Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Prova comentada de Portos… LBV

por Raul Lufinha, em 24.10.15

Luís Antunes

Luís Antunes

Produzidos com uvas de uma só colheita e engarrafados entre o quarto e o sexto ano…

… os Late Bottled Vintage são cada vez mais uma alternativa de qualidade aos Porto Vintage.

José Maria Soares Franco

José Maria Soares Franco (Duorum)

Luciano Madureira

Luciano Madureira (enólogo da Rozès)

Sendo mais acessíveis…

… e estando preparados para o consumo imediato.

Luís Antunes

Luís Antunes e os LBV

Ora, acompanhando o crescente interesse de produtores e consumidores pelos LBV…

… no Festival do Vinho do Douro Superior, em Vila Nova de Foz Coa…

… Luís Antunes, crítico da Revista de Vinhos, conduziu uma prova comentada dedicada em exclusivo…

… aos Portos LBV do Douro Superior!

Os 12 LBV provados e comentados

Da direita para a esquerda, os doze LBV provados:

Rozès Quinta do Grifo LBV 2011

Duorum LBV 2010

Ferreira LBV 2010

Burmester LBV 2009

Cockburn’s LBV 2009

Conceito LBV 2009

Dow’s LBV 2009

Graham’s LBV 2009

Quinta do Crasto LBV 2008

Christie’s Butler Nephew LBV 2007

Warre’s LBV Tradicional 2003

Ramos Pinto LBV 1994

Os 2 LBV mais marcantes da prova

E os dois LBV mais marcantes da prova, precisamente os mais antigos:

Warre’s LBV Tradicional 2003

Ramos Pinto LBV 1994

 

Ver também:

O Douro Superior é um festival

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:16

Estação de Castelo Melhor, futuro Hotel Duorum?

por Raul Lufinha, em 11.07.15

Estação de Castelo Melhor

Estação de Castelo Melhor

Estação de Castelo Melhor

Em Vila Nova de Foz Côa, no Festival do Vinho do Douro Superior, José Maria Soares Franco anunciou a “construção” de uma unidade hoteleira da Duorum Vinhos na Quinta de Castelo Melhor.

Que na verdade é mais uma... “reconstrução”!

A ideia é recuperar a Estação de Castelo Melhor…

… e transformá-la num hotel com pequenos núcleos de apenas dois quartos.

Isto porque a Estação era na verdade um conjunto de edificações...

... não sendo composta apenas pelo edifício da estação propriamente dito, aquele mais conhecido e o que se encontra em menor estado de degradação.

Com efeito, para além desse edifício que ainda hoje conserva alguns dos azulejos originais e incluía a habitação do chefe da estação…

… havia ainda mais quatro casas de habitação:

– A do agulheiro, responsável pelo manejo das agulhas da via-férrea;

– A do cantoneiro, responsável pela limpeza e manutenção da linha;

– A do barqueiro, responsável pela travessia das pessoas entre as duas margens do Rio Douro;

– E também a do taberneiro!

Além de que cada um deles…

… tinha a sua horta!

Porém, atualmente… as casas estão todas em ruínas!

Será que alguma vez iremos ter aqui uma unidade hoteleira de excelência?

Estação de Castelo Melhor

Estação de Castelo Melhor

Estação de Castelo Melhor

Duorum

Rio Douro

Rio Douro

Estação de Castelo Melhor

Estação de Castelo Melhor, na antiga Linha do Douro

 

Ver também:

O Douro Superior é um festival

Almoço na Quinta de Castelo Melhor

Descer a Quinta de Castelo Melhor até ao Douro… com José Maria Soares Franco ao volante

 

Duorum | Quinta de Castelo Melhor, EN 222, Km 216,18, Vila Nova de Foz Côa, Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:38

Descer a Quinta de Castelo Melhor até ao Douro… com José Maria Soares Franco ao volante

por Raul Lufinha, em 27.06.15

Duorum

Duorum

Duorum

Duorum

Duorum

Duorum

Duorum

Duorum

Duorum

Duorum

Duorum

Duorum

Duorum

Rio Douro 

 

Ver também:

O Douro Superior é um festival

Almoço na Quinta de Castelo Melhor

Estação de Castelo Melhor, futuro Hotel Duorum?

