Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Algarve de Louis Anjos… no Suites Alba

por Raul Lufinha, em 19.08.15

Louis Anjos

Louis Anjos

Em 2015, Louis Anjos reforçou a aposta num menu de degustação de grande fôlego…

… voltando a apresentar no restaurante MORGADINHO do Suites Alba Resort & Spa…

… os produtos e os sabores do Algarve!

Louis Anjos

Louis Anjos, na nova sala de eventos do Suites Alba Resort & Spa

Para quem não queira escolher à carta…

… e prefira apreciar como é que um cozinheiro de fora – Louis Anjos é de Minde – trabalha o que de bom a região tem para dar…

… o Menu Algarve começa com amêijoa e lingueirão.

A amêijoa é à Bulhão Pato, numa esferificação plena de sabor…

… em que a concha serve de colher!

E o lingueirão, acompanhando a moda do momento…

… vem num cítrico e intenso ceviche!

Amêijoa e Lingueirão

'Amêijoa e Lingueirão'

O segundo snack é um arroz de choco…

… que Louis Anjos cozinhou sem tacho…

… pelo que este vem vazio para a mesa!

Com efeito, o arroz está no crocante…

… que também tem tinta de choco…

… e sobre o qual o chef apresenta três formas diferentes de trabalhar o choco: ao centro, marinado e braseado; depois, os tentáculos estão apenas salteados; e as ovas têm um saboroso molho de colorau.

Sendo tudo complementado com dois intensos purés…

… um de salsa, outro de alho.

Choco

'Choco'

Já o terceiro snack é um fabuloso corneto de barriga de atum marinada…

… com uma envolvente espuma de pimentos…

… e muxama de atum no topo, picadinha e crocante!

Muito bom!

Atum

'Atum'

A acompanhar uma seleção de pães em que se destaca o de alfarroba…

… duas ótimas manteigas:

Uma de chouriço…

… feita com enchidos da Serra de Monchique;

E outra, a mais amarela, de ‘Cenoura à Algarvia’…

… com azeitona desidratada por cima e deixando na boca um excelente sabor avinagrado!

Mais uma vez, Louis Anjos tem ótimas manteigas

Para acompanhar o pão

Com Louis Anjos, o carapau sabe mesmo a carapau!

O Chefe Cozinheiro do Ano 2012 sempre o trabalhou muito bem, tendo a coragem de não mascarar o seu sabor intenso.

Bem pelo contrário, procura potenciar ainda mais essa intensidade!

O que aliás funciona extremamente bem em versão degustação, cujos menus necessitam de pratos com menos quantidades mas com mais picos de sabor.

De modo que aqui o carapau surge…

… curado e braseado!

Acompanhado de uma cremosa gelatina de tomate…

… que serpenteia o prato e que se desfaz na boca!

E de pepino, trabalhado de duas formas diferentes:

Nuns finos rolinhos…

… e também numas grossas fatias, absolutamente maravilhosas – apesar da inusitada grossura, têm uma textura surpreendentemente cremosa, suave, aveludada… e são “sumarentas”… tendo essas grossas fatias de pepino sido trabalhadas por Louis Anjos… através de um complicado conjunto de técnicas… para terem (e absorverem) o sabor do gaspacho…!

Aqui não se esconde o sabor do carapau!

'Carapau'

Os sabores do Algarve prosseguem numa deliciosa mini cataplana de polvo…

… em que, a acompanhar um tentáculo do cefalópode e um mexilhão…

… surge um gnocco de batata-doce com tinta de choco!

Cataplana

Cataplana

Homenagem à cataplana

'Cataplana'

Para Louis Anjos, “O Algarve não é só praia”…

… nem é apenas o litoral!

Pelo que, para o prato de peixe do menu…

… o chef vai ligar o mar... com o interior serrano!

Assim, sob um fabuloso salmonete corado, com o molho dos seus fígados…

… Louis Anjos apresenta um delicioso e experimental xerém de berbigão…

… com uma cor estranha e escura…

… pois é feito com milho roxo…

… da serra algarvia!

Mas o milho não está apenas no xerém de milho roxo!

