Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


João Bandeira & Pablo Oazen, gastronomia luso-brasileira entre a tradição e a modernidade

por Raul Lufinha, em 10.11.14

João Bandeira & Pablo Oazen .JPG

João Bandeira & Pablo Oazen

É sempre muito interessante quando nos projectam aquilo que poderá ser o futuro.

Com efeito, João Bandeira é o chef do VIA GRAÇA, restaurante de cozinha tradicional portuguesa numa das mais belas colinas de Lisboa…

… e o brasileiro Pablo Oazen, mineiro de Juiz de Fora que tem trabalhado na Europa com inúmeros chefs, incluindo Luís Baena no tempo da QUINTA DE CATRALVOS, é actualmente o proprietário de um premiado ‘gastrobar’ em Minas Gerais, o GARAGEM.

Estando ambos a testar… um novo formato de restaurante!

Será para abrir em Lisboa…

… um espaço de fusão!

Fusão desde logo entre a gastronomia, os sabores e os produtos… luso-brasileiros!

Mas também fusão entre os estilos de cada um dos chefs, ou seja, entre a cozinha segura e tradicional de João Bandeira… e a cozinha mais moderna e de fusão de Pablo Oazen, que nomeadamente incorpora muitas técnicas da chamada ‘gastronomia molecular’.

Daí que João Bandeira e Pablo Oazen tenham criado o que chamaram de ‘Menu Encontro Atlântico de Sabores’ – até ao dia 23 de Novembro servem ao jantar, no VIA GRAÇA, um menu de degustação de fusão, composto por oito pratos.

Se resultar, teremos um novo restaurante em Lisboa!

vista .JPG

A vista do VIA GRAÇA… quando estamos sentados à mesa

Tudo começa com Pablo Oazen na sala…

… a fazer um gelado de caipirinha…

… com nitrogénio.

caipi nitro .JPG

IMG_0084.JPG

IMG_0091.JPG

IMG_0101.JPG

IMG_0107.JPG

'Caipi Nitro'

Depois um cubo frito de tapioca e queijo da ilha…

… para ser degustado com ‘ketchup mineiro’, que Pablo Oazen faz com goiaba em vez de tomate.

E uma ‘tulipa de frango’ – o meio da asa – frita…

… para acompanhar com ‘caviar de quiabo’, feito no restaurante por Pablo Oazen e servido numa lata para recriar o original.

snacks .JPG

'Snacks'

Do Brasil vem também a receita do pão de queijo, que chega à mesa bem quentinho.

pão de queijo .JPG

'Pão de Queijo + Pata Negra'

O primeiro prato é desde logo um bom exemplo do que João Bandeira e Pablo Oazen pretendem com este projecto: fusão total.

Ambos os chefs colaboram em todos os pratos – não há os pratos de um e os pratos de outro.

Nas vieiras, a base é um prato de João Bandeira… que depois é trabalhado conjuntamente.

Muitas vezes, nas vieiras a opção é utilizar sabores leves, para as deixar brilhar – mas aqui não!

São dois sabores fortes e intensos, em duas texturas diferentes e que concorrem entre si – o caril e a morcela de Lamego.

Muito bom!

vieiras .JPG

'Vieiras coradas, ar de caril e crumble de morcela'

Cozinhado durante dois dias a baixa temperatura, o rabo de boi (‘rabada’) estava delicioso.

Assim como as quatro diferentes castanhas trazidas por Pablo Oazen: castanha-de-caju; castanha-do-Pará ou castanha-do-Maranhão; castanha-do-baru; e castanha-do-pequi.

rabada .JPG

... com espuma .JPG

'Terrina de rabada, castanhas brasileiras e espuma de tubérculos'

Neste dia, o peixe era garoupa.

E a banana era da Madeira.

peixe do dia .JPG

'Peixe do dia, puré de bananas caramelizadas e quiabos tostados'

Para João Bandeira, o prato de bacalhau foi o prato mais arriscado – mas foi uma aposta ganha!