 

Duorum | Quinta de Castelo Melhor, EN 222, Km 216,18, Vila Nova de Foz Côa, Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:19

Almoço na Quinta de Castelo Melhor

por Raul Lufinha, em 14.06.15

José Maria Soares Franco

José Maria Soares Franco mostrando...

Rio Douro... visto da Quinta de Castelo Melhor

… o Rio Douro

Duorum – palavra latina que faz lembrar “Douro” embora na verdade signifique “o que vem de dois”…

… é o projeto de João Portugal Ramos e José Maria Soares Franco no Douro Superior.

Cuja base é a fascinante Quinta de Castelo Melhor…

… que nos surpreende sempre a cada nova visita.

Quinta de Castelo Melhor

A casa, agora com relva

Amêndoas

Amêndoas, fritas em azeite e com sal

Tons de Duorum

Tons de Duorum branco 2014

Cozido à Portuguesa

Cozido…

Cozido à Portuguesa

… à Portuguesa…

Arroz

... com arroz…

Dois vinhos

… acompanhado por dois vinhos:

Duorum Colheita tinto 2013

Duorum Reserva tinto 2012 (rótulo provisório)

Sobremesa

Fruta, doce, queijo…

Amêndoas

… e amêndoas doces…

Vintage 2012

… com o Duorum Vintage Vinha de Castelo Melhor 2012

Margarida Soares Franco

Margarida Soares Franco… agradecendo à equipa de cozinha

Duorum

Os vinhos do almoço:

Tons de Duorum branco 2014

Duorum Colheita tinto 2013

Duorum Reserva tinto 2012 (rótulo provisório)

Duorum Vintage Vinha de Castelo Melhor 2012

Duorum

A beleza da vista, que atravessa a casa

Quinta de Castelo Melhor

José Maria e Margarida Soares Franco

Quinta de Castelo Melhor

… na Quinta de Castelo Melhor

 

Ver também:

O Douro Superior é um festival

Descer a Quinta de Castelo Melhor até ao Douro... com José Maria Soares Franco ao volante

Estação de Castelo Melhor, futuro Hotel Duorum?

 

Sobre a visita à Quinta de Castelo Melhor em 2013:

  1. O dito castelo
  2. A quinta
  3. A casa
  4. Dois Tons
  5. Colheita e Reserva
  6. A loucura das cotas… e da biodiversidade
  7. Os vintage
  8. No vale do Rio de Ouro

 

Duorum | Quinta de Castelo Melhor, EN 222, Km 216,18, Vila Nova de Foz Côa, Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:38

O Douro Superior é um festival

por Raul Lufinha, em 26.05.15

Festival do Vinho do Douro Superior

EXPOCÔA, Vila Nova de Foz Côa

O Festival do Vinho do Douro Superior é uma excelente altura para ir a Foz Côa!

São três dias dedicados a conhecer os vinhos únicos da sub-região mais a montante do Douro, que se estende desde o Cachão da Valeira até à fronteira com Espanha.