Com efeito, Louis Anjos inclui também milho amarelo…

… trabalhado de três formas distintas, de modo a ter três diferentes texturas:

Frito – cubos de xerém;

Salteado com tomate – grãos; e

Braseado – espigas baby.

Muito bom!

O milho do xerém é roxo!

O mar e a serra

'Salmonete'

Da carta do MORGADINHO…

… Louis Anjos deu a conhecer uma criação sua deste ano que habitualmente não faz parte dos menus de degustação…

… e que acabou por ser mais um dos pontos altos do almoço!

É um cozido algarvio à moda de Monchique…

… mas visto pelos olhos de Louis Anjos.

O que faz com que esta espécie de feijoada com milho…

… servida intencionalmente tépida…

… resulte num prato de sabores bastante intensos…

… embora levíssimo!

Extra-menu, a degustação de um prato da carta

O caldo do cozido é servido já na mesa

'Cozido Algarvio'

Também da Serra de Monchique veio o cabrito.

Tendo Louis Anjos servido carré, com uma crosta de pistácio, e perna…

… acompanhados de batata-doce de Aljezur – em puré e nuns saborosos cubos braseados...

... de cenoura...

... de cogumelos marinados em citrinos...

... e de cebolinha em pickle.

O cabrito também é serrano

'Cabrito'

A fazer a transição dos sabores…

… um clássico:

... a falsa laranja do MORGADINHO…!

Sendo apresentada…

... sobre um crumble de alfarroba!

A laranja é falsa!

'A Laranja do MORGADINHO'

Louis Anjos tem sempre sobremesas de grande nível, intensas e complexas…

… fazendo com o que os menus terminem num registo elevado.

E o mesmo volta a acontecer com a soabremesa do atual Menu Algarve…

… que junta queijo de cabra, morangos e poejo!

Sobre um coulis de morangos, gelatina de morango recheada de mousse de queijo de cabra da região; morangos ao natural com umas pequenas e fresquíssimas folhas de poejo que limpavam a boca; uma intensa e agridoce redução de molho balsâmico; suspiros de poejo; e ainda um sorbet igualmente de poejo.

Uma sobremesa excelente, fresca e pouco doce!

Mais uma grande sobremesa de Louis Anjos

'Queijo de Cabra'

Por fim, com o café:

… um guloso caramelo de baunilha, embrulhado em papel…

… uma goma de laranja algarvia…

… um crocante de amêndoa do Algarve…

… e um extraordinário brigadeiro de alfarroba!

Mignardises, com os sabores do Algarve

Mignardises

Com os pratos sempre muito bem explicados pelo Diogo Pereira...

… ir ao MORGADINHO foi mais uma grande viagem...

... pelos sabores do Algarve!

Wilson Costa e Louis Anjos

O sub-chef Wilson Costa e Louis Anjos

Depois do sucesso do Menu Algarve de 2014

… da fabulosa manteiga de polvo

… e do mediático evento “O Algarve não é só praia”

… este ano Louis Anjos volta mais uma vez a pôr o Suites Alba Resort…

… no mapa dos tesouros gastronómicos a descobrir no Algarve!

Louis Anjos

Louis Anjos

Aliás, com esta qualidade…

… em breve vamos certamente voltar a ter notícias da cozinha de Louis Anjos!

 

Fotografias: Marta Felino

MORGADINHO | Suites Alba Resort & Spa, Praia de Albandeira, Lagoa, Algarve, Portugal | Chef Louis Anjos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:59

Visita à Quinta da Leda

por Raul Lufinha, em 17.08.15

Luís Sottomayor

Conduzida pelo enólogo Luís Sottomayor...

Quinta da Leda

... o responsável pela equipa de enologia das quintas do Douro da Sogrape... 

Quinta da Leda

... a visita à Quinta da Leda...

Quinta da Leda

... começou pela adega...

Quinta da Leda, Vinha da Adega

... construída em 2001.

Quinta da Leda

Sendo possível observar ao longe...

Quinta da Leda

... algumas das vinhas que estão na origem...

Quinta da Leda

... do mítico Barca Velha. 

