidas pela botrytis, processo que ocorre nas uvas quando dão origem aos vinhos de colheita tardia.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:22

Chocolate é fish… e Francisco Gomes com Sangue na Guelra

por Raul Lufinha, em 25.04.14

Francisco Gomes

Não há como o chocolate para terminar em grande uma refeição!

Pelo que para encerrar o jantar do Sangue na Guelra...

… Francisco Gomes construiu um peixe de chocolate em cada prato!

Na verdade, era o símbolo do Sangue na Guelra a três dimensões, feito de variações de chocolate entre os 75 e os 78% de cacau…

... e que incluía azeitonas desidratadas, bem como flor de sal da Salmarim.

Uma sobremesa maravilhosa e intensa…

... e também de uma notável beleza visual – o peixe era lindíssimo! E até tinha sangue na guelra!

"Uma Viagem ao Fundo do Mar"

Ver também:

Sangue na Guelra, os 14 pratos do Dia 2

 

Fotografias: Marta Felino

Sangue na Guelra

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Sopa doce… e Francisco Gomes com Sangue na Guelra

por Raul Lufinha, em 24.04.14

Filipe Pina, Francisco Gomes, Joana Moura

Foi preciso esperar pela sobremesa… para haver uma sopa!

Francisco Gomes

Com efeito, no dia 2 do Sangue na Guelra 2014, as sobremesas ficaram por conta de Francisco Gomes, da CONFEITARIA COLONIAL, em Barcelos... e agora também da ALGO by Colonial, no Mercado do Bom Sucesso, na cidade do Porto.

O qual começou por apresentar a sua já clássica… Sopa do Dia.

Desta vez, com a colaboração de duas caras conhecidas do BELCANTO: o sub-chef Filipe Pina e Joana Moura, responsável pelo Laboratório de Inovação, Investigação & Desenvolvimento do restaurante de José Avillez.

Num prato naturalmente de sopa…

… Francisco Gomes colocou uma série de elementos…

… incluindo uma cenoura!...

…sobre os quais depois já na mesa era servido um caldo de maracujá e eucalipto.

Uma sobremesa leve, refrescante e não muito doce…

… que resulta bastante bem – e mais ainda quando é o 13º prato do jantar!

"Sopa do Dia"

Ver também:

Sangue na Guelra, os 14 pratos do Dia 2

 

Fotografias: Marta Felino

Sangue na Guelra

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:22

Choco… e João Simões com Sangue na Guelra

por Raul Lufinha, em 23.04.14

João Simões

Depois do pargo com vieira, da dourada e do cavaco… João Simões fechou a sua participação no Sangue na Guelra 2014 com mais um prato de grande nível.

Numa viagem em torno do choco, o chef apresentou-o trabalhado de quatro formas diferentes, sempre muito tenro e saboroso.

Frito, cozido… e também quase cru, passado apenas pelo maçarico. Bem como “de cabidela”…

Foi pois uma grande passagem de João Simões pelo Sangue na Guelra...

... a deixar muita gente à espera de novidades acerca do novo projecto do jovem chef de Alenquer!

"Choco, Cuscos, Vinagre e Rebentos"

Ver também:

Sangue na Guelra, os 14 pratos do Dia 2

 

Fotografias: Marta Felino

Sangue na Guelra

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:06

Cherne… e Leonardo Pereira com Sangue na Guelra, escondendo o peixe

por Raul Lufinha, em 22.04.14

Luís Barradas apoiando Leonardo Pereira, que começou por empratar as ervilhas

Na mesa, a expectativa para o prato seguinte era grande – seria a última apresentação do Chef de Produto do NOMA e estávamos todos à espera do que faria Leonardo Pereira com o cherne.

Contudo, assim que chega o prato, a perplexidade é geral: mas onde é que está o peixe?!?!

Com efeito, depois de na incursão anterior ter colocado o nabo no centro do prato, sobrepondo-o ao salmonete, agora Leonardo Pereira foi ainda mais longe…

… e dissimulou o peixe!

É que o cherne (muito branco) estava empratado como se fosse mais uma das brancas folhas de endívia espalhadas pelo prato…!

Em destaque, apareciam agora umas ervilhas cortadas ao meio (!), tal como aliás Leonardo Pereira já tinha feito com as favas dos ouriços-do-mar.

Fiel aos princípios da Nova Cozinha Nórdica, Leonardo Pereira arriscou mais uma vez um prato experimental, com uma forte carga ideológica…

… voltando a correr o risco de poder ser incompreendido.

Mas foi uma aposta ganha (!) tendo o chef Português apresentado um conjunto muito saboroso e intenso, conseguindo demonstrar que o peixe e a carne não têm que ser os elementos principais da alimentação humana!

Mais um grande momento do Sangue na Guelra 2014...!

Num prato da ceramista Cátia Pessoa, "Cherne, Endívias e Caldo de Algas Doces"

 

Ver também:

Sangue na Guelra, os 14 pratos do Dia 2

Ouriços-do-Mar… e Leonardo Pereira com Sangue na Guelra, utilizando o azeite proibido no NOMA

Salmonete… e Leonardo Pereira com Sangue na Guelra, com os vegetais no centro do prato e a sobreporem-se ao peixe

NOMA: (IV) O nosso homem no melhor restaurante do mundo

 

Fotografias: Marta Felino

Sangue na Guelra

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:39


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • Marta Felino

    Mais uma experiência espetacular e memorável no mu...

  • Marta Felino

    Que surpresa, Chef Miguel Paulino! Foi um grande m...

  • NINI

    Espectacular o " Famoso Leitão do Mugasa ( bairrad...

  • Susana Coelho

    Sem dúvida, que este Chef Leonel Pereira é único e...

  • Marta Felino

    Muitos, muitos, parabéns, Chef Leonel Pereira!Mais...

  • Duartecalf

    Obrigado pelo esclarecimento!

  • Raul Lufinha

    Cronologicamente, Duarte, é ao contrário – o Samue...

  • Duartecalf

    Olá Raul,Este restaurante não está/esteve ligado a...

  • Dacosta

    A DACOSTA - comércio e distribuição de bebidas (ww...

  • ana araujo

    Já provei alguns sabores e gostei muito. Recomendo



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D