Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Areias Gordas, vinhos óptimos

por Raul Lufinha, em 27.08.14

Enólogo Tomaz Vieira da Cruz

É na vinha da Terra Larga, em Salvaterra de Magos, na região vitivinícola do Tejo, que nascem os vinhos da Sociedade Agrícola de Areias Gordas.

Vinhos diferentes, únicos, contra-a-corrente… como é timbre do enólogo Tomaz Vieira da Cruz.

E vinhos apreciados por quem gosta de apreciar vinhos – não por acaso, ainda há dias no CLARO! o Areias Gordas branco de 2012 foi o único vinho não-seu que o chef e produtor Vítor Claro incluiu no menu de Verão…!

… na Adega&Gourmet

Na Adega&Gourmet, em Campo de Ourique, Lisboa, estiveram à prova cinco destes vinhos do produtor ribatejano.

Desde logo, o novo – e excelente – Alboroque, fruto de uma parceria com Joaquim Arnaud… já comentado aqui… e apresentado neste jantar

… o qual – como verdadeiro vinho de aperitivo que é – harmonizou na perfeição com o queijo da ilha de São Jorge…

… e também com o maravilhoso presunto de porco de Joaquim Arnaud... com 40 meses de cura!

Depois, estavam igualmente à prova os Areias Gordas branco e tinto da colheita de 2013.

Alboroque branco aperitivo 2013

Areias Gordas branco 2013

Areias Gordas tinto 2013

A seguir, um vinho tão-ao-contrário, mas tão-ao-contrário… que até lhe deram o nome de “Ao Contrário”!

É um varietal de Tinto Cão da colheita de 2009 engarrafado somente em 2013 e apenas em garrafas magnum, com pouco álcool, pouca cor, pouca estrutura, nenhum sabor a baunilha ou a chocolate (estagiou em barrica de castanho!), enfim, um vinho que, dito assim, até parecia não ter nada de especial… mas que depois, vai-se a ver, é extraordinário!

Ao Contrário tinto 2009

Para terminar a prova, Tomaz Vieira da Cruz apresentou o seu extraordinário Colheita Tardia – de 30 de Outubro de 2009 – feito exclusivamente com Fernão Pires… mas muito pouco doce!

Areias Gordas Late Harvest 2009

E agora que já começaram as vindimas na Terra Larga… que surpresas nos trará a colheita de 2014?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:01


2 comentários

De Paulo Marcos a 01.09.2014 às 17:00

Uma agradável experiência provar os vinhos deste produtor.

Diferente. Agradável. Irreverente.

De Raul Lufinha a 02.09.2014 às 23:24

Sim, sem dúvida! :-)

Comentar post



Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • NINI

    " A Moqueca do Chef Anderson Sousa " , é mesmo exc...

  • NINI

    Parabéns PADARIA PORTUGUESA !!!!!DESAFIO e CONVIDO...

  • NINI

    O Palácio de Seteais , é um Clássico desde o SEC. ...

  • NINI

    FANTÁSTICO !!!! Fico muito contente.....!!!! Ser "...

  • Marta Felino

    Brutal! Ambos na mesma cidade! NY tem agora o melh...

  • NINI

    Adoro LAMPREIA !!!!! Recordações dos tempos em Coi...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Nuno! :-)

  • Raul Lufinha

    Pois Nini, o René Redzepi não tem nenhum casaco de...

  • Nuno Pombo

    Relato maravilhoso. Já inscrevi essa experiência n...

  • NINI

    O CASACO DE PELES DO MAGNUS " , abriu-me o " OLHO ...



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D