Quinta da Leda

Já no interior das instalações...

Luís Sottomayor

... o enólogo Luís Sottomayor...

Quinta da Leda

... apresentou a notável obra de engenharia que a adega é...

Quinta da Leda

... desenvolvida na vertical, de modo a utilizar a força da gravidade para movimentar as massas vínicas.

Quinta da Leda

Prosseguindo com a visita...

Quinta da Leda

... foi possível atravessar a Quinta da Leda – são mais de 76 hectares de vinha.

Quinta da Leda

E depois parar junto ao Douro... 

Quinta da Leda

... para Luís Sottomayor mostrar a modernidade da viticultura da Sogrape...

Quinta da Leda, Vinha do Apeadeiro

... usando como exemplo a Vinha do Apeadeiro.

Quinta da Leda

Localizada no Douro Superior...

Quinta da Leda

... a Quinta da Leda é seguramente...

Quinta da Leda

... uma das mais emblemáticas quintas da Ferreira. E da Sogrape.

 

Ver também:

O Douro Superior é um festival

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:29

LAB by Sergi Arola... ou Madrid na Penha Longa

por Raul Lufinha, em 14.08.15

Sergi Arola

Sergi Arola na sala do LAB

Já não é preciso ir a Madrid para comer a melhor cozinha de Sergi Arola.

Agora, no AROLA do Penha Longa Resort, o chef catalão autonomizou um espaço junto à garrafeira, a que deu o nome de LAB.

Mas que, na verdade, não é um projeto experimental mas antes uma réplica pop-up do restaurante madrileno SERGI AROLA, distinguido com duas estrelas no guia encarnado e de cujo nome o chef espanhol deixou cair a palavra "GASTRO".

As mesas são iguais, as cadeiras são iguais, os vidros são iguais, a loiça é igual… e a comida também!

Com efeito, no LAB by Sergi Arola da Penha Longa é possível conhecer…

… a quase totalidade dos pratos que neste preciso momento estão na carta do restaurante SERGI AROLA em Madrid!

Sergi Arola na sala do LAB

… em agosto de 2015

Tendo o 'Menu Sergi Arola' começado com um Vermute…

Ou quase…

Para comer à colher, o cocktail tinha caviar de laranja, uma esferificação de azeitona verde, cristais de gin…

… e uma espuma de vermute tinto servida já na mesa.

Vermute

Vermute

'Vermuth…'

Sendo acompanhado de dois magníficos momentos de finger food fria.

Desde logo, uma tortilha de batata…

… que tinha todo o sabor das tortilhas espanholas! Feita com batata frita confitada, com cebola crocante e com uma esferificação de gema de ovo!

E depois…

… uma esponja de azeitona húmida e cremosa – nada seca – com cristais de anchova!

Tortilha de Batata & Esponja de azeitona

'Tortilha de batata…' / 'Esponja de azeitona'

A seguir, de uma só vez, chegaram à mesa cinco petiscos clássicos de Sergi Arola…

… também chamados de ‘loucuras’…

… e que se podem encontrar nos seus restaurantes por esse mundo fora!

As clássicas batatas bravas de Sergi Arola, numa versão mais pequena.

Um pastel de atum, com brandy e tomate.

Bocata de calamares – lulas fritas, maionese cítrica e pão com tinta de choco.

Um mini cone com ovo e camarão.

E uma Bomba de la Barceloneta – carne de vaca, puré de batata e panko.

Para começar a comer pela bocata de calamares…

… e depois prosseguir no sentido dos ponteiros do relógio…

… acabando no cone de camarão.

As tapas clássicas de Sergi Arola

'Batatas bravas' / 'Pastel de Atum' / 'Bocata de calamares' / 'Cone de camarão' / 'Bomba de la Barceloneta'

Por fim, os snacks terminam com três mini montaditos:

Abacate e salmão;

Salada russa;

E espuma de queijo de cabra, com cebola caramelizada e noz ralada.

‘Montaditos’

'Montaditos'

Entrando no 'Menu Sergi Arola' propriamente dito…

… tudo começa com um refrescante gelado!

