Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Ricardo Costa no Atelier Nespresso: Carabineiro

por Raul Lufinha, em 04.10.16

Ricardo Costa no Atelier Nespresso

Carabineiro

Ricardo Costa no Atelier Nespresso

Combava ou Lima Kaffir

Depois dos snacks, chegou o primeiro prato do THE YEATMAN que Ricardo Costa apresentou no Atelier Nespresso, em Lisboa.

Sobre um creme de funcho, carabineiro!

Acompanhado de cenoura e beterraba em diversas texturas. Incluindo um gel de cenoura e outro de beterraba que surpreendiam pelas suas subtis notas picantes – é que Ricardo Costa juntou-lhes gengibre!

Destaque ainda o crocante dado pelo... fermento frito!

Sendo depois o prato finalizado com zest de combava, também conhecida por lima kaffir.

E tendo, por último, o pó do Grand Cru Nespresso Exclusive Selection Nepal Lamjung, o mais intenso dos dois novos cafés para restaurantes fine dining de que Ricardo Costa é embaixador.

Muito bom!

Carabineiro / Cenouras / Gengibre / Grand Cru Nespresso Exclusive Selection Nepal Lamjung

Carabineiro / Cenouras / Gengibre / Grand Cru Nespresso Exclusive Selection Nepal Lamjung

Carabineiro / Cenouras / Gengibre / Grand Cru Nespresso Exclusive Selection Nepal Lamjung

 

Ver também:

Ricardo Costa traz o THE YEATMAN ao Atelier Nespresso

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:19

Ricardo Costa no Atelier Nespresso: Snacks

por Raul Lufinha, em 03.10.16

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Ricardo Costa

'Frango de Churrasco'

'Frango de Churrasco'

'Frango de Churrasco'

Salada de Frango de ‘Churrasco’

Ricardo Costa começou por trazer ao Atelier Nespresso os snacks do THE YEATMAN.

Primeiro, uma deliciosa recriação dos sabores do ‘frango de churrasco’ com batata frita e salada!

E depois uma ‘ostra’ de frango num lollipop, finalizada com um pouco de pó do novo e raro café Nespresso Exclusive Selection Nepal Lamjung, de que o chef do THE YEATMAN é o embaixador em Portugal.

‘Ostra’ de Frango

‘Ostra’ de Frango

‘Ostra’ de Frango

‘Ostra’ de Frango

A seguir, destaque para a excelente versão de 2015 do Vitello Tonnato, um clássico que já acompanha Ricardo Costa desde os tempos do LARGO DO PAÇO, na Casa da Calçada, em Amarante.

Ricardo Costa

Ricardo Costa

By Ricardo Costa

By Ricardo Costa

Vitello Tonnato versão 2015

Vitello Tonnato versão 2015

Por fim, o último snack de Ricardo Costa.

Com as notas de mar do camarão do Algarve e para comer à colher, o chef do THE YEATMAN apresentou refrescantes sabores cítricos.

E também a doçura do kumquat e do milho-doce.

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Vitello Tonnato versão 2015

Camarão do Algarve Marinado

Camarão do Algarve Marinado

Camarão do Algarve Marinado

 

Ver também:

Ricardo Costa traz o THE YEATMAN ao Atelier Nespresso

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:31

Ricardo Costa traz o THE YEATMAN ao Atelier Nespresso

por Raul Lufinha, em 02.10.16

Ricardo Costa

Ricardo Costa

O primeiro Atelier Nespresso realizado em Portugal decorreu durante três dias no Mercado de Santa Clara, em Lisboa.

E culminou com Ricardo Costa a trazer até à capital as criações que serve no THE YEATMAN, restaurante gastronómico do emblemático hotel vínico com o mesmo nome, distinguido com uma estrela Michelin.

Tendo a escolha da Nespresso recaído no chef do THE YEATMAN precisamente por Ricardo Costa ser o embaixador português da maior novidade apresentada no Atelier: a gama ‘Nespresso Exclusive Selection’ para o segmento profissional, composta por dois raros Grands Crus, Kilimanjaro Peaberry e Nepal Lamjung, disponibilizados em exclusivo nos restaurantes de alta cozinha. Por exemplo, em Espanha o embaixador dos ‘Nespresso Exclusive Selection’ é Martín Berasategui, cujo restaurante homónimo tem três estrelas Michelin.

E como, para a Nespresso, o mais importante é sempre a experiência que é proporcionada, a cozinha do Atelier era aberta, virada para a sala.

Não tendo sido, porém, uma mera sessão de showcooking – o Atelier Nespresso é, acima de tudo, uma experiência gastronómica, pelo que também funcionou como restaurante pop-up.

Para tal, o chef do THE YEATMAN trouxe do Porto três elementos da sua equipa – Jaime Nogueira, Pedro Carvalho e Pedro Rodrigues – e contou ainda com o apoio do chef António Alexandre.

