Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


In memoriam: o irreverente “Culombo”, por Luís Baena

por Raul Lufinha, em 21.08.12

Fotografia: MANIFESTO

 

Luís Baena é um chef criativo e irreverente. De tal modo que deu o nome de “Culombo” ao seu prato que junta lombo de vaca e rabo de boi. Escrito assim mesmo, com “u”…

 

MANIFESTO | Largo de Santos, 9 C, Lisboa, Portugal | Chef Luís Baena | Encerrou Junho 2012

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

In memoriam: PRAGMA

por Raul Lufinha, em 17.07.12

 

De 2006 a 2008, o PRAGMA foi o restaurante assinatura do chef Fausto Airoldi, com uma carta dividida em três secções: Memórias, Clássicos e Ensaios (novos pratos).

 

Era muito bom e muito caro. E Fausto Airoldi acabou por ter que o fechar:

“Hoje é tudo low cost, das linhas aéreas aos hotéis. Como não se consegue fazer uma cozinha verdadeiramente gourmet a baixo custo, e quem o faz anda a enganar os clientes, é melhor mudar de filosofia e ir ao encontro do cliente: abrir bistros, steak houses, casas de sandes, petisqueiras. Infelizmente, os que não se conseguirem adaptar vão passar um mau bocado.”

As palavras podiam ser de hoje – mas foram ditas no início de 2009.

 

PRAGMA | Casino de Lisboa, Portugal | Chef Fausto Airoldi | 2006 - 2008

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:42

Fechou o BOCCA

por Raul Lufinha, em 30.06.12

Fotografia: BOCCA

 

É com grande tristeza que aqui fica a notícia. Hoje, 30 de Junho de 2012, é o último dia da vida do restaurante BOCCA. Inaugurado em Fevereiro de 2008, era um espaço sofisticado de cozinha de autor, em que brilhavam as criações do chef Alexandre Silva.

 

Pedro Aragão Freitas, o proprietário do restaurante, divulgou hoje o seguinte comunicado:

“Após 4 anos de sucessos e conquistas, é com profundo pesar que anuncio que o BOCCA encerra hoje as suas portas ao público.

 

A grave crise económica que assola o nosso país levou a quebras inimagináveis nas receitas da restauração. Em simultâneo, todos os custos energéticos subiram vertiginosamente.

 

Perante a necessidade de aumento da receita fiscal, o estado português decidiu aplicar aquele que considero ter sido o derradeiro golpe de misericórdia: aumentar a taxa de IVA na restauração de 13% para 23%.

 

É do conhecimento geral que o setor da restauração é um dos que mais contribui para a economia paralela portuguesa. Estou seguro que uma maior e mais eficiente fiscalização do setor seria suficiente para gerar o aumento de receita pretendido, para além de contribuir para uma maior justiça e igualdade entre todos. O governo poderia ter seguido essa opção. Não o fez! Optou por penalizar primeiro os cumpridores. O BOCCA sempre foi um desses raros. Provavelmente terá sido erro meu...

 

Gostaria de deixar um profundo agradecimento a todos os excelentes profissionais que hoje deixam esta casa. Este é um projecto construído e partilhado por todos e sei que o sentimento de enorme injustiça estende-se a todos vós.

 

Neste momento o nosso país não assegura as condições mínimas para que se possa manter um negócio que, como este, assenta no recurso a mão-de-obra intensiva e altamente qualificada.

 

Melhores dias virão, com certeza! Por isso, aos nossos clientes não dizemos adeus. Dizemos até um dia!”

 

Pedro Aragão Freitas 

 

Ao Pedro Aragão Freitas, ao Alexandre Silva e a toda a equipa do BOCCA, muito obrigado! E até breve!

 

BOCCA | Rua Rodrigo da Fonseca, 87-D, Lisboa, Portugal | Chef Alexandre Silva

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:17

Frases que ficam #1: “Aqui e agora”, no MANIFESTO

por Raul Lufinha, em 05.06.12

Fotografia: MANIFESTO

 

MANIFESTO | Largo de Santos, 9 C, Lisboa, Portugal | Chef Luís Baena

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:55

Os marcadores do MANIFESTO

por Raul Lufinha, em 27.05.12

Fotografia: MANIFESTO

 

MANIFESTO | Largo de Santos, 9 C, Lisboa, Portugal | Chef Luís Baena

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:12

A porta do MANIFESTO

por Raul Lufinha, em 22.05.12

Fotografia: MANIFESTO

 

MANIFESTO | Largo de Santos, 9 C, Lisboa, Portugal | Chef Luís Baena

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:10

Luís Baena fecha MANIFESTO

por Raul Lufinha, em 28.03.12

Fotografia: MANIFESTO 

 

Luís Baena irá fechar o restaurante MANIFESTO em Junho e abrir um novo projecto em Londres, conta hoje o Dinheiro Vivo.

 

Na primeira parte de uma entrevista vídeo, o chef confidencia ainda ao jornalista Enrique Pinto-Coelho a origem do MANIFESTO: “Estava a precisar de ter um espaço, um pouco à imagem do que colegas meus fazem também. Nós temos a nossa actividade de restauração que não é a nossa actividade económica principal, é um cartão de visita – esse sim, importante – onde podemos mostrar o nosso trabalho. E a partir do trabalho que está exposto diariamente no restaurante surgem convites para consultorias, para palestras, para lançamentos disto, daquilo e daqueloutro.”

 

MANIFESTO | Largo de Santos, 9 C, Lisboa, Portugal | Chef Luís Baena

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:43


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • NINI

    Parabéns PADARIA PORTUGUESA !!!!!DESAFIO e CONVIDO...

  • NINI

    O Palácio de Seteais , é um Clássico desde o SEC. ...

  • NINI

    FANTÁSTICO !!!! Fico muito contente.....!!!! Ser "...

  • Marta Felino

    Brutal! Ambos na mesma cidade! NY tem agora o melh...

  • NINI

    Adoro LAMPREIA !!!!! Recordações dos tempos em Coi...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Nuno! :-)

  • Raul Lufinha

    Pois Nini, o René Redzepi não tem nenhum casaco de...

  • Nuno Pombo

    Relato maravilhoso. Já inscrevi essa experiência n...

  • NINI

    O CASACO DE PELES DO MAGNUS " , abriu-me o " OLHO ...

  • Raul Lufinha

    Sim Nini, ir ao FÄVIKEN é uma peregrinação que fic...



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D