Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Pedro Lemos, Foie Gras e Ristretto Origin India

por Raul Lufinha, em 18.04.17

Pedro Lemos

Pedro Lemos

Desde o início um produto emblemático do seu restaurante na Foz do Douro atualmente distinguido com uma estrela Michelin, Pedro Lemos sempre trabalhou muito bem o foie gras.

E agora, para o evento das Nespresso Gourmet Weeks, resolveu apresentá-lo numa clássica terrina, extremamente suave e cremosa.

À qual depois juntou o Ristretto, um café intenso e poderoso que funciona muito bem com a gordura e a untuosidade do foie gras, devido às notas a especiarias e também ao seu carácter ligeiramente amargo.

Destaque ainda para uma saborosa e envolvente geleia que Pedro Lemos faz com o próprio café Ristretto da Nespresso.

E para umas extraordinárias e bastante potentes cerejas, que estiveram a macerar durante mais de dois anos!

Para além, claro, do excelente brioche caseiro.

Uma grande entrada de Pedro Lemos!

Pedro Lemos

Pedro Lemos

"Foie Gras e Ristretto Origin India"

"Foie Gras e Ristretto Origin India"

 

Ver também:

 

PEDRO LEMOS

Rua do Padre Luís Cabral, 974, Porto, Portugal

Chef Pedro Lemos

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:52

João Rodrigues e a Sapateira

por Raul Lufinha, em 19.05.16

João Rodrigues

João Rodrigues

Depois de no ano passado ter inaugurado a primeira edição das Nespresso Gourmet Weeks…

… coube agora a João Rodrigues encerrar o evento de 2016.

Para o qual o chef do FEITORIA preparou uma entrada de sapateira, trabalhada com cebola e manteiga de Ristretto…

… em que se destacava o delicioso pormenor da gelatina, com flor de limoeiro e tendo a forma de uma cápsula de café!

 

FEITORIA | Altis Belém Hotel & Spa, Doca do Bom Sucesso, Lisboa, Portugal | Chef João Rodrigues

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:34

Nespresso Gourmet Weeks no GUSTO: Nelson Matos e o cocktail de café

por Raul Lufinha, em 15.05.16

Nelson Matos

Nelson Matos

Para o prato de Ricardo Costa – o Porco Bísaro e os sabores da feijoada, incluindo uma pequena bola individual de morcela e Ristretto

… a harmonização não foi vínica!

Tendo sido entregue a Nelson Matos, o Head Bartender do GUSTO…

… o desafio de criar o pairing!

E o resultado foi simplesmente…

… magnífico!

Tendo ficado oficialmente com o nome de…

… ‘Cocktail Café, Whiskey, Amêndoa’!

Contudo, na verdade, Nelson Matos criou um cocktail de café…

… que tem na base a suavidade pure sillk da vodka Absolut Elyx!

Servido num dos copos que a Riedel e a Nespresso desenvolveram para elevar a experiência de degustação do café a um nível superior – neste caso, o Reveal Espresso Mild, com a boca mais larga…

… foi essa textura suave e sedosa da vodka a permitir que o cocktail estivesse à mesa e fosse a companhia certa…

… para um intenso prato de carne de porco!

Depois, Nelson Matos junta-lhe ainda…

… o toque algarvio da Amarguinha, esse inconfundível licor de amêndoa amarga…

… o aromático whisky escocês Laphroaig, com 10 anos...

… o licor de chocolate amargo Mozart…

… um Ristretto Nespresso…

… uma pitada de sal, para elevar os sabores especiados…

… e, no fim, pepitas de cacau!

Excelente!

Com duas extraordinárias cozinhas a trabalhar em conjunto…

… um dos grandes momentos da noite veio do bar!

Nelson Matos e a vodka Absolut Elyx

Vodka Absolut Elyx

Nelson Matos e a Amarguinha

Amarguinha

Nelson Matos e o Laphroaig 10 Years Old Scotch Whisky

Laphroaig 10 Years Old Scotch Whisky

Nelson Matos e o Mozart Dark Chocolate Liqueur

Mozart Dark Chocolate Liqueur

Nelson Matos, o Ristretto Nespresso… e uma pitada de sal

Um Ristretto Nespresso… e uma pitada de sal

Nelson Matos e o shaker

Shaker

Nelson Matos e os copos Riedel

Copos Riedel, Reveal Espresso Mild

Nelson Matos e os nibs de cacau

Nibs de cacau

O Porco Bísaro de Ricardo Costa, com a bola de morcela e Ristretto... e o cocktail de café de Nelson Matos

O Porco Bísaro de Ricardo Costa, com a bola de morcela e Ristretto... e o cocktail de café de Nelson Matos

(continua)

Ver também:

Nespresso Gourmet Weeks: Heinz Beck recebe Ricardo Costa

 

GUSTO by Heinz Beck | Hotel Conrad Algarve, Estrada da Quinta do Lago, Almancil, Portugal | Chef Heinz Beck

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:30

Nespresso Gourmet Weeks no GUSTO: bola de morcela… e Ristretto

por Raul Lufinha, em 14.05.16

Bola de morcela

Bola de Morcela e Ristretto

Na sessão do GUSTO das Nespresso Gourmet Weeks...

... o pão foi muito bem tratado!

Desde logo, com o surpreendente Pão de Café de Heinz Beck!

Mas depois Ricardo Costa também trouxe do Porto…

… o seu próprio pão!

E fez questão de servir o porco bísaro, repleto dos sabores e das memórias da feijoada…

… acompanhado de uma extremamente leve e fresca...

… bola [lê-se “bôla”] de morcela…

… trabalhada com o intenso e encorpado Ristretto da Nespresso!

A qual estava ótima...

... sem que o café ofuscasse o sabor do enchido!

Embora desta vez não tenha tido a habitual acidez da maçã – Ricardo Costa não quis repetir um ingrediente que já tinha utilizado nas gambas!

Tendo as bolas individuais sido feitas por José Bastos, o chef pasteleiro do THE YEATMAN que também faz o pão...

... e que acompanhou Ricardo Costa na visita ao Algarve de Heinz Beck no Conrad da Quinta do Lago!

José Bastos, chef pasteleiro do THE YEATMAN

José Bastos, chef pasteleiro do THE YEATMAN

(continua)

Ver também:

Nespresso Gourmet Weeks: Heinz Beck recebe Ricardo Costa

 

GUSTO by Heinz Beck | Hotel Conrad Algarve, Estrada da Quinta do Lago, Almancil, Portugal | Chef Heinz Beck

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:48

Nespresso Gourmet Weeks no GUSTO: Ricardo Costa trouxe os sabores da feijoada

por Raul Lufinha, em 13.05.16

Ricardo Costa e a presa assada

Presa assada

Ricardo Costa e o feijão-manteiga

Feijão-manteiga

Heinz Beck empratando as folhas… depois de Ricardo Costa servir o molho de feijoada

Heinz Beck empratando as folhas… depois de Ricardo Costa servir o molho de feijoada

Para prato de carne…

… Ricardo Costa trouxe do THE YEATMAN os sabores deliciosos e intensos da feijoada!

Numa presa de porco bísaro…

… fumada e cozinhada lentamente em lume brando!

Que vinha acompanhada de presunto…

… de molho de feijoada…

… de uma bola de morcela e Ristretto

… e ainda de um cocktail de café criado por Nelson Matos, o Head Bartender do GUSTO!

Presa assada na brasa, presunto, molho de feijoada e bola de Morcela... com cocktail de café

Porco Bísaro: presa assada na brasa, presunto, molho de feijoada e bola de morcela e Ristretto... com cocktail de café

(continua)

Ver também:

Nespresso Gourmet Weeks: Heinz Beck recebe Ricardo Costa

 

GUSTO by Heinz Beck | Hotel Conrad Algarve, Estrada da Quinta do Lago, Almancil, Portugal | Chef Heinz Beck

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:57

Provar café… como se prova vinho

por Raul Lufinha, em 13.04.16

Marta Mimoso (Coffee Ambassador Nespresso) e Domingos Soares Franco (José Maria da Fonseca)

Marta Mimoso (Coffee Ambassador Nespresso) e Domingos Soares Franco (José Maria da Fonseca)

Um dos segredos para se desfrutar de um bom café…

… é conseguir apreciá-lo...

... como se aprecia o vinho!

Sendo, desde logo, uma grande ajuda…

… servi-lo num dos dois modelos de copos de café do fabricante Riedel.

Masterclass ‘Taste Coffee Like Wine’

Masterclass ‘Taste Coffee Like Wine’

Depois, tal como no vinho…

… a primeira análise é visual.

Mas o que devemos analisar…

… é a cor do creme!

A qual nos dá pistas muito seguras sobre que café vamos beber.

Isto porque a cor do creme – clara, média ou escura…

… indica-nos a intensidade da torrefação.

Ou seja, quanto mais torrado o café for (e consequentemente mais escuro seja o creme)…

… maior será o seu amargor!

A roda dos aromas

As rodas dos aromas

O segundo momento da prova, como no vinho…

… é análise olfativa.

O café também deve ser cheirado!

Sendo os aromas do café divididos em três grandes categorias: os delicados (floral, cítrico, bagas, frutado ou herbáceo), os equilibrados (mel, cereal, tostado, baunilha ou nozes) e os intensos (cacau, madeira, especiarias, torrado ou tabaco).

Resultando numa experiência muito enriquecedora o sentirmos previamente…

… os aromas do café que estamos prestes a beber!

Vinho & Café: olhar, cheirar, beber

Vinho & Café: olhar, cheirar, beber

Por fim, à semelhança do que sucede no vinho…

… chegamos à análise sensitiva que resulta…

… da prova de boca.

Sendo então possível identificar a intensidade do amargor, da acidez e da doçura do café…

… bem como o seu corpo – se é mais fluído ou mais denso.

Quinta de Camarate tinto 2012 e Hexagon tinto 2008

Quinta de Camarate tinto 2012 e Hexagon tinto 2008

Igualmente importante...

... é a temperatura de serviço!

Sendo um erro beber o café demasiado quente!

Para melhor o saborearmos…

… devemos esperar um pouco, de modo a que a temperatura desça dos cerca de 85 ⁰C a que sai da máquina para perto dos 65 ⁰C.

Ristretto Origin India e Espresso Origin Brazil

Ristretto Origin India e Espresso Origin Brazil

Deste modo…

… ao provarmos o café utilizando as mesmas técnicas que aplicamos para a degustação do vinho…

… conseguimos ter uma experiência de café…

… muito mais rica e proveitosa!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:12


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • NINI

    Parabéns PADARIA PORTUGUESA !!!!!DESAFIO e CONVIDO...

  • NINI

    O Palácio de Seteais , é um Clássico desde o SEC. ...

  • NINI

    FANTÁSTICO !!!! Fico muito contente.....!!!! Ser "...

  • Marta Felino

    Brutal! Ambos na mesma cidade! NY tem agora o melh...

  • NINI

    Adoro LAMPREIA !!!!! Recordações dos tempos em Coi...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Nuno! :-)

  • Raul Lufinha

    Pois Nini, o René Redzepi não tem nenhum casaco de...

  • Nuno Pombo

    Relato maravilhoso. Já inscrevi essa experiência n...

  • NINI

    O CASACO DE PELES DO MAGNUS " , abriu-me o " OLHO ...

  • Raul Lufinha

    Sim Nini, ir ao FÄVIKEN é uma peregrinação que fic...



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D