Com efeito, sobre um cremoso de batata, para além do coulis de beterraba e dos rebentos de coentros e manjericão, surge ainda um delicioso gelado de amêndoa mais salgado do que doce…

… sendo o prato depois finalizado já na mesa com feijão-verde liquidificado!

Feijão-verde

Feijão-verde

Feijão-verde

'Sopa de feijão-verde, gelado de amêndoas e cremoso de batata'

A acompanhar três boas qualidades de pão...

... uma manteiga e uma emulsão de azeite, ambas para temperar a gosto com duas preparações de sal trabalhadas na cozinha do LAB, uma com ervas, outra com pimentas – surpreendentemente o único momento ‘Do It Yourself’ do jantar…

Pães, azeite, sal, manteiga

Pães, manteiga, emulsão de azeite e duas qualidades de sal

Quanto às bebidas, o ter que guiar de regresso a casa...

... acaba por impedir que se faça o menu de vinhos.

Pelo que a escolha recaiu antes no Caladessa, o mais gastronómico dos brancos da Herdade da Calada.

Caladessa branco 2014

Caladessa branco 2014

A seguir, mais um prato extremamente refrescante.

A acompanhar uma deliciosa sopa fria de camarão e tamarindo servida numa chávena de café…

… três ravioli de pepino recheados com camarão fumado…

… e caril vermelho, picante e intenso!

Camarão

Camarão

Camarão

'Ravioli de pepino recheado com camarão fumado, caril vermelho e sopa de camarão'

A seguir, as clássicas molejas de Sergi Arola, especiadas e intensas…

… em que o que vai mudando ao longo dos tempos é a guarnição – desta vez, uma fabulosa conjugação de beringela e lentilhas.

Sendo o prato finalizado já na mesa…

… com o jus da carne!

Molejas

Molejas

Molejas

Molejas

'Molejas de vitela assada com a nossa mistura de especiarias, beringela e ensopado de lentilhas «Beluga»'

Com um salmonete perfeito…

… um falso arroz – é na verdade uma massa de milho e trigo, trabalhada depois com as cabeças dos camarões, que lhe dão um sabor intenso, brutal mesmo.

Salmonete

Parece arroz... mas é massa!

Salmonete

Salmonete

'«Rissino rossejat», salmonete e espargos verdes, vinagrete de tinta de cefalópodes com um toque de gengibre'

Tendo o prato sido apresentado…

… pelo chef residente do LAB, Milton Anes.

Milton Anes

Milton Anes

Regressando à carne…

… um prato que reflete as viagens de Sergi Arola.

Os secretos de porco são marinados e grelhados à coreana…

… e depois acompanhados de kimchi.

Para contrabalançar, há couscous de couve-flor, uma redução de tangerina…

…e ainda um fabuloso puré de tupinambo com mascarpone e gorgonzola, servido já na mesa.

Secretos

Secretos

'«Bulgogi» de secretos de porco ibérico com couscous de couve-flor'

Para sobremesa…

… primeiro, o conforto de um soufflé de bolachas Oreo, acompanhado de um gelado de stracciatella.

Oreo

'Soufflé de biscoito Oreo com gelado caseiro de stracciatella'

E depois uma exótica panna cotta…

… com ginseng, estragão, wasabi, chocolate branco, pistácio.

Servida...

... num pequeno vaso!

Panna cotta

'Raízes e rebentos verdes, wasabi-ginseg, chocolate branco, pistacho e estragão'

Fechando o ciclo, as mignardises replicam as tapas clássicas de Sergi Arola apresentadas no início do jantar…

… mas agora em doce!

Devendo porém ser comidas pela ordem inversa, ou seja, no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio…

… começando-se pelo cone.

Que já não é de ovo e camarão mas de… chocolate com gelado de alperce.

A seguir, tiramisù… em forma de batatas bravas!

Depois, quadrados de pera bêbada.

A seguinte, que parece uma Bomba de la Barceloneta… é uma excelente tarte de maçã, com imensa acidez!

Terminando-se a refeição com um sabor clássico na cozinha de Sergi Arola: piña colada!

