Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



António Alexandre… e os Ouriços-do-mar

por Raul Lufinha, em 30.04.15

António Alexandre

António Alexandre

O 1.º Festival Internacional do Ouriço-do-Mar decorreu na Ericeira, nos dias 11 e 12 de abril.

Tendo começado na véspera, com um extraordinário jantar de abertura no restaurante SUL…

… da responsabilidade de António Alexandre, o chef executivo do Lisbon Marriott Hotel.

O 1.º prato, ainda na cozinha

Na cozinha do SUL, o primeiro prato da noite

Para começar, um vinagrete de Ouriços-do-Mar...

... que perfumava o peixe, fresquíssimo.

peixe

'Peixe da nossa costa marinado com vinagrete de Ouriços-do-mar'

Acompanhado por um branco, o Quinta de Sant’Ana de 2013.

Quinta de Sant'Ana

Quinta de Sant’Ana, branco, 2013

Depois, um mergulho nos sabores do mar – com destaque, claro, para o aroma intenso do ouriço.

Mergulho no mar

'Mergulho no mar (Ouriço, Navalheira, Percebe e Mexilhão)'

Acompanhado pelo Sauvignon Blanc da Quinta de Sant’Ana, de 2013.

Quinta de Sant'Ana

Quinta de Sant’Ana Sauvignon Blanc, branco, 2013

A seguir, António Alexandre veio às mesas para apresentar um maravilhoso consommé…

… feito com uns delicados ravioli de ouriço e algas marinhas.

António Alexandre

Ravioli

Ravioli

Ravioli

António Alexandre… e os 'Ravioli de ouriço e algas do mar num consommé'

Acompanhado do Dona Fátima Jampal, um varietal raro que curiosamente Ricardo Morais tinha servido umas semanas antes no GUSTO.

Jampal...!

Dona Fátima Jampal, branco, 2013

Por fim, para sobremesa, um leite-creme… de ouriço-do-mar!

leite-creme

'Ouriço brûlée'

Acompanhado desafiadoramente por um rosé – uma escolha estimulante… mas arriscada, que fez muita gente regressar aos brancos.

Rosé

Manz, rosé, 2013

Tendo sido um jantar...

... absolutamente extraordinário!

António Alexandre e Paulo Rodrigues

Na cozinha do SUL, António Alexandre e o anfitrião Paulo Rodrigues

Não foi apenas uma daquelas estimulantes refeições temáticas em que o mesmo produto vai sendo trabalhado de forma diferente ao longo dos diversos pratos – foi muito mais do que apenas isso!

Foi um jantar em que as criações de António Alexandre estiveram sempre a um nível altíssimo, sem falhas nem pontos intermédios…

… com o intenso, inebriante e maravilhoso sabor do ouriço-do-mar presente de forma marcante em todos os momentos da refeição…

… tendo atravessado o jantar do princípio ao fim!

Foi de tal forma brutal que o que fica na memória é mesmo o sabor do ouriço-do-mar – os pratos foram apenas o pretexto usado pelo chef para o ouriço-do-mar poder brilhar!

Parabéns ao António Alexandre!

Seguramente uma das refeições do ano!

 

SUL | Parque de Santa Marta, Largo de Santa Marta, Ericeira, Portugal | Chef Paulo Rodrigues

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:24

Nespresso alarga mapa de escolha dos clientes… em hotéis e restaurantes

por Raul Lufinha, em 28.04.15

Mapa Nespresso

Mapa das escolhas Pure Origin Nespresso... na restauração e hotelaria

Agora também já é possível escolher fora de casa…

… o Nespresso da gama Pure Origin mais adequado ao nosso perfil de gosto ou ao que estamos a comer.

Com efeito, para além do Ristretto Origin India, uma mistura de Arábicas e Robusta do sul da Índia, de intensidade 10…

… a Nespresso passou a disponibilizar em Portugal dois novos Grands Crus no segmento profissional (hotéis, restaurantes, cafetarias) que reflectem igualmente o terroir característico do seu local de origem:

O Espresso Origin Brazil, um puro Arábica de intensidade 4…

… e o Lungo Origin Guatemala, com nível de intensidade 6.

Espresso Origin Brazil

Lungo Origin Guatemala

Ristretto Origin India

Os três Grands Crus Nespresso da gama Pure Origin... disponíveis em hotéis e restaurantes

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:23

Se Heinz Beck chegar a ir à Cozinha Popular da Mouraria… tudo começou aqui

por Raul Lufinha, em 28.04.15

Adriana Freire & Heiz Beck

Adriana Freire e Heinz Beck

No jantar de celebração da Primavera que decorreu no GUSTO by Heinz Beck, restaurante do Conrad Algarve…

… Adriana Freire desafiou o chef do único 3*** de Roma a ir cozinhar ao projecto comunitário da Cozinha Popular da Mouraria.

