Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


No CÊPA TORTA, em Alijó

por Raul Lufinha, em 29.08.15

Em todas as mesas há sempre uma cêpa… torta

Em todas as mesas há uma cêpa… torta

No CÊPA TORTA, em Alijó…

… o almoço começa com entradas regionais.

E com três bem-sucedidos vinhos experimentais...

... da Real Companhia Velha:

– O espumante Chardonnay & Pinot Noir 2011, cuja colheita seguinte deixou a gama Séries e foi lançada sob a marca Real Companhia Velha… a qual já foi provada aqui!

– O branco Samarrinho de 2013, cujas 858 garrafas esgotaram de imediato no produtor!

– E o tinto Rufete de 2010, cuja colheita seguinte passou para a gama Cidrô!

Azeitonas & Azeites... de Trás-os-Montes

Azeitonas verdes… e degustação de azeites de Trás-os-Montes

Presunto & Queijos

Presunto e Queijos

Polvo

Saladinha de Polvo

Séries Real Companhia Velha Espumante Chardonnay & Pinot Noir 2011 / Séries Real Companhia Velha Samarrinho branco 2013 / Séries Real Companhia Velha Rufete tinto 2010

Séries Real Companhia Velha Espumante Chardonnay & Pinot Noir 2011

Séries Real Companhia Velha Samarrinho branco 2013

Séries Real Companhia Velha Rufete tinto 2010

Depois…

… milhos com entrecosto…

… e dois tintos clássicos da Real Companhia Velha.

Milhos

Entrecosto

Milhos com entrecosto

Milhos com Entrecosto

Grantom tinto 2001

Grantom Reserva tinto 2001

Evel Grande Escolha tinto 1999

Evel Grande Escolha tinto 1999

Para sobremesa…

… bolo de laranja.

E mais dois clássicos da Real Companhia Velha:

O colheita tardia Grandjó de 2008…

… e Porto Colheita de 1980.

Laranja

Bolo de Laranja

Grandjó Late Harvest 2008

Grandjó Late Harvest 2008

Real Companhia Velha Porto Colheita 1980

Real Companhia Velha Porto Colheita 1980

Foi o fim de uma grande viagem…

… pelas caves, pelas quintas e pelos vinhos...

... da Real Companhia Velha!

A qual tinha começado…

... com um Porto...

... de 1867!

 

CÊPA TORTA | Rua Dr. José Bulas da Cruz, Alijó, Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:35

Jantar na Casa Redonda… da Quinta das Carvalhas: (II) O Jantar

por Raul Lufinha, em 23.08.15

Pedro O. Silva Reis

Pedro O. Silva Reis

Na Casa Redonda, no topo da Quinta das Carvalhas

… o anfitrião Pedro O. Silva Reis apresentou os vinhos topo de gama da Real Companhia Velha – os Carvalhas.

Tendo começado pelo Carvalhas branco.

Primeiro, o da colheita de 2013, um vinho jovem de guarda, com uma estrutura poderosa e complexidade aromática – estagiou 6 meses em madeira.

E depois o de 2012, já mais evoluído.

Carvalhas branco

Carvalhas branco 2013 e 2012

Carvalhas branco 2013 e 2013

Os quais acompanharam...

... os aperitivos.

Do fumeiro

Do forno a lenha

Aperitivos

A seguir, com o Bacalhau à Primavera…

… um tinto exótico e gastronómico, o varietal Carvalhas Tinta Francisca 2011.

Bacalhau no forno

Bacalhau à Primavera

Carvalhas Tinta Francisca tinto 2011

Carvalhas Tinta Francisca tinto 2011

Já para acompanhar a vitela assada no forno com batatinhas…

… a escolha recaiu no Carvalhas tinto de 2012, feito a partir das vinhas velhas da quinta.

Vitela assada

Vitela assada

Carvalhas tinto 2012

Carvalhas tinto 2012

Com os queijos, da Ilha de São Jorge e da Serra da Estrela…

… a companhia da compota de abóbora…

… e o regresso ao brancos – agora os Carvalhas de 2011 e 2010.

Queijo da Ilha de São Jorge e Queijo da Serra da Estrela

Prato de queijos

Carvalhas branco 2011 e 2010

Carvalhas branco 2011 e 2010

Por fim, com a mousse de chocolate…

… dois Portos da Real Companhia Velha, ambos da Quinta das Carvalhas:

… o LBV de 2010…

… e o magnífico Vintage de 1997.

Mousse de Chocolate

A já clássica Mousse de Chocolate da Real Companhia Velha

Quinta das Carvalhas Porto LBV 2010 / Quinta das Carvalhas Porto Vintage 1997

Quinta das Carvalhas Porto LBV 2010 / Quinta das Carvalhas Porto Vintage 1997

No final...