Mignardises

Mignardises

À Joana Silva, muito obrigado pela exemplar apresentação dos pratos e atenção dada à mesa.

LAB by Sergi Arola

LAB by Sergi Arola

Parece o SERGI AROLA em Madrid... mas é o LAB na Penha Longa

Juan Cardosa, 1

Juan Cardosa, 2

Dois quadros de Juan Cardosa que retratam a personalidade complexa e multifacetada de Segi Arola: a comida, a música, a poesia, as viagens, as tatuagens…

Foi um grande jantar…

… ao nível das duas estrelas que o restaurante SERGI AROLA de Madrid ostenta.

Uma porta, dois restaurantes

A entrada, comum, do AROLA e do LAB

E foi também mais uma prova – para os (poucos) que ainda têm dúvidas – de como os inspetores do guia encarnado Espanã & Portugal objetivamente discriminam os restaurantes portugueses: qualquer um dos nossos duas estrelas proporciona experiências superiores; e muitos outros, sem essa distinção do guia, também!

O que não quer dizer que não tenha sido um excelente jantar – que foi!

 

Fotografias: Marta Felino

LAB by Sergi Arola | Penha Longa Resort, Estrada da Lagoa Azul, Sintra, Portugal | Chef Sergi Arola

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:00

Três sabores chegam

por Raul Lufinha, em 11.08.15

Francisco Magalhães no APICIUS

Francisco Magalhães

Muitas vezes, a inspiração do momento…

… funciona!

No APICIUS, Francisco Magalhães resolveu improvisar, tendo colocado finas fatias de vieira crua…

… por cima de uma alface assada na grelha...

… as quais ficaram depois levemente cozidas quando lhes foi vertido um intenso caldo quente de cabeça de porco!

Simples e muito bom!

Improviso no APICIUS

Apenas 3 sabores

1 prato, apenas 3 sabores

Mais uma prova de que três sabores chegam...

… para fazer um grande prato!

 

Fotografias: Marta Felino

APICIUS | Rua da Cruz dos Poiais, 89, São Bento, Lisboa, Portugal | Chefs Francisco Magalhães e Joana Xardoné

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:51

O rosé contracorrente de Paulo Laureano

por Raul Lufinha, em 10.08.15

Paulo Laureano e o novo rosé

Paulo Laureano e um copo do seu rosé… bem rosado

Agora que está a ganhar popularidade os rosés serem cor de salmão à moda da Provença…

… Paulo Laureano faz questão de apresentar um rosé…

… bem rosado!

Embora só no copo é que se consiga ver a sua tonalidade carregada – com efeito, para marcar ainda mais a diferença, Paulo Laureano optou por uma garrafa… escura... que o irá conservar melhor! 

Não sendo naturalmente um rosé de sangria – as uvas foram colhidas propositadamente para fazer este rosé.

Produzido a partir de Touriga Nacional, Alfrocheiro e Tinta Grossa do terroir da Vidigueira…

… está incluído na coleção Genus Generationes…

… e tem o nome da mulher de Paulo Laureano: Teresa.

Paulo Laureano Genus Generationes Teresa Laureano Rosé 2014

Paulo Laureano Genus Generationes Teresa Laureano Rosé 2014

Com um PVP de € 8,5…

… são 3500 garrafas plenas de frescura, estrutura e elegância.

Tendo uma grande capacidade...

... para ligar com comida!

 

Ver também:

Os 5 brancos de Paulo Laureano para o Verão 2015 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:57

Aula de cozinha… na Academia Time Out

por Raul Lufinha, em 09.08.15

Teresa Cameira, Rodrigo Meneses, Catarina Campos

Rodrigo Meneses, com a ajuda de Teresa Cameira e Catarina Campos…

Academia Time Out

… dá aulas de cozinha na Academia Time Out…

Mercado da Ribeira

… em pleno Mercado da Ribeira.

Academia Time Out

Abertas ao público...

Os ingredientes do primeiro prato

… são uma experiência simultaneamente lúdica e didática!

Chalota e cebola branca

E é como se estivéssemos a cozinhar...

Rodrigo e o cogumelo

... em casa do Rodrigo!