Activista social, em especial na área da alimentação saudável, o alemão Heinz Beck respondeu logo que sim:

Este ano já tinha a agenda fechada...

... mas em 2016 teria o maior gosto em visitar Lisboa e ir à Cozinha Popular da Mouraria!

Ou seja, se Heinz Beck chegar mesmo a ir à Cozinha Popular da Mouraria…

… tudo começou aqui!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:45

Champagne Mumm & Miguel Castro e Silva

por Raul Lufinha, em 27.04.15

Miguel Castro e Silva

Miguel Castro e Silva no quiosque do champagne Mumm

Claro que beber champagne é uma festa.

Mas isso não significa reservá-lo apenas para dias de festa – o champagne é uma bebida de todos os dias.

Daí a iniciativa da Mumm de ter aberto em Fevereiro um quiosque no Mercado da Ribeira.

Uma aposta na versatilidade do champagne…

… e também no estilo gastronómico da casa Mumm, muito marcado pela complexidade da casta Pinot Noir.

Mumm

… em pleno Mercado da Ribeira

O que se comprova, aliás, quando lhe juntamos uma cozinha de qualidade.

Como sucedeu com Miguel Castro e Silva...

... desafiado para um food pairing com quatro champagnes Mumm:

 

1.º – Cordon Rouge, Brut

O primeiro champagne foi o clássico Cordon Rouge.

Preponderância de Pinot Noir (45%) sobre Chardonnay (30%) e Pinot Meunier (25%)…

… e um equilíbrio fantástico entre frescura e intensidade.

Cordon Rouge

Cordon Rouge

Para o qual Miguel Castro e Silva preparou primeiro...

... uma vichyssoise…

Vichyssoise de bacalhau

... de bacalhau!

Vichyssoise de bacalhau

Vichyssoise de bacalhau

E a seguir...

... uma trouxa de queijo de cabra...

Trouxa de queijo de cabra e mel

... com mel.

Trouxas de queijo de cabra e mel

Trouxa de queijo de cabra e mel

 

2.º – Blanc de Blancs

Extremamente elegante, com complexidade e mineralidade…

… o segundo champagne foi o Blanc de Blancs, ou seja, 100% Chardonnay.

Blanc de Blancs

Blanc de Blancs

Que ligou na perfeição...

... com umas intensas bolachas…

Bolachas de parmesão

... de queijo parmesão!

Bolachas de parmesão

Bolachas de parmesão

E depois...

... como os pratos ácidos pedem brancos complexos...

Ceviche

... também funcionou muito bem com o ceviche não-tradicional que Miguel Castro e Silva faz a partir de maçã verde e salmão...

... e ao qual junta azeite!

Ceviche

Ceviche de salmão com maçã verde... e o Mumm Blanc de Blancs

 

3.º – Le Demi-Sec

O terceiro champagne Mumm foi o meio-seco.

Le Demi-Sec

Le Demi-Sec

Enquanto nas propostas anteriores o champagne era essencialmente utilizado para limpar a boca...

... ajudando-nos a degustar produtos e sabores intensos como o bacalhau, os queijos de cabra e parmesão, o salmão…

Bolinhas de alheira

… aqui Miguel Castro e Silva fez ao contrário.

No Demi-Sec utilizou a comida para compensar o excesso de açúcar do champagne meio-seco.

Daí a alheira...

... e principalmente a acidez do coulis de laranja.

Bolinhas de alheira

Bolinhas de alheira com molho de laranja

 

4.º – Le Rosé

Por fim, o food pairing terminou com o champagne rosé da Mumm...

... feito essencialmente de Pinot Noir (60%) num lote que inclui vinhos envelhecidos.

Le Rosé

Le Rosé

Tendo Miguel Castro e Silva proposto primeiro...

... uma tartelete de framboesa…

Tarteletes

… que tinha por cima um extraordinário zabaglione feito com o mesmo champagne – o rosé – mas no sifão…

… ou seja, o delicioso zabaglione apresentava um sabor surpreendentemente intenso a champagne…

... sem ter perdido o álcool…!

Tarteletes

Tarteletes de framboesa com zabaglione de champagne

Para terminar...

... suspiros...

Suspiros

...de morango!

Suspiros

Mini-suspiros de Morangos

Tendo sido um exercício muito interessante.

Não tanto para procurar o que liga bem com quê, até porque uma bebida tão versátil como o champagne liga bem com (quase) tudo e inúmeras outras bem-sucedidas combinações seriam possíveis...