Bem-disposto e comunicativo, Ricardo Costa apresentou e cozinhou, ao vivo e em tempo real, uma refeição completa de fine dining com os pratos do THE YEATMAN, que foram sendo servidos às mesas do Atelier Nespresso.

Tendo tido a originalidade de utilizar, nessa confeção, os dois novos ‘Nespresso Exclusive Selection’ de que é embaixador!

Jaime Nogueira, Pedro Carvalho, Pedro Rodrigues, Ricardo Costa, António Alexandre

Jaime Nogueira, Pedro Carvalho, Pedro Rodrigues, Ricardo Costa, António Alexandre

Atelier Nespresso, restaurante pop-up

Atelier Nespresso, também um restaurante pop-up

Mercado de Santa Clara

Mercado de Santa Clara

 

Ricardo Costa traz o THE YEATMAN ao Atelier Nespresso, setembro 2016:

Snacks

Carabineiro

Salmonete

Vitela de Leite

Sobremesa

Vinhos

Mignardises

Café

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:10

Nespresso lança 2 novos cafés… para restaurantes Michelin

por Raul Lufinha, em 28.09.16

Nespresso Exclusive Selection: Kilimanjaro Peaberry e Nepal Lamjung

Nespresso Exclusive Selection: Kilimanjaro Peaberry e Nepal Lamjung

A fim de que as experiências fine dining sejam memoráveis não apenas ao longo da refeição mas também no momento do café – que, aliás, muitas vezes acaba por ser o culminar de toda uma experiência gastronómica – a Nespresso criou dois Grands Crus bastante raros e de elevada qualidade que irão estar disponíveis, a partir de outubro, exclusivamente em restaurantes de alta cozinha. Critério que em Portugal significa, desde logo, estabelecimentos distinguidos no mínimo com uma estrela Michelin.

Um, é o Kilimanjaro Peaberry. Sendo proveniente do Monte Kilimanjaro, na Tanzânia, e produzido a partir de grãos Peaberry. Ou seja, a partir daqueles 2 a 5% de grãos por colheita cuja cereja de café apenas produz um grão, em vez dos habituais dois – tendo duas consequências que, conjugadas, fazem com que estes grãos Peaberry permitam obter café de qualidade superior: desde logo, têm uma maior intensidade de aromas e de sabores, dado que os nutrientes ficam concentrados num único grão; e depois têm uma forma mais pequena e achatada, o que permite uma torrefação mais homogénea. De modo que o Kilimanjaro Peaberry tem um perfil essencialmente frutado. E uma intensidade 5.

Outro, é o Nepal Lamjung. Feito a partir de grãos de café cultivados, surpreendentemente, no sopé dos Himalaias. Com efeito, devido ao calor de que a planta precisa, estava consensualizado que só seria possível produzir café de qualidade até ao paralelo 25 – contudo, o Nepal está 28 graus a norte do Equador! Utilizando a Nespresso neste Nepal Lamjung duas técnicas distintas de torrefação: parte dos grãos é torrada intensamente, conferindo ao café um caráter intenso, e outra parte é torrada lentamente, acentuando a sua suavidade. Tendo depois o café, em chávena ou no copo, um aroma marcante a pão torrado. E uma intensidade superior, 8.

Contudo, estes dois cafés tão diferentes entre si têm uma característica em comum que acaba por ser aquela que, na verdade, muito mais do que o perfil aromático ou a intensidade de sabor, torna sua degustação uma experiência inesquecível – a textura. São ambos extremamente suaves e delicados, cremosos e aveludados, redondos e sem arestas. Numa palavra, perfeitos.

Nespresso Exclusive Selection: Kilimanjaro Peaberry e Nepal Lamjung

Nespresso Exclusive Selection: Kilimanjaro Peaberry e Nepal Lamjung

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:32


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Nuno! :-)

  • Raul Lufinha

    Pois Nini, o René Redzepi não tem nenhum casaco de...

  • Nuno Pombo

    Relato maravilhoso. Já inscrevi essa experiência n...

  • NINI

    O CASACO DE PELES DO MAGNUS " , abriu-me o " OLHO ...

  • Raul Lufinha

    Sim Nini, ir ao FÄVIKEN é uma peregrinação que fic...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Ana! É fascinante como num lugar tão rem...

  • Marta Felino

    Sem dúvida, Nini! Absolutamente memorável e emocio...

  • Marta Felino

    Ana, fico contente por estar a gostar! :)Foi, de f...

  • NINI

    MARAVILHA de CENÁRIO !!!! É DAQUELAS EXPERÊNCIAS ,...

  • Ana Dias

    "Esqueçam" o DiverXO, "esqueçam" o Faviken. Para "...



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D