Cogumelos cantarelos

O primeiro prato foram cogumelos cantarelos...

Tudo para o sauté!

... com cebola branca e chalota...

E já está!

... servidos num pão previamente tostado no sauté – sim, que Rodrigo Meneses faz questão de tratar sempre a 'frigideira' por 'sauté'!

Teresa Cameira

Para segundo prato...

Os ingredientes do segundo prato

... uma aproximação ao Tornedó Rossini!

Bife da vazia

 Bife da vazia...

Bife a descansar!

... que, depois de passar pelo lume, tem que descansar...

A faca corta bem!

... antes de ser fatiado.

Batata Ratte

Sendo acompanhado...

O início do empratamento

... de batatas Ratte.

Continuação do empratamento

Para finalizar, claro...

Foie gras

... foie gras...

Foie gras marcado

... apenas levemente marcado!

E está pronto!

Por último, para sobremesa...

Rodrigo Meneses apresentando a sobremesa

... Rodrigo Meneses apresentou...

Arroz doce

... um arroz doce.

Rodrigo Meneses

Uma sessão muito animada, em que Rodrigo Meneses, antecipando os próximos workshops da Academia que já estão à venda no Espaço Time Out e na Ticketline, ia dando inúmeras dicas práticas – por exemplo, «só se mexe no bife uma vez!»

 

Ver também:

Foodie Rodrigo Meneses, o curador da Academia Time Out

 

ACADEMIA TIME OUT | Time Out Mercado da Ribeira, Av. 24 de Julho, Lisboa, Portugal | Curador Rodrigo Meneses

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:25

O Babá… pede rum

por Raul Lufinha, em 07.08.15

Diogo Noronha e Fernão Gonçalves

Diogo Noronha e o bartender Fernão Gonçalves

Portos e Madeiras costumam ser a escolha mais segura para acompanhar uma sobremesa.

Mas quando se tem na carta um voluptuoso Babá ao Rum, com fruta e natas frescas…

… a melhor companhia é mesmo rum!

Babá

'Babá ao rum com fruta e natas frescas'

Mais ainda quando é rum muito antigo...

... com um estágio adicional de 18 meses em barricas de carvalho francês.

Conferindo-lhe este duplo envelhecimento uma cremosidade e uma suavidade incríveis.

E também intensas notas a coco, a baunilha, a caramelo…

Um rum memorável!

Plantation Extra Old Barbados Rum 20th Anniversary

Plantation Extra Old Barbados Rum 20th Anniversary

Tendo sido igualmente mais uma prova do quão importante é os restaurantes terem…

… um bartender!

Aliás, noutro grande momento...

... o jantar na CASA DE PASTO foi precedido de um improvisado e original Negroni…

… no qual Fernão Gonçalves incluiu uma intensa...

... emulsão de coentros!

Negroni com coentros by Fernão Gonçalves

Negroni com coentros

E em que já à mesa, depois da incontornável torrada de polvo com tomate e alho assado, anteriormente fotografada aqui

… o prato de carne foi um maravilhoso jarrete de vitela, meloso e a derreter-se na boca…

… com grão!

Jarrete

'Jarrete de vitela meloso, grão-de-bico, beringela, iogurte e amêndoas'

 

CASA DE PASTO | Rua de São Paulo, 20 - 1.º, Cais do Sodré, Lisboa, Portugal | Chef Diogo Noronha

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:57

A nova adega… do Palato do Côa

por Raul Lufinha, em 06.08.15

Palato do Côa

Palato do Côa

Três dos sócios

João Nuno Magalhães, enólogo Carlos Magalhães, Albano Magalhães

Na Quinta da Saudade, localizada na freguesia de Muxagata, concelho de Vila Nova de Foz Côa…

... em pleno Douro Superior…

… os produtores do vinho Palato do Côa concretizaram este ano o sonho de ter a sua própria adega.

