Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Na TABERNA… do BAIRRO DO AVILLEZ

por Raul Lufinha, em 21.08.16

José Avillez

José Avillez

O BAIRRO DO AVILLEZ é o mais recente projeto do chef português.

Sendo para já composto por uma mercearia – desenvolvida em parceria com a MANTEIGARIA SILVA – e por dois espaços distintos de restauração, a TABERNA e o PÁTEO.

Mas ainda estarão para chegar outras surpresas dos becos do BAIRRO…

José Avillez na cozinha aberta da TABERNA do BAIRRO DO AVILLEZ

José Avillez na cozinha aberta da TABERNA do BAIRRO DO AVILLEZ

A TABERNA, logo à entrada do BAIRRO, é o espaço mais informal de José Avillez, onde se pode petiscar ininterruptamente, por ordem de chegada, desde o meio-dia até à meia-noite.

Já o luminoso PÁTEO, no interior do BAIRRO, é um restaurante mais convencional, aberto para almoços e jantares – e que aceita reservas.

José Avillez finalizando o prato de espargos e cogumelos

José Avillez finalizando o prato de espargos e cogumelos

Pelo que, chegando fora de horas ao BAIRRO, encontramos a TABERNA sempre aberta!

«Estojo de Ferramentas»

«Estojo de Ferramentas»

Para couvert, pão de trigo e broa de milho, com manteiga dos Açores e azeitonas marinadas.

Couvert

Couvert

Depois, o ADN de José Avillez nota-se desde logo na circunstância de, mesmo no seu espaço mais acessível, apresentar à carta um conceito típico dos menus de degustação de alta cozinha – os snacks!

De que foram exemplo as pipocas de coirato picantes, que nos trouxeram à memória as que Francisco Magalhães e Joana Xardoné faziam no APICIUS com pimentão!

‘Pipocas’ de coirato picantes

‘Pipocas’ de coirato picantes

Igualmente da secção dos snacks, um delicioso ‘corneto’ de massa brick com alga nori – como Avillez tinha no MINI BAR – mas em que o chef utiliza o sabor do carapau com que fez furor na edição deste ano do Peixe em Lisboa, aqui numa versão picante, com pickles e maionese fumada!

‘Corneto’ de carapau picante com pickles e maionese fumada

‘Corneto’ de carapau picante com pickles e maionese fumada

Dos ‘Pequenos Pratos’ da carta, polvo com alho, sobressaindo o sabor intenso e picante do molho kimchi.

Polvo com alho e molho kimchi

Polvo com alho e molho kimchi

A seguir, da secção ‘Acompanhamentos’, provámos a solo um milhos fritos com um pouco de queijo ralado da Ilha de São Jorge que funcionam muito bem como snack… ou até como pré-sobremesa!

Milhos fritos com Queijo da Ilha de São Jorge

Milhos fritos com Queijo da Ilha de São Jorge

Regressando aos ‘Snacks e Petiscos’, um excelente ceviche de tremoços, com malagueta e milho, servido num mini púcaro!

Ceviche de tremoços

Ceviche de tremoços

Destaque ainda para um pequeno e fabuloso prego do lombo, com um delicioso sabor levemente fumado dado pelo forno Josper e que se desfaz na boca!

Sendo servido em Bolo do Caco, com manteiga de mostarda e creme de alho assado!

E chegando à mesa quentinho – não apenas a carne mas também o pão!

É que, depois de o prego estar pronto, ainda o passam levemente por uma tosteira especial!

Sem dúvida, o melhor prego que já provei na vida!

Prego do lombo

Prego do lombo

A seguir, o atencioso João Jesus – da Mercearia do BAIRRO DO AVILLEZ, desenvolvida em parceria com a MANTEIGARIA SILVA – apresentou-nos o extraordinário queijo Canada.

João Jesus e o queijo Canada

João Jesus e o queijo Canada

Com 12 de meses de cura, o Canada é um maravilhoso queijo de vaca artesanal da Ilha de São Jorge, intenso e picante!

Queijo Canada

Queijo Canada

Destaque ainda para o extremamente intenso queijo de cabra serrana da marca Lusicas, produzido artesanalmente na Serra da Estrela.

O qual apresenta uma forma muito peculiar – como João Jesus disse, parece ‘um fóssil’...!

Queijo de Cabra

Queijo de cabra serrana Lusicas

Cada vez que abre um novo espaço, José Avillez gosta de lhe dedicar uma sobremesa original.

