Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



As ostras de Noélia

por Raul Lufinha, em 31.03.16

Noélia abrindo as ostras na Academia Time Out

Noélia abrindo as ostras na Academia Time Out

Ostras ao natural

Ostras ao natural

Quando veio a Lisboa ensinar a cozinhar o seu famoso Arroz de Limão na Academia Time Out…

… Noélia trouxe igualmente do Algarve...

... ostras da Ria Formosa!

Que serviu ao natural…

… e também com abacate e ovas!

Teresa Cameira ajudando Noélia a finalizar as ostras

Teresa Cameira ajudando Noélia a finalizar as ostras

Tártaro de Ostra, com abacate e ovas

Tártaro de Ostra, com abacate e ovas

 

ACADEMIA TIME OUT | Time Out Mercado da Ribeira, Av. 24 de Julho, Lisboa, Portugal | Curador Rodrigo Meneses

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:39

O mítico monstro marinho… num copo de Old Fashioned

por Raul Lufinha, em 30.03.16

Barman Ricardo Mendes

Barman Ricardo Mendes e o rum Kraken

Forte e intenso, mas também muito aveludado…

… o Kraken é um aromático rum escuro das Caraíbas inspirado neste mítico monstro marinho que, com os seus tenebrosos tentáculos, atacava os barcos em alto mar.

Feito com 13 especiarias secretas…

… está pensado para ser bebido sozinho.

The Kraken

The Kraken

Mas, no VESTIGIUS, em Lisboa…

… pode também ser apreciado num cocktail clássico e intemporal...

... como o Old Fashioned.

Old Fashioned

Old Fashioned

 

VESTIGIUS | Rua da Cintura do Porto de Lisboa, Armazém A, n.º 17, Cais do Sodré, Lisboa, Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

A dinamite de Rui Sales

por Raul Lufinha, em 29.03.16

Rui Sales

Rui Sales

Rui Sales gosta que a sua cozinha nos iluda e surpreenda.

De modo que por vezes, como sucedeu no 'Carapau Amarelo' do SILK…

… acrescenta às suas criações uma delicada e singela folha que mais parece um inocente nenúfar!

Mas que, na verdade, se chama…

… 'dinamite'!

Produzida, neste caso, pela Microgreens, uma empresa portuguesa...

... a dinamite tem um conjunto de sabores extremamente complexo…

… que evolui de um doce muito ligeiro, no início…

… até um final bastante intenso e picante!

Dinamite mesmo…!

Rui Sales e a dinamite

Dinamite

 

SILK CLUB | Rua da Misericórdia, 14 - 6.º, Lisboa, Portugal | Chef Rui Sales

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

Porto das 5

por Raul Lufinha, em 28.03.16

Porto das 5, o novo desafio da Real Companhia Velha

Porto das 5, o novo desafio da Real Companhia Velha

Se é uma certeza que o Vinho do Porto funciona na perfeição com queijo e chocolate…

… porquê bebê-lo somente às refeições?

Daí que a Real Companhia Velha tenha também desafiado bares, quiosques e esplanadas a apresentarem uma carta de Vinhos do Porto…

… harmonizados com snacks e finger food!

 

Por exemplo…

… com chocolate de leite:

Royal Oporto Tawny 10 Anos

Royal Oporto Tawny 10 Anos

Laranja confit coberta de chocolate de leite

Laranja confit coberta de chocolate de leite

 

Ou com chocolate…

… negro:

Royal Oporto Late Bottled Vintage 2011

Royal Oporto Late Bottled Vintage 2011

Snobinette de chocolate negro, ganache de frutos vermelhos

Snobinette de chocolate negro, ganache de frutos vermelhos

 

Ou então com queijos.

Seja com o bem português...