Grande janela

Adega do Palato do Côa

Adega do Palato do Côa

Palato do Côa

Palato do Côa

 

Ver também:

O Douro Superior é um festival

 

Palato do Côa | Quinta da Saudade, Muxagata, Vila Nova de Foz Côa, Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:41

HIKIDASHI, a taberna japonesa de Agnaldo Ferreira

por Raul Lufinha, em 05.08.15

Agnaldo Ferreira

Agnaldo Ferreira

Aberto no final de 2014…

… o mais recente projeto de Agnaldo Ferreira é uma taberna japonesa...

... que vai muito para além do sushi!

Habner Gomes

Habner Gomes

Habner Gomes fazendo sushi

Um dos pratos obrigatórios é...

... um envolvente tártaro de salmão, trabalhado com mostarda!

Tártaro de salmão

Tártaro de salmão

Sake

Sake

 

HIKIDASHI | Rua Coelho da Rocha, 20-A, Campo de Ourique, Lisboa, Portugal | Sushi chef Agnaldo Ferreira

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:11

Almoço na piscina… da Quinta das Carvalhas

por Raul Lufinha, em 04.08.15

Quinta das Carvalhas

Na emblemática Quinta das Carvalhas, da Real Companhia Velha…

Quinta das Carvalhas

…junto à piscina e em frente ao Rio Douro…

Arinto

… o almoço começou com o experimental e bem-sucedido Séries Real Companhia Velha Arinto branco 2012

Pedro O. Silva Reis

… que o anfitrião Pedro O. Silva Reis serviu…

Queijo Serra da Estrela

… com Queijo da Serra da Estrela…

Fumeiro

… e com várias especialidades de fumeiro.

Mesa

Já à mesa…

Lombo de porco

… a acompanhar o lombo de porco, recheado com ameixas e assado no forno…

Pedro O. Silva Reis

… Pedro O. Silva Reis serviu três tintos, todos eles feitos a partir de uvas da Quinta dos Aciprestes, da Real Companhia Velha:

Quinta dos Aciprestes tinto 2011

Primeiro, o Quinta dos Aciprestes 2011, um vinho jovem e fresco mas com boa estrutura, proveniente de uma vinha velha com 45 anos;

Quinta dos Aciprestes Grande Reserva tinto 2011

Depois, o Quinta dos Aciprestes Grande Reserva 2011, que apenas é produzido em anos especiais;

Quinta dos Aciprestes Grande Reserva Sousão tinto 2011

E, por fim, o surpreendente Quinta dos Aciprestes Grande Reserva Sousão 2011, um varietal extremamente sedutor, muito aveludado na boca!

Leite-creme

Com a sobremesa, leite-creme…

Real Companhia Velha Porto 20 Anos

… o Real Companhia Velha Tawny Porto 20 Anos.

Royal Oporto

Sendo que, para os mercados internacionais, a Real Companhia Velha utiliza a marca Royal Oporto.

Quinta das Carvalhas

Foi a despedida da casa da piscina da Quinta das Carvalhas…

Sagrado Coração de Jesus

… deixando-se para trás um belo painel de azulejos, dedicado ao Sagrado Coração de Jesus aquando do centenário da casa (1851-1951)…

Quinta das Carvalhas

… rumo à entrada principal, em frente ao Pinhão.

 

Ver também:

Viagem à Real Companhia Velha

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:23



Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • NINI

    Parabéns PADARIA PORTUGUESA !!!!!DESAFIO e CONVIDO...

  • NINI

    O Palácio de Seteais , é um Clássico desde o SEC. ...

  • NINI

    FANTÁSTICO !!!! Fico muito contente.....!!!! Ser "...

  • Marta Felino

    Brutal! Ambos na mesma cidade! NY tem agora o melh...

  • NINI

    Adoro LAMPREIA !!!!! Recordações dos tempos em Coi...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Nuno! :-)

  • Raul Lufinha

    Pois Nini, o René Redzepi não tem nenhum casaco de...

  • Nuno Pombo

    Relato maravilhoso. Já inscrevi essa experiência n...

  • NINI

    O CASACO DE PELES DO MAGNUS " , abriu-me o " OLHO ...

  • Raul Lufinha

    Sim Nini, ir ao FÄVIKEN é uma peregrinação que fic...



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




subscrever feeds