... a surpresa de Álvaro Martinho Lopes, o responsável pela viticultura da Quinta das Carvalhas…

… se ter transformado em one-man-show…

… com a notável interpretação a solo...

... de clássicos de Rui Veloso, Rádio Macau, António Variações, Trovante, Bob Dylan, U2…!

Álvaro Martinho Lopes

Álvaro Martinho Lopes

Álvaro Martinho Lopes

Álvaro Martinho Lopes

Uma bela forma de terminar o jantar na Casa Redonda…

… da Quinta das Carvalhas…

… da Real Companhia Velha.

Pedro O. Silva Reis

Pedro O. Silva Reis

Em que os vinhos andaram sempre à volta…

… do melhor que a Quinta das Carvalhas produz.

A saída da Quinta das Carvalhas

Quinta das Carvalhas

Quinta das Carvalhas

Pedro O. Silva Reis

Pedro O. Silva Reis

Brancos, tintos e Portos…

… na Casa Redonda da Quinta das Carvalhas...

… todos os vinhos do jantar foram feitos exclusivamente a partir de uvas provenientes…

… da Quinta das Carvalhas!

 

(voltar à 1.ª parte)

Ver também:

Viagem à Real Companhia Velha

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:11

Jantar na Casa Redonda… da Quinta das Carvalhas: (I) A Casa Redonda

por Raul Lufinha, em 22.08.15

Quinta das Carvalhas

Localizada na margem esquerda do Rio Douro…

Quinta das Carvalhas

… em frente ao Pinhão…

Quinta das Carvalhas

… e ocupando toda a colina…

Quinta das Carvalhas

… a Quinta das Carvalhas

Quinta das Carvalhas

... é a mais emblemática das quintas…

Ao fundo, a Casa Redonda

… da Real Companhia Velha.

Lá no topo, a Casa Redonda

No seu ponto mais alto…

Lá em cima, a Casa Redonda

… a quase 600 metros de altitude…

Casa Redonda

… fica a mítica Casa Redonda!

A vista da Casa Redonda

Com uma majestosa vista panorâmica...

A vista da Casa Redonda

… de 360º...

A vista da Casa Redonda

… sobre toda a região do Douro!

Casa Redonda

Sendo sempre especial...

Casa Redonda

… subir lá acima...

A vista da Casa Redonda

... e assistir...

A vista da Casa Redonda

... ao pôr-do-sol...

Casa Redonda

... na Casa Redonda! 

Carvalhas, o vinho

Já lá dentro...

Casa Redonda

... os motivos de caça...

Casa Redonda

... são uma constante...

Casa Redonda

... na decoração...

Casa Redonda

... da Casa Redonda.

Casa Redonda

Que mantém igualmente no interior...

Casa Redonda

... uma estrutura circular!

Casa Redonda

Sendo obrigatório...

Casa Redonda

... subir ao terraço...

Pedro O. Silva Reis

... para ser ter...

No terraço da Casa Redonda

... uma impressionante vista aérea...

Vista aérea

... da região do Douro!

(continuar para a 2.ª parte)

Ver também:

Viagem à Real Companhia Velha

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:03

Almoço na piscina… da Quinta das Carvalhas

por Raul Lufinha, em 04.08.15

Quinta das Carvalhas

Na emblemática Quinta das Carvalhas, da Real Companhia Velha…

Quinta das Carvalhas

…junto à piscina e em frente ao Rio Douro…

Arinto

… o almoço começou com o experimental e bem-sucedido Séries Real Companhia Velha Arinto branco 2012

Pedro O. Silva Reis

… que o anfitrião Pedro O. Silva Reis serviu…

Queijo Serra da Estrela

… com Queijo da Serra da Estrela…

Fumeiro

… e com várias especialidades de fumeiro.

Mesa

Já à mesa…

Lombo de porco

… a acompanhar o lombo de porco, recheado com ameixas e assado no forno…

Pedro O. Silva Reis

… Pedro O. Silva Reis serviu três tintos, todos eles feitos a partir de uvas da Quinta dos Aciprestes, da Real Companhia Velha:

Quinta dos Aciprestes tinto 2011

Primeiro, o Quinta dos Aciprestes 2011, um vinho jovem e fresco mas com boa estrutura, proveniente de uma vinha velha com 45 anos;

Quinta dos Aciprestes Grande Reserva tinto 2011

Depois, o Quinta dos Aciprestes Grande Reserva 2011, que apenas é produzido em anos especiais;

Quinta dos Aciprestes Grande Reserva Sousão tinto 2011

E, por fim, o surpreendente Quinta dos Aciprestes Grande Reserva Sousão 2011, um varietal extremamente sedutor, muito aveludado na boca!