... Serra da Estrela:

Real Companhia Velha Vintage 1970

Real Companhia Velha Vintage 1970

Pera-rocha recheada com queijo Serra da Estrela

Pera-rocha recheada com queijo Serra da Estrela

 

Ou com o famoso…

… Stilton:

Real Companhia Velha Vintage 1967

Real Companhia Velha Vintage 1967

Stilton com cracker de especiarias e Granny Smith desidratada

Stilton com cracker de especiarias e Granny Smith desidratada

 

Ou até…

… com charutos:

Royal Oporto Tawny 40 Anos e Real Companhia Velha Vintage 1957

Royal Oporto Tawny 40 Anos e Real Companhia Velha Vintage 1957

Pedro O. Silva Reis

Pedro O. Silva Reis

Charutos Montecristo #4

Charutos Montecristo #4

 

Tudo exemplos de sugestões de harmonização…

… propostas pelo Ritz Four Seasons, em Lisboa.

 

Os 6 das 5

Os 6 das 5

 

As quais resultaram tão bem…

… que nem se deu pelo tempo a passar!

 

Pedro O. Silva Reis

Pedro O. Silva Reis

 

Quando o Porto das 5 acabou…

… já o sol se tinha posto!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:31

Lotar… azeite

por Raul Lufinha, em 26.03.16

O lote feito pelo blog Mesa do Chef

O lote feito pelo blog Mesa do Chef

Cada vez mais, a linguagem vínica está a ser adotada por outras indústrias.

Por exemplo, no café temos os ‘grands crus’, os copos de cristal ou até os ‘sommeliers de café’.

E no azeite já se fala dos ‘primeira colheita’…

… bem como dos ‘monovarietais’, por contraponto aos azeites ‘de lote’.

As garrafas ainda vazias

As garrafas ainda vazias

Sendo precisamente um exercício deveras interessante...

... fazer de ‘enólogo de azeite’, salvo seja…

… e construir um lote, juntando variedades muito diferentes de azeitonas!

Amostra da variedade Arbosana

Amostra da variedade Arbosana

Amostra da variedade Koroneiki

Amostra da variedade Koroneiki

Amostra da variedade Arbequina

Amostra da variedade Arbequina

O que aconteceu...

... no Lagar do Marmelo, da Oliveira da Serra, em Ferreira do Alentejo.

Onde foi possível provar três azeites varietais bastante distintos entre si – Arbosana, Koroneiki e Arbequina.

E construir, numa garrafa...

... a partir da recolha de cada um deles no respetivo depósito...

... e, depois, da mistura deles os três nessa mesma garrafa...

... um lote único – o lote Mesa do Chef.

Mesa do Chef Oliveira da Serra Azeite Virgem Extra 2015/2016 (garrafa única)

Mesa do Chef Oliveira da Serra Azeite Virgem Extra 2015/2016 (garrafa única)

 

Ver também:

Da azeitona ao azeite

Primeira Colheita, um azeite fresco

8 chefs... em busca do azeite novo

A mota do chef Vítor Sobral

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:45

Vidigueira Wine Lands… também de tintos

por Raul Lufinha, em 25.03.16

Luís Leal, Daniela Almeida (Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito), Tiago Alves (Herdade da Lisboa), Mariana Lança (Herdade Grande), Reto Jörg (Quinta do Quetzal e Presidente da Vidigueira Wine Lands), Mário Pinheiro (Ribafreixo Wines), Manuel Narra (Presidente da Câmara Municipal da Vidigueira), João Carmona (Casa Agrícola Herdade do Monte da Ribeira) e Nuno Bicó (Ribafreixo Wines)

Luís Leal, Daniela Almeida (Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito), Tiago Alves (Herdade da Lisboa), Mariana Lança (Herdade Grande), Reto Jörg (Quinta do Quetzal e Presidente da Vidigueira Wine Lands), Mário Pinheiro (Ribafreixo Wines), Manuel Narra (Presidente da Câmara Municipal da Vidigueira), João Carmona (Casa Agrícola Herdade do Monte da Ribeira) e Nuno Bicó (Ribafreixo Wines)

Para além de ser naturalmente uma terra de brancos…

… a Vidigueira é também um terroir de tintos de excelência!

Os quais, diferentes do perfil do alentejano tradicional…

… têm, tal como os brancos da Vidigueira, uma enorme frescura e mineralidade!

Conforme ficou demonstrado na mais recente iniciativa da 'Vidigueira Wine Lands', associação de produtores da região que inclui igualmente a Câmara Municipal:

Um almoço no RESTAURANTE DA ADEGA da Herdade do Moinho Branco…

… antecedido da apresentação dos novos vinhos da colheita de 2015, junto às ruínas da villa romana de São Cucufate.