... mas mais para descobrir, com cada uma destas concretas ligações, que elementos do champagne e da comida é que estamos a destacar.

E sendo sempre certo, claro, que champagne é alegria!

Champagne é alegria

Champagne é alegria

Champagne é alegria

Champagne é alegria

 

Espaço G.H.MUMM Experience | Time Out Mercado da Ribeira, Av. 24 de Julho, Lisboa, Portugal 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:22

Farol Hotel… em cima da água

por Raul Lufinha, em 26.04.15

Farol Hotel

THE MIX, restaurante do Farol Hotel

Junto à Marina de Cascais e em frente ao mar, a água é o elemento mais marcante do Farol Hotel…

… e do seu THE MIX, restaurante de fusão mediterrânica, mesmo em cima da falésia.

Restaurante THE MIX

O requinte de um design hotel de 5 estrelas

Para começar, sabores de Itália nuns deliciosos ‘raviolis’ feitos com folhas de espinafre…

... e recheados com ricota!

'Raviolis'... feitos com espinafre

'Raviolis de ricota, mascarpone e frutos com vinagrete de tomate e balsâmico'

Depois, o nosso bacalhau, com o crocante da crosta de broa e da amêndoa laminada salteada…

… e a excelente surpresa da abóbora, a desfiar-se e cuja doçura natural contrabalançava o sabor a sal que o bacalhau bem feito tem.

Bacalhau

'Bacalhau com broa, abóbora e amêndoa salteada'

Por fim, a ligação clássica do tomate e do manjericão…

... mas em sobremesa!

Muito estimulante, até tinha um gelatinoso pudim de “leite de tomate”!

Tomate & Manjericão

'Torta de tomate com sorbet de manjericão'

Com o café, um pastel de nata.

Pastéis de Nata

'Pastéis de Nata'

Sempre muito harmoniosos, com sabores e texturas contrastantes que se complementam muito bem…

… foram três pratos que abriram o apetite para conhecer o resto da nova carta Primavera-Verão…

… criada por Hugo Silva no THE MIX, restaurante do Farol Hotel.

Hugo Silva

Hugo Silva

... sobre a falésia...

O restaurante THE MIX…

Farol Hotel

… no Farol Hotel…

Farol Hotel

… um design hotel on the water…

Farol Hotel

… em Cascais

Farol Hotel

Farol Hotel

 

THE MIX | Farol Hotel, Av. Rei Humberto II de Itália, 7, Cascais, Portugal | Chef Hugo Silva

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:18

As Caves… da Real Companhia Velha

por Raul Lufinha, em 25.04.15

Real Companhia Velha

As Caves e os Armazéns da Real Companhia Velha

complexo de adegas da Real Companhia Velha fica em Alijó, perto das cinco quintas da Companhia – Carvalhas, Aciprestes, CidrôCasal da Granja e Síbio.

Mas depois as centenárias caves, bem como os armazéns, são em Vila Nova de Gaia!

Real Companhia Velha

Real Companhia Velha

Real Companhia Velha

Real Companhia Velha

Real Companhia Velha

Real Companhia Velha

Real Companhia Velha

Real Companhia Velha

Pedro O. Silva Reis

O anfitrião Pedro O. Silva Reis...

Jorge Moreira

... e o enólogo Jorge Moreira

Real Companhia Velha

Em Vila Nova de Gaia...

Real Companhia Velha

 ... as Caves e os Armazéns da centenária Real Companhia Velha

 

Ver também:

Viagem à Real Companhia Velha

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:36

Sobremesa viral de Joaquim de Sousa… faz furor no Congresso dos Cozinheiros

por Raul Lufinha, em 24.04.15

Joaquim de Sousa

Joaquim de Sousa

Na edição de 2015 do Congresso dos Cozinheiros, claro que Joaquim de Sousa começou por apresentar uma sobremesa de chocolate, a sua grande especialidade – com yuzu e tangerina, era bem bonita e elegante.

Joaquim de Sousa

Chocolate

Chocolate, Yuzu e Tangerina

Tendo depois o chef pasteleiro do IPSYLON apresentado, com a ajuda de Gonçalo Morgado, uma lindíssima ‘caixa’ com frutas e legumes da horta do hotel The Oitavos.

Congresso dos Cozinheiros

Caixa da horta

Caixa da Nossa Horta

Mas o que toda a gente estava à espera era da Flor Surpresa.

Uma sobremesa com movimento…

… em que, ao ser servido o caldo, as pétalas abrem-se…!

E Joaquim de Sousa não defraudou as expectativas, aliás até fez duas flores – sendo uma delas, curiosamente, uma variante de café, feita com Nespresso.