Quinta e Museu

Quinta de Ervamoira (Ramos Pinto)

Ervamoira

… que teria ficado submersa se a barragem do Côa tivesse avançado

25 anos de Duas Quintas

Histórica prova dos 25 Anos do Duas Quintas

João Nicolau de Almeida

João Nicolau de Almeida (Ramos Pinto)

Castelo Melhor

Quinta de Castelo Melhor (Duorum)

Duorum

O Douro visto da parte de cima da Quinta de Castelo Melhor (Duorum)

José Maria Soares Franco

José Maria Soares Franco (Duorum)

Quinta da Leda

Quinta da Leda (Sogrape)

Luís Sottomayor

Enólogo Luís Sottomayor… e alguns dos talhões utilizados para fazer o Barca Velha

Quinta da Leda

O Douro visto da Vinha das Lebres (Sogrape)

Ferreira

Pic-nic

caixa aberta

Carrinhas de caixa aberta

Colóquio

Fernando Melo conduzindo o colóquio ‘Vinho e Turismo no Douro Superior’… e Filipa Correia apresentando ‘A Quinta de Ervamoira na estratégia da Ramos Pinto’

Feira

Provas de vinhos…

queijo

… e de queijos

Animação de rua

Animação de rua

Francisco Pavão

Francisco Pavão e a prova comentada de azeites do Douro Superior

Luís Antunes

Luís Antunes e a prova comentada dos Portos LBV do Douro Superior

Joana Pratas

A 'generala' Joana Pratas levando água para as suas tropas

 

Ver também:

A Quinta de Ervamoira

25 anos de Duas Quintas

Almoço na Quinta de Castelo Melhor

Descer a Quinta de Castelo Melhor até ao Douro... com José Maria Soares Franco ao volante

Estação de Castelo Melhor, futuro Hotel Duorum?

A nova adega... do Palato do Côa

Visita à Quinta da Leda

Pic-Nic... no Douro

Porto... tónico

Prova comentada de Portos... LBV

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:52

Luís Antunes… e os Portos do Douro Superior: castas, terroirs, estilos

por Raul Lufinha, em 22.06.14

Luís Antunes

Jornalista e crítico da Revista de Vinhos, Luís Antunes tem uma forma muito própria de conduzir as provas, em permanente interactividade com a audiência – aliás, com Luís Antunes as provas de vinhos são tanto melhores quanto melhor e mais interventiva for a audiência.

Mas desta vez, para a prova comentada dos Portos do Douro Superior, subordinada ao tema “Castas, Terroirs, Estilos” e que decorreu em Foz Côa, no Festival do Vinho do Douro Superior 2014, Luís Antunes preparou… duas surpresas!

… na prova comentada dos vinhos do Porto do Douro Superior

A primeira surpresa foi João Nicolau de Almeida – que a pretexto das “Castas” trouxe e apresentou não apenas o seu Ramos Pinto Porto Vintage 1983 mas também quatro varietais que compuseram o lote final mas nunca foram comercializados individualmente: Tinta Roriz, Touriga Franca, Tinta Barroca e Touriga Nacional…

A experiência desta prova histórica vem relatada aqui:

A segunda surpresa foi David Guimaraens, Director Técnico e Enólogo da The Fladgate Partnership, que, a pretexto dos “Terroirs e Estilos” dos Portos do Douro Superior, comentou os terroirs das quintas do Vesúvio, Senhora da Ribeira e Vargellas, bem como os correspondentes estilos de vinho do Porto aí produzidos.

Um resumo desta sessão inesquecível vem contado aqui:

Com dois convidados de tão elevado gabarito, naturalmente que foi uma prova... absolutamente fabulosa!

Os 14 Portos Vintage provados e comentados:

Ramos Pinto Porto Vintage Tinta Roriz 1983

Ramos Pinto Porto Vintage Touriga Franca 1983

Ramos Pinto Porto Vintage Tinta Barroca 1983

Ramos Pinto Porto Vintage Touriga Nacional 1983

Ramos Pinto Porto Vintage 1983

Quinta do Vesúvio Porto Vintage 2004

Dow’s Quinta Senhora da Ribeira Porto Vintage 2004

Taylor’s Quinta de Vargellas Porto Vintage 2004

Taylor’s Quinta de Vargellas Vinha Velha Porto Vintage 2004

Cockburn’s Quinta dos Canais Porto Vintage 2009

Quinta do Grifo Porto Vintage 2011

Quinta do Vale Meão Porto Vintage 2011

Duorum Porto Vintage 2011

Capela da Quinta do Vesúvio Porto Vintage 2007

 