Na TABERNA do BAIRRO DO AVILLEZ, decalcando a Avelã ao Cubo do CANTINHO DO AVILLEZ (que também já encontrámos no Peixe em Lisboa e numa versão com esponja no MINI BAR) e o subsequente Chocolate ao Cubo da PIZZARIA LISBOA (revisitado no MINI BAR), José Avillez apresenta variações de caramelo salgado, em diversas texturas e temperaturas – gelado, espuma, bolo e toffee... com topping de pepitas de chocolate, flor de sal e pipocas!

Caramelo salgado

Caramelo salgado

Caramelo salgado

Outra sobremesa da TABERNA é o salame de chocolate, recheado não apenas com bolacha mas também com… pistácio!

Salame de chocolate (1 cm)

Salame de chocolate (1 cm)

Antes do Madeira para as sobremesas, tinha-se provado o elegante e complexo varietal de Boal da família Horácio Simões da colheita de 2015, um D.O. Palmela feito a partir de uvas provenientes de uma vinha centenária, tendo fermentado e estagiado 4 meses em barricas de carvalho francês.

Sendo um vinho muito interessante igualmente pelo facto de a variedade Boal, também conhecida por Sémillon, ser pouco trabalhada a solo em Portugal – outro bom exemplo é o Boal da Quinta de Cidrô, produzido em altitude no Douro pela Real Companhia Velha.

Horácio Simões Tradição ‘Boal’ branco 2015

Horácio Simões Tradição ‘Boal’ branco 2015

Foi o fim da primeira visita à TABERNA do BAIRRO DO AVILLEZ, onde há muito mais descobrir!

O púcaro da conta

O púcaro da conta

À saída, José Avillez… continuava a cozinhar!

José Avillez na cozinha aberta da TABERNA do BAIRRO DO AVILLEZ

José Avillez na cozinha aberta da TABERNA do BAIRRO DO AVILLEZ

Tendo sido igualmente muito gratificante reencontrar não apenas o chef mas também imensas caras conhecidas dos outros projetos de José Avillez – o Paulo, a Sónia, o Francisco, o Nuno…!

Até breve!

A entrada do BAIRRO

A entrada do BAIRRO

 

Ver também:

No PÁTEO... do BAIRRO DO AVILLEZ

Fotografias: Raul Lufinha e Marta Felino

BAIRRO DO AVILLEZ – TABERNA | Rua Nova da Trindade, 18, Lisboa, Portugal | Chef José Avillez

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:45


1 comentário

De Isabel Barbedo a 28.06.2017 às 16:08

Fui por duas vezes à taberna do Avillez ...
Escolhi o local por ser de quem é e concomitantemente por ser um local informal. Dos "petiscos", se assim podemos considerar, gostei mas não me surpreenderam... e atenção que não sou tradicional...adoro experimentar. As minhas papilas gustativas, o olfato, a visão e até a audição estão sempre prontas para o improvável e inesperado...
Valeram de ambas as vezes as sobremesas..
Quanto ao serviço...CAÓTICO!!! Mau. Falta de organização nos pedidos, tempo de espera inacreditável ...até ao ponto de ter de me aborrecer e, de repente, por artes mágicas, a comida aparece...
Não, sinceramente não esperava a falta de elegância mesmo num local aparentemente informal!
Ah!!! Tábua de queijos e presunto mini, demasiado mini para o preço...
Que pena! Não tenciono voltar!
Da próxima vou ao Belcanto...

Comentar post



Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • Duartecalf

    Obrigado pelo esclarecimento!

  • Raul Lufinha

    Cronologicamente, Duarte, é ao contrário – o Samue...

  • Duartecalf

    Olá Raul,Este restaurante não está/esteve ligado a...

  • Dacosta

    A DACOSTA - comércio e distribuição de bebidas (ww...

  • ana araujo

    Já provei alguns sabores e gostei muito. Recomendo

  • NINI

    O Dear Breakfast , é um espaço bonito , luminoso ...

  • Ana Dias

    Em vez de seguirem uma linha própria preferem "ins...

  • Raul Lufinha

    Não pode perder o de Café, bastante cremoso! E o d...

  • NINI

    MAMMA MIA , ainda não te conheço !!!! Estou de fér...

  • NINI

    " Os OLHOS , também COMEM " !!!Excelente Brunch ....



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D