Tendo o chef pasteleiro mais falado do momento explicado, detalhadamente e no seu descontraído estilo habitual, como construiu a sobremesa… que se tornou um fenómeno viral na internet!

No início era o chocolate...

Joaquim de Sousa

Joaquim de Sousa

Joaquim de Sousa... construindo a Flor Surpresa

Flor Surpresa

Joaquim de Sousa... servindo o Nespresso

... e servindo também o creme de baunilha

Flor Surpresa... duas vezes

... e as pétalas abriram-se!

Flor Surpresa... de café

Flor Surpresa... de baunilha

Flor Surpresa

 

IPSYLON | The Oitavos Hotel, Quinta da Marinha, Cascais, Portugal | Chef Cyril Devilliers e Chef Pasteleiro Joaquim de Sousa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:58

Daniel Rente, Paulo Morais & Anna Lins… juntos no Sushi Fest

por Raul Lufinha, em 23.04.15

Sushi Fest – Daniel Rente, Paulo Morais & Anna Lins

Daniel Rente, Paulo Morais, Anna Lins

O sushi foi uma moda que veio para ficar.

E agora até teremos em Portugal o primeiro festival europeu de sushi – o Sushi Fest.

Será não apenas um evento gastronómico com música ao vivo… mas também um festival de música com muito sushi!

Terá lugar nos jardins do Palácio Marquês de Pombal, em Oeiras…

… dias 2, 3 e 4 de Julho.

E, para além da actuação dos Amor Electro, Paulo Gonzo e Ana Moura…

… juntará Daniel Rente, do SUSHI CAFÉ, aos fundadores do UMAI, Paulo Morais e Anna Lins.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:09

Agora U CHIADO é um ‘Port Wine Concept’… e Alexandre Silva assina a nova carta

por Raul Lufinha, em 22.04.15

Alexandre Silva

Alexandre Silva assina a carta d'U CHIADO

O restaurante U CHIADO está diferente.

Agora é um ‘Port Wine Concept’, associado à emblemática Quinta do Noval.

E a nova carta Primavera-Verão… tem a assinatura de Alexandre Silva!

Quinta do Noval

U CHIADO

U CHIADO, 'Port Wine Concept'

 

U CHIADO | Largo do Picadeiro, 8-A, Lisboa, Portugal | Chef Consultor Alexandre Silva

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:34

Leonel Pereira… em busca do lodo

por Raul Lufinha, em 22.04.15

Leonel PereiraPeixe em Lisboa 2015: Leonel Pereira, Leandro Araújo e o ecrã 

Mergulhos no mar, claro – não há nada como ter o mar no prato… e poder comê-lo.

Mas desta vez, Leonel Pereira quis ir mais longe… e ficou em terra!

Para mostrar a Ria Formosa na maré vazia!

Tendo ido em busca do lodo!

Em busca dos incríveis cheiros da baixa-mar… e daquela textura lodosa que nos deixa as pernas verdes, meio-enterradas…

Pois foi este o segundo prato, também da nova carta do SÃO GABRIEL para 2015, que Leonel Pereira apresentou no Peixe em Lisboa.

Com tantos chefs a mergulhar no mar… há um que anda em busca do lodo!

Espectáculo!

Peixe em Lisboa

Mariscos... no forno

Peixe em Lisboa

Leonel Pereira

Ria Formosa

Ria Formosa 

(fim)

Ver também:

Leonel Pereira no Peixe em Lisboa

 

SÃO GABRIEL | Estrada Vale do Lobo, Quinta do Lago, Portugal | Chef Leonel Pereira

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:24

Pág. 1/5



Partilha de experiências e emoções gastronómicas

Raul Lufinha

Facebook


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Últimos comentários

  • NINI

    " Os OLHOS , também COMEM " !!!Excelente Brunch ....

  • Isabel Barbedo

    Fui por duas vezes à taberna do Avillez ...Escolh...

  • NINI

    " A Moqueca do Chef Anderson Sousa " , é mesmo exc...

  • NINI

    Parabéns PADARIA PORTUGUESA !!!!!DESAFIO e CONVIDO...

  • NINI

    O Palácio de Seteais , é um Clássico desde o SEC. ...

  • NINI

    FANTÁSTICO !!!! Fico muito contente.....!!!! Ser "...

  • Marta Felino

    Brutal! Ambos na mesma cidade! NY tem agora o melh...

  • NINI

    Adoro LAMPREIA !!!!! Recordações dos tempos em Coi...

  • Raul Lufinha

    Obrigado, Nuno! :-)

  • Raul Lufinha

    Pois Nini, o René Redzepi não tem nenhum casaco de...



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




subscrever feeds