Tinha sabores doces – a cenoura, o kumquat, a mousseline…

… mas depois, no fim, o que ficava na boca era um prolongado sabor cítrico!

bacalhau .JPG

'Bacalhau confitado em azeite e conhaque, mousseline de cítricos e verduras'

Para limpar o palato, uma homenagem de Pablo Oazen à sua Avó.

Numa calda de caipirinha (cachaça e limão) uma fatia de pêra-abacate…

… que tinha no topo yuzu (‘limão japonês’), piripíri e jambu em pó (planta que causa uma dormência temporária da boca).

abacate .JPG

'Abacate – Limão – Cachaça'

Depois, sabores intensos num prato só com notas salgadas, a puxar pelo vinho.

E em que sobressaía o molho de tucupi – um caldo de mandioca amarela, com coentros, alho, pimenta…

Pablo Oazen e molho tucupi .JPG

Pablo Oazen

tucupi .JPG

… e o molho de tucupi

mais tucupi.JPG

'Pato, cuscuz de canjiquinha e tucupi'

A seguir, a empada de caça do VIA GRAÇA, um clássico com mais de 20 anos.

Sendo feita exclusivamente com a carne de 4 peças de caça – perdiz, lebre, faisão e javali – cozinhadas separadamente e com vinhos diferentes, cada uma tem o seu vinho…

Só depois é que são desfiadas… e envolvidas em alho francês, para fazer a ligação.

Ora, como a empada tem os sabores fortes da caça e dos cominhos…

… o contraponto é dado por pickles de legumes bastante intensos e avinagrados!

João Bandeira.JPG

João Bandeira e a clássica empada de caça do VIA GRAÇA

empada caça .JPG

'Fusão de caça com a agressividade dos picles de legumes'

Queijo e abóbora...

... uma combinação vencedora.

queijo .JPG

'Serpa DOP, agrião e abóbora'

Para sobremesa, uma versão do maravilhoso clássico de Pablo Oazen…

… em que o chef brasileiro desmonta o dito popular – que ainda fez parte da sua infância – de que é perigoso para a saúde juntar leite e manga.

Na verdade, este adágio tem a sua origem nos tempos da escravatura, quando havia muitas mangas mas o leite era escasso e caro – sendo preciso convencer os escravos (que se alimentavam de mangas) de que não podiam beber leite...

mel .JPG

coalhada .JPG

manga .JPG

'Manga – Coalhada – Mel'

Por fim, um crocante de goiaba...

... e um brigadeiro com sabor a café.

crocante goiaba.JPG

Mignardises

Um menu muito completo e intenso, pleno de sabores de ambos os lados do Atlântico!

Ficamos a torcer para que o João Bandeira e o Pablo Oazen decidam abrir o seu espaço de fusão – na cidade de Lisboa, não há nenhum restaurante assim!

 

VIA GRAÇA | Rua Damasceno Monteiro, 9-B, Lisboa, Portugal | Chef João Bandeira

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:07


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • NINI

    FANTÁSTICO !!!! Fico muito contente.....!!!! Ser "...

  • Marta Felino

    Brutal! Ambos na mesma cidade! NY tem agora o melh...

  • NINI

    Adoro LAMPREIA !!!!! Recordações dos tempos em Coi...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Nuno! :-)

  • Raul Lufinha

    Pois Nini, o René Redzepi não tem nenhum casaco de...

  • Nuno Pombo

    Relato maravilhoso. Já inscrevi essa experiência n...

  • NINI

    O CASACO DE PELES DO MAGNUS " , abriu-me o " OLHO ...

  • Raul Lufinha

    Sim Nini, ir ao FÄVIKEN é uma peregrinação que fic...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Ana! É fascinante como num lugar tão rem...

  • Marta Felino

    Sem dúvida, Nini! Absolutamente memorável e emocio...


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D