Tintos de excelência da Vidigueira: Pousio Reserva 2013, Herdade Grande Gerações 2012, Pato Frio 2013, Quinta do Quetzal Reserva 2011, Paço dos Infantes 2012, Vidigueira Grande Escolha 2014

Tintos de excelência da Vidigueira: Pousio Reserva 2013, Herdade Grande Gerações 2012, Pato Frio 2013, Quinta do Quetzal Reserva 2011, Paço dos Infantes 2012, Vidigueira Grande Escolha 2014

Novas colheitas: Guadalupe branco 2015 (amostra do depósito), Vidigueira Antão Vaz branco 2015, Convés Antão Vaz branco 2015, Herdade Grande branco 2015, Paço dos Infantes branco 2015, Pato Frio Grande Escolha branco 2014, Pousio Escolha branco 2014, Guadalupe Winemaker’s Selection tinto 2012, Pousio Escolha tinto 2013, Gáudio Reserva tinto 2012, Vidigueira Alicante Bouschet tinto 2014, Herdade Grande Reserva tinto 2011

Novas colheitas: Guadalupe branco 2015 (amostra do depósito), Vidigueira Antão Vaz branco 2015, Convés Antão Vaz branco 2015, Herdade Grande branco 2015, Paço dos Infantes branco 2015, Pato Frio Grande Escolha branco 2014, Pousio Escolha branco 2014, Guadalupe Winemaker’s Selection tinto 2012, Pousio Escolha tinto 2013, Gáudio Reserva tinto 2012, Vidigueira Alicante Bouschet tinto 2014, Herdade Grande Reserva tinto 2011

As ruínas da villa romana de São Cucufate

As ruínas da villa romana de São Cucufate

As ruínas da villa romana de São Cucufate

As ruínas da villa romana de São Cucufate

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:42

CASA DE CHÁ DA BOA NOVA: mignardises

por Raul Lufinha, em 25.03.16

Mignardises

Mignardises

Tendo o almoço terminado com três mignardises – um caramelo com amendoim, uma goma de limão e, ainda, um bombom de chocolate com tomate!

CASA DE CHÁ DA BOA NOVA

CASA DE CHÁ DA BOA NOVA

CASA DE CHÁ DA BOA NOVA

CASA DE CHÁ DA BOA NOVA

Merecendo um agradecimento especial...

... a Relações Públicas Joana Veiga e o Chefe de Sala Fernando Carrilho, excelentes anfitriões!

Foi o fim de uma grande aventura na CASA DE CHÁ DA BOA NOVA…

… um monumento nacional desenhado por Álvaro Siza Vieira…

… que Rui Paula transformou numa referência gastronómica de Portugal!

 

(fim)

Ver também:

CASA DE CHÁ DA BOA NOVA: a alta cozinha de Rui Paula... e o traço genial de Siza Vieira

 

CASA DE CHÁ DA BOA NOVA | Av. da Liberdade, Leça da Palmeira, Matosinhos, Portugal | Chef Rui Paula

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:28

CASA DE CHÁ DA BOA NOVA: espargos, beterraba e romã

por Raul Lufinha, em 23.03.16

Espargos, beterraba e romã

Espargos, beterraba e romã

Por fim…

… a sobremesa do ‘Menu do Mar e da Terra’!

Que, aliás, a chef pasteleira Ana Cardoso estava finalizando...

... aquando da visita à cozinha.

Prolongamento do conceito da pré-sobremesa numa versão mais complexa…

… são igualmente sabores vegetais pouco doces, trabalhados em várias texturas!

Desde logo, os improváveis espargos – num crocante, numa panna cotta e também inteiros, numa calda de açúcar.

Depois, a beterraba – em gelado e num bolo esponja.

E também a romã – num cremoso e ao natural.

Havendo ainda uma mousse de iogurte…

… e uma deliciosa esferificação de pitaia!

Porto Messias LBV 2009

Porto Messias LBV 2009

Tendo a sobremesa sido acompanhada, por sugestão do escanção Carlos Monteiro…

… de um Porto, o Late Bottled Vintage das Caves Messias, de 2009.

