Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Frederico Guerreiro e a sua tarte merengue de limão

por Raul Lufinha, em 05.02.14

Chef Frederico Guerreiro

… e a sua desconstruída tarte merengue de limão

A tarte merengue de limão é a sobremesa do PEDRO E O LOBO em que mais se nota a marca de Frederico Guerreiro.

De forma lúdica e inesperada, surge numa versão desconstruída…

… permitindo a degustação individual dos seus três elementos: a massa da tarte, o merengue e o creme de limão.

"Tarte Merengue de Limão"

Tendo sido acompanhada – por sugestão de Ricardo Meyrelles – pelo Abafado da Alorna, um vinho licoroso que estagiou cinco anos em barricas de carvalho usadas e harmoniza muito bem com sobremesas pois, apesar de produzido exclusivamente com Fernão Pires, é bastante fresco, não sendo excessivamente doce.

Alorna Abafado 5 Years

 

Ver também:

Ostras, Gin & Algas

A finalização do atum-patudo

Frederico Guerreiro, o cordeiro e as ervas picantes

Frederico Guerreiro e a sobremesa de chocolate do PEDRO E O LOBO

A equipa de Frederico Guerreiro no PEDRO E O LOBO

 

Fotografias: Marta Felino / Flash Food

PEDRO E O LOBO | Rua do Salitre, 169, Lisboa, Portugal | Chef Frederico Guerreiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


5 comentários

De ana a 05.02.2014 às 10:34

:) Agora já entendo com o que queria dizer em relação à "surpresa":) Recomendo vivamente esta sobremesa deliciosamente desconstruída!

De Raul Lufinha a 06.02.2014 às 00:23

Sem dúvida!
Aliás, o atum e a tarte foram ambos uma excelente escolha!

De ana a 06.02.2014 às 10:36

Obrigada.

Que continuem o ótimo trabalho do blog, que realmente, só de ver os posts nos transporta um pouco até aos locais, tendo a oportunidade de constatar "in loco" melhor é!

De Raul Lufinha a 07.02.2014 às 01:12

:-)
Já agora, não sei se as fotografias conseguem reproduzir na totalidade mas foi extremamente marcante ver a felicidade e a alegria com que o Frederico Guerreiro estava a mostrar esta sua criação.

De ana a 07.02.2014 às 11:33

Sinceramente acho que tem todas as razões para estar com tal satisfação. Aliás, não é por acaso que aquele cliché "cozinhar com paixão", por vezes faz mesmo sentido e deixa ser ser um simples "cliché" para ser um estado de espirito e transportar o mesmo para a criação:)

Comentar post



Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • NINI

    FANTÁSTICO !!!! Fico muito contente.....!!!! Ser "...

  • Marta Felino

    Brutal! Ambos na mesma cidade! NY tem agora o melh...

  • NINI

    Adoro LAMPREIA !!!!! Recordações dos tempos em Coi...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Nuno! :-)

  • Raul Lufinha

    Pois Nini, o René Redzepi não tem nenhum casaco de...

  • Nuno Pombo

    Relato maravilhoso. Já inscrevi essa experiência n...

  • NINI

    O CASACO DE PELES DO MAGNUS " , abriu-me o " OLHO ...

  • Raul Lufinha

    Sim Nini, ir ao FÄVIKEN é uma peregrinação que fic...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Ana! É fascinante como num lugar tão rem...

  • Marta Felino

    Sem dúvida, Nini! Absolutamente memorável e emocio...



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D