Leite-creme

Com a sobremesa, leite-creme…

Real Companhia Velha Porto 20 Anos

… o Real Companhia Velha Tawny Porto 20 Anos.

Royal Oporto

Sendo que, para os mercados internacionais, a Real Companhia Velha utiliza a marca Royal Oporto.

Quinta das Carvalhas

Foi a despedida da casa da piscina da Quinta das Carvalhas…

Sagrado Coração de Jesus

… deixando-se para trás um belo painel de azulejos, dedicado ao Sagrado Coração de Jesus aquando do centenário da casa (1851-1951)…

Quinta das Carvalhas

… rumo à entrada principal, em frente ao Pinhão.

 

Ver também:

Viagem à Real Companhia Velha

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:23

Arinto… mas no Douro

por Raul Lufinha, em 23.06.15

Arinto, uma variedade muito divulgada em Portugal mas rara no Douro como monocasta

Séries Real Companhia Velha Arinto branco 2012

Um vinho monocasta comum noutras regiões mas extremamente raro no Douro…

… este Arinto é a mais recente referência da linha experimental ‘Séries’ da Real Companhia Velha.

Fresco e com uma acidez muito viva, mineral, cítrico, complexo…

… são apenas 1150 garrafas de um vinho único.

 

Ver também:

Viagem à Real Companhia Velha

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:52

Jantar no Palácio… de Cidrô

por Raul Lufinha, em 10.06.15

Pedro O. Silva Reis... celebrando Cidrô em Cidrô

O anfitrião Pedro O. Silva Reis… e o Quinta de Cidrô Celebration tinto 2010

No Douro e a uma elevada altitude, que chega a ultrapassar os 600 metros…

… Cidrô não é apenas a ‘quinta das experiências’ e dos vinhos mais frescos da Real Companhia Velha, em São João da Pesqueira.

Cidrô é também um Palácio!

No qual é possível organizar festas e eventos… e também ficar hospedado.

Tendo sido um ponto de paragem obrigatória na viagem pelo universo da Real Companhia Velha.

Na verdade, se há local ideal para se conhecerem os vinhos da Quinta de Cidrô…

… é o Palácio de Cidrô!

De modo que, com os aperitivos que antecederam o jantar, foi servido o Alvarinho de 2013.

Alvarinho

Quinta de Cidrô Alvarinho branco 2013

Depois, com a excelente alheira de caça e um delicado ovo de codorniz…

… chegou o Semillon de 2012, casta que no Douro também é conhecida por Boal.

Com a particularidade de ser o Cidrô preferido de Pedro O. Silva Reis...

... é a prova de que há brancos que conseguem dar luta até às carnes mais intensas e especiadas!

Alheira de caça

Alheira de Caça com Ovo de Codorniz

Semillon

Quinta de Cidrô Semillon branco 2012

A seguir, com o cabrito assado no forno…

… três ótimos tintos da Quinta de Cidrô, para degustar e comparar.

O Pinot Noir, muito marcado pelo terroir de Cidrô – menos finesse, mais potência.

Igualmente marcado por Cidrô, o elegante e fresco Touriga Nacional.

E por fim o Cabernet Sauvignon & Touriga Nacional – que dá continuidade ao Grantom.

Cabrito

Cabrito Assado

Trio maravilha: Pinot Noir, Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon & Touriga Nacional

Quinta de Cidrô Pinot Noir tinto 2009

Quinta de Cidrô Touriga Nacional tinto 2012

Quinta de Cidrô Cabernet Sauvignon & Touriga Nacional tinto 2007

Depois…

… queijo Azeitão com compota de abóbora…

… e dois vinhos históricos.

O primeiro Chardonnay de Cidrô, da colheita de 1996…

... numa altura em que a quinta era “do” (e não “de”) e em que Cidrô era escrito com “S”...!

E um Vinho do Porto 40 anos!

Azeitão

Queijo Azeitão com Compota de Abóbora

Do tempo em que a "Quinta de Cidrô" era a... "Quinta do Sidrô"

Quinta do Sidrô Chardonnay branco 1996

40 anos

Um cálice de…

40 anos

… Real Companhia Velha Porto 40 Anos

Tendo sido um excelente jantar...

... que demonstrou a enorme variedade de castas que são cultivadas na Quinta de Cidrô...

... e a grande qualidade destes vinhos produzidos no Douro a uma elevada altitude!