 

(continua)

Ver também:

CASA DE CHÁ DA BOA NOVA: a alta cozinha de Rui Paula... e o traço genial de Siza Vieira

 

CASA DE CHÁ DA BOA NOVA | Av. da Liberdade, Leça da Palmeira, Matosinhos, Portugal | Chef Rui Paula

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:52

CASA DE CHÁ DA BOA NOVA: cenoura e batata-doce roxa

por Raul Lufinha, em 22.03.16

'Da Terra'

'Da Terra'

Extra-menu…

… uma deliciosa e nada doce pré-sobremesa…

… apenas com dois ingredientes, trabalhados em diversas texturas – cenoura e batata-doce roxa!

Daí Rui Paula chamar-lhe…

… ‘Da Terra’!

Tendo sido acompanhada pelo Colheita Tardia de 2010 da Casa Borges, produzido a partir de Malvasia Fina e Encruzado da Quinta de São Simão da Aguieira, no Dão.

Borges Colheita Tardia 2010

Borges Colheita Tardia 2010

O pôr-do-sol no Atlântico

O pôr-do-sol no Atlântico

 

(continua)

Ver também:

CASA DE CHÁ DA BOA NOVA: a alta cozinha de Rui Paula... e o traço genial de Siza Vieira

 

CASA DE CHÁ DA BOA NOVA | Av. da Liberdade, Leça da Palmeira, Matosinhos, Portugal | Chef Rui Paula

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:10

CASA DE CHÁ DA BOA NOVA: queijos portugueses

por Raul Lufinha, em 22.03.16

Magda Martins e o carrinho de queijos portugueses

Magda Martins e o carrinho de queijos portugueses

Rui Paula foi sempre um grande defensor…

… dos produtos portugueses!

De modo que, na CASA DE CHÁ DA BOA NOVA...

… para além do melhor peixe e marisco da costa norte de Portugal…

… e dos grandes vinhos nacionais…

… também há queijo, muito queijo!

Os menus de degustação incluem sempre…

… uma seleção dos melhores queijos portugueses!

Cuja escolha deixámos ao critério de Magda Martins.

Apenas optámos pelos fortes e intensos...

... em detrimento dos suaves!

Magda Martins e os queijos

Os queijos

Os quais foram servidos...

… com bolachas de paprika feitas no restaurante…

… duas compotas, uma de frutos vermelhos e outra, mais ácida, de ruibarbo…

… e ainda um sortido de frutos secos!

Magda Martins e as compotas

As compotas

Tendo sido espetacular saborear...

... quatro grandes queijos portugueses:

– O Queijo de Azeitão;

– O Queijo Ilha, dos Açores;

– O Queijo Côvo, de Oliveira de Azeméis, já premiado como o melhor queijo de cabra de Portugal; e

– O Queijo Picante da Beira Baixa.

Seleção de queijos nacionais

A seleção final

 

(continua)

Ver também:

CASA DE CHÁ DA BOA NOVA: a alta cozinha de Rui Paula... e o traço genial de Siza Vieira

 

CASA DE CHÁ DA BOA NOVA | Av. da Liberdade, Leça da Palmeira, Matosinhos, Portugal | Chef Rui Paula

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:22

Pág. 1/4



Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Nuno! :-)

  • Raul Lufinha

    Pois Nini, o René Redzepi não tem nenhum casaco de...

  • Nuno Pombo

    Relato maravilhoso. Já inscrevi essa experiência n...

  • NINI

    O CASACO DE PELES DO MAGNUS " , abriu-me o " OLHO ...

  • Raul Lufinha

    Sim Nini, ir ao FÄVIKEN é uma peregrinação que fic...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Ana! É fascinante como num lugar tão rem...

  • Marta Felino

    Sem dúvida, Nini! Absolutamente memorável e emocio...

  • Marta Felino

    Ana, fico contente por estar a gostar! :)Foi, de f...

  • NINI

    MARAVILHA de CENÁRIO !!!! É DAQUELAS EXPERÊNCIAS ,...

  • Ana Dias

    "Esqueçam" o DiverXO, "esqueçam" o Faviken. Para "...



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




subscrever feeds