Ver também:

Douro Superior, uma sub-região a afirmar a sua identidade

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:45

Terroirs e estilos dos Portos do Douro Superior, numa prova comentada por Luís Antunes… e David Guimaraens

por Raul Lufinha, em 20.06.14

David Guimaraens e Luís Antunes

Jornalista e crítico da Revista de Vinhos, Luís Antunes convidou David Guimaraens, Director Técnico e Enólogo da The Fladgate Partnership, para o acompanhar na prova comentada dos terroirs e estilos dos Portos do Douro Superior.

… na prova comentada dos vinhos do Porto do Douro Superior

Primeiro, provaram-se o Quinta do Vesúvio Porto Vintage 2004 e Dow’s Quinta Senhora da Ribeira Porto Vintage 2004, para mostrar a importância do terroir: com uma diferença de orientação, a Quinta do Vesúvio origina Portos mais quentes e a Quinta Senhora da Ribeira mais frescos…

Depois, dois Vintage do terroir da Quinta de Vargellas, o Taylor’s Quinta de Vargellas Porto Vintage 2004 e o Taylor’s Quinta de Vargellas Vinha Velha Porto Vintage 2004... com este último a exibir um nível superior de complexidade.

Da Quinta dos Canais mas já de 2009, foi ainda provado o Cockburn’s Quinta dos Canais Porto Vintage 2009.

Quinta do Vesúvio Porto Vintage 2004

Dow’s Quinta Senhora da Ribeira Porto Vintage 2004

Taylor’s Quinta de Vargellas Porto Vintage 2004

Taylor’s Quinta de Vargellas Vinha Velha Porto Vintage 2004

Cockburn’s Quinta dos Canais Porto Vintage 2009

A seguir foram provados e comentados três Vintage de 2011: Quinta do Grifo, Quinta do Vale Meão e Duorum…

… tendo a prova terminado com um Vintage de 2007, o Capela da Quinta do Vesúvio.

Quinta do Grifo Porto Vintage 2011

Quinta do Vale Meão Porto Vintage 2011

Duorum Porto Vintage 2011

Capela da Quinta do Vesúvio Porto Vintage 2007

Para além da excepcional qualidade dos Vintage provados, desta sessão ficou ainda na memória a visão do que é ser enólogo... para David Guimaraens.

Ser enólogo não é fazer vinho, é compreender o terroir!

Para David Guimaraens, a principal função de um enólogo é 'apenas' perceber o terroir – ou seja, a topografia, a orografia, o clima, as castas, a intervenção humana, etc. – de modo a que depois naturalmente consiga tirar dele o melhor partido!

 

Ver também:

Douro Superior, uma sub-região a afirmar a sua identidade

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:21

Harmonização de queijos e vinhos… por João Paulo Martins

por Raul Lufinha, em 14.11.13

João Paulo Martins

Jornalista da Revista de Vinhos e autor do guia Vinhos de Portugal, coube a João Paulo Martins conduzir a sessão de harmonização de queijos e vinhos promovida no âmbito do “Encontro com o Vinho e Sabores 2013” e aberta ao público.

Para tal, João Paulo Martins escolheu cinco queijos diferentes e dois vinhos por queijo, de modo a que se percebessem as correspondentes diferenças de harmonização.

Cinco queijos: Chèvre (na posição das 12h00), Serra da Estrela, queijo da ilha açoriana da Graciosa, Terrincho e Stilton

O Chèvre funcionou melhor com um branco novo (Senhoria Alvarinho 2010, Ideal Drinks) do que com um tinto jovem (Campolargo Alvarelhão 2012).

O mesmo se passou com o Serra da Estrela: o branco com madeira (Pasmados 2009, José Maria da Fonseca) resultou melhor do que o tinto jovem e de taninos polidos (Duorum 2012) – tendo sido rejeitados os tintos de taninos vivos, dado que matariam o queijo.