Jantar no Palácio de Cidrô

Os vinhos do jantar:

Quinta de Cidrô Alvarinho branco 2013

Quinta de Cidrô Semillon branco 2012

Quinta de Cidrô Pinot Noir tinto 2009

Quinta de Cidrô Touriga Nacional tinto 2012

Quinta de Cidrô Cabernet Sauvignon & Touriga Nacional tinto 2007

Quinta do Sidrô Chardonnay branco 1996

Real Companhia Velha Porto 40 Anos

Mas…

… como o melhor lugar para celebrar os vinhos da Quinta de Cidrô é o Palácio de Cidrô…

… no fim da noite, Pedro O. Silva Reis ainda foi descobrir...

... o tinto Celebration!

Pedro O. Silva Reis... e o Celebration... em Cidrô

O anfitrião Pedro O. Silva Reis…

Celebration

… e o Quinta de Cidrô Celebration tinto 2010

 Na memória ficou também...

... o Palácio de Cidrô!

Palácio de Cidrô

Palácio de Cidrô

Palácio de Cidrô

Palácio de Cidrô

Palácio de Cidrô

Palácio de Cidrô...

Palácio de Cidrô

... da Real Companhia Velha

 

Ver também:

Viagem à Real Companhia Velha

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:41

Almoço nas Caves… da Real Companhia Velha

por Raul Lufinha, em 20.05.15

Pedro Silva Reis... e o Vintage 2012

Pedro O. Silva Reis, Pedro Silva Reis, Jorge Moreira

As caves da Real Companhia Velha em Gaia foram o ponto de partida para a viagem pela modernidade de uma empresa cujo início da história remonta ao século XVIII.

Ora, nem de propósito, o almoço começou com umas ostras…

… e com o vinho que melhor representa a aplicação das novas tecnologias às vinhas da Real Companhia Velha, drones incluídos – o fresco e mineral Sauvignon Blanc da Quinta de Cidrô, feito em altitude e com um perfil de ‘velho mundo’.

ostras

Ostras

Sauvignon Blanc

Quinta de Cidrô Sauvignon Blanc 2014

Depois, com os aperitivos – queijo Serra da Estrela e várias especialidades de fumeiro…

… o excelente espumante da Real Companhia Velha, feito a partir da clássica junção de Chardonnay e Pinot Noir.

Pela primeira vez em versão comercial depois do sucesso da edição experimental na linha Séries…

… é extremamente equilibrado, com uma acidez marcante mas suave.

O queijo Serra da Estrela era maravilhoso!

Aperitivos

Um grande espumante!

Real Companhia Velha Espumante Chardonnay & Pinot Noir 2012

A acompanhar os clássicos filetes de pescada com salada russa da Real Companhia Velha…

… um branco do Douro clássico, o Evel XXI de 2013 – sendo a prova de que é possível fazer grandes brancos no Douro sem madeira.

Filetes...

... excelentes!

Filetes de Pescada com Salada Russa

Evel XXI, um novo segmento qualitativo!

Evel XXI branco 2013

Depois, com o rosbife...

... o contraponto entre dois vinhos tintos radicalmente diferentes.

O Evel XXI Centenário de 2011, um típico tinto do Douro, feito na Quinta do Síbio.

E o Celebration de 2010 feito na altitude da Quinta de Cidrô, com um perfil mais austero e maior acidez.

rosbife

batata palha

rosbife com batata palha

Rosbife com Batata Palha

Evel XXI Centenário

Evel XXI Centenário tinto 2011

Quinta de Cidrô Celebration

Quinta de Cidrô Celebration tinto 2010

Com o bolo de chocolate...

... dois Portos extraordinários, em registos completamente diferentes.

O novíssimo Vintage de 2012 – feito a partir das Vinhas Velhas da Real Companhia Velha, são três mil garrafas de um Porto já tão bem ligado e equilibrado que não parece ser tão novo.

E o potente tawny de 1900 que o enólogo trouxe da pipa aquando da visita às caves – depois de provados os de 1867, 1900 e 1937, Jorge Moreira escolheu o de 1900 para fechar o almoço… por ser dos três aquele que estava mais fechado, sendo consequentemente o que mais iria evoluir entre a prova inicial na pipa e o final do almoço. E, de facto, assim foi!

chocolate

Bolo de Chocolate

Vintage 2012

Real Companhia Velha Porto Vintage 2012

1900

Porto Tawny Velho da Pipa… do ano de 1900

Tendo sido um almoço excelente...

... com vinhos memoráveis!

Real Companhia Velha

Os vinhos do almoço:

Quinta de Cidrô Sauvignon Blanc 2014

Real Companhia Velha Espumante Chardonnay & Pinot Noir 2012

Evel XXI branco 2013

Evel XXI Centenário tinto 2011

Quinta de Cidrô Celebration tinto 2010

Real Companhia Velha Porto Vintage 2012

Porto Tawny Velho da Pipa… do ano de 1900

 

Ver também:

Viagem à Real Companhia Velha

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:35

A casta… Samarrinho

por Raul Lufinha, em 12.05.15

Samarrinho

Séries Real Companhia Velha Samarrinho branco 2013

O mundo dos vinhos está sempre a reservar-nos surpresas.

Este ano a Real Companhia Velha lançou um monocasta de… Samarrinho!

Completamente desconhecida do grande público e da maioria dos enófilos…

… a Samarrinho, também chamada de Budelho, é uma casta branca autóctone do Douro…

… presente nas vinhas velhas.

Tendo sido recuperada pela Real Companhia Velha, que a plantou na Quinta do Casal da Granja

… e a lançou entretanto pela primeira vez em varietal, no âmbito da linha experimental Séries.

Marcado pela elegância, frescura e mineralidade…

… são apenas 858 garrafas...

... de um vinho branco raro!

Samarrinho

858 garrafas

 

Ver também:

Viagem à Real Companhia Velha

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:52

1867, Royal Oporto

por Raul Lufinha, em 05.05.15

1867

1867

1867

1867, Royal Oporto

As caves da Real Companhia Velha, em Vila Nova de Gaia, guardam autênticos tesouros!

Como um indescritível Porto da colheita de 1867…

… provado directamente da pipa!

Não há palavras para descrever a complexidade, a finesse, a leveza, o rendilhado deste vinho do Porto dos tempos em que D. Luís I ainda reinava em Portugal…!

1900

1900

1900

1900, Royal Oporto

Previamente, o actual enólogo da Real Companhia Velha, Jorge Moreira, tinha dado a provar, igualmente da pipa, o emblemático Colheita de 1900…

… e antes ainda o de 1937…!

1937

1937

1937

1937, Royal Oporto

Numa altura em que o mercado e os especialistas cada vez mais valorizaram os centenários Porto Colheita do século XIX…

… foram três momentos inolvidáveis…

… de uma prova tão maravilhosa quanto absolutamente singular, única, irrepetível mesmo!

Já agora, só dar nota de que Royal Oporto (short name de Royal Oporto Wine Company) é o nome pelo qual a Real Companhia Velha é conhecida nos mercados anglo-saxónicos e que resulta da tradução para língua inglesa da primeira designação comercial da Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro: ‘Real Companhia dos Vinhos do Porto’.

 

Fotografias: Marta Felino

Ver também:

Viagem à Real Companhia Velha

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:51

As Caves… da Real Companhia Velha

por Raul Lufinha, em 25.04.15

Real Companhia Velha

As Caves e os Armazéns da Real Companhia Velha

complexo de adegas da Real Companhia Velha fica em Alijó, perto das cinco quintas da Companhia – Carvalhas, Aciprestes, CidrôCasal da Granja e Síbio.

Mas depois as centenárias caves, bem como os armazéns, são em Vila Nova de Gaia!

Real Companhia Velha

Real Companhia Velha

Real Companhia Velha

Real Companhia Velha

Real Companhia Velha

Real Companhia Velha

Real Companhia Velha

Real Companhia Velha

Pedro O. Silva Reis

O anfitrião Pedro O. Silva Reis...

Jorge Moreira

... e o enólogo Jorge Moreira

Real Companhia Velha

Em Vila Nova de Gaia...

Real Companhia Velha

 ... as Caves e os Armazéns da centenária Real Companhia Velha

 

Ver também:

Viagem à Real Companhia Velha

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:36


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • NINI

    FANTÁSTICO !!!! Fico muito contente.....!!!! Ser "...

  • Marta Felino

    Brutal! Ambos na mesma cidade! NY tem agora o melh...

  • NINI

    Adoro LAMPREIA !!!!! Recordações dos tempos em Coi...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Nuno! :-)

  • Raul Lufinha

    Pois Nini, o René Redzepi não tem nenhum casaco de...

  • Nuno Pombo

    Relato maravilhoso. Já inscrevi essa experiência n...

  • NINI

    O CASACO DE PELES DO MAGNUS " , abriu-me o " OLHO ...

  • Raul Lufinha

    Sim Nini, ir ao FÄVIKEN é uma peregrinação que fic...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Ana! É fascinante como num lugar tão rem...

  • Marta Felino

    Sem dúvida, Nini! Absolutamente memorável e emocio...



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D