O tinto voltou ainda a perder nos queijos picantes: o LBV Quinta do Noval Unfiltered 2007 ligou melhor com um queijo da ilha açoriana da Graciosa e com o Terrincho do que o clássico alentejano Cartuxa Reserva 2009, da Fundação Eugénio de Almeida.

Finalmente, com o queijo azul inglês Stilton, um colheita tardia (Grandjó Late Harvest 2008, da Real Companhia Velha) e um vintage novo (S.J Vintage Port Single Quinta 2011, da Quinta de São José). Duas soluções diferentes que resultaram bastante bem.

Oito vinhos: Senhoria Alvarinho branco 2010, Campolargo Alvarelhão tinto 2012, Pasmados branco 2009, Duorum tinto 2012, Cartuxa Reserva tinto 2009, Quinta do Noval Unfiltered LBV 2007, Grandjó Late Harvest 2008, S.J Vintage Port Single Quinta 2011

Desta profícua sessão com João Paulo Martins, para além da renovada tentativa de se desfazer o mito generalizado de que a melhor ligação do queijo é com vinho tinto – não é! – ficaram ainda três grandes ideias:

– os queijos mais frescos (por exemplo, Chèvre) pedem vinhos brancos frutados e novos;

– os queijos com mais gordura (por exemplo, Serra da Estrela) exigem brancos com madeira; e

– os queijos mais fortes (Stilton, Roquefort, Picante de Castelo Branco, etc.) necessitam de vinhos doces (por exemplo, colheita tardia ou vintage).

 

Fotografias: Marta Felino / Flash Food

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:59

Visita à Quinta de Castelo Melhor (Duorum): (VIII) No vale do Rio de Ouro

por Raul Lufinha, em 27.07.13

Visita à Quinta de Castelo Melhor (Duorum), 2.º Festival do Vinho do Douro Superior, Maio 2013:

  1. O dito castelo
  2. A quinta
  3. A casa
  4. Dois Tons
  5. Colheita e Reserva
  6. A loucura das cotas… e da biodiversidade
  7. Os vintage
  8. No vale do Rio de Ouro

(fim)

Duorum | Quinta de Castelo Melhor, EN 222, Km 216,18, Vila Nova de Foz Côa, Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:28

Visita à Quinta de Castelo Melhor (Duorum): (VII) Os vintage

por Raul Lufinha, em 27.07.13

Vintage 2010 - Vinha de Castelo Melhor

Para o final, ficaram os vintage da Duorum, naturalmente ainda jovens.

Primeiro, provou-se o de 2010...

João Perry Vidal (dir.), Director Técnico da Viticultura da Duorum e anfitrião dos jornalistas e bloggers

... e depois o de 2008.

Vintage 2008 - Vinha de Castelo Melhor

Duorum | Quinta de Castelo Melhor, EN 222, Km 216,18, Vila Nova de Foz Côa, Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • NINI

    " A Moqueca do Chef Anderson Sousa " , é mesmo exc...

  • NINI

    Parabéns PADARIA PORTUGUESA !!!!!DESAFIO e CONVIDO...

  • NINI

    O Palácio de Seteais , é um Clássico desde o SEC. ...

  • NINI

    FANTÁSTICO !!!! Fico muito contente.....!!!! Ser "...

  • Marta Felino

    Brutal! Ambos na mesma cidade! NY tem agora o melh...

  • NINI

    Adoro LAMPREIA !!!!! Recordações dos tempos em Coi...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Nuno! :-)

  • Raul Lufinha

    Pois Nini, o René Redzepi não tem nenhum casaco de...

  • Nuno Pombo

    Relato maravilhoso. Já inscrevi essa experiência n...

  • NINI

    O CASACO DE PELES DO MAGNUS " , abriu-me o " OLHO ...